26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

WSL abre a temporada do circuito mundial de ondas grandes

A temporada de ondas grandes da World Surf League (WSL) 2023-2024 está oficialmente aberta. A WSL anunciou em comunicado à imprensa que abriu, no dia 6 de novembro, o período de espera para o Tudor Nazaré Big Wave Challenge em Nazaré, Portugal.

Já o segundo grande evento de ondas da temporada, o Tudor Jaws Big Wave Challenge em Peʻahi, Maui, Havaí, terá seu período de espera iniciado em 10 de novembro. O período de espera para ambos os eventos se encerra em 31 de março.

A WSL está monitorando atualmente as ondulações e as condições meteorológicas e convocará a competição quando as condições adequadas para o evento forem atendidas. Segundo informado pela Liga, a equipe técnica do circuito está em busca de ondas consistentes com um mínimo de 25 pés na face da onda, mas também levará em consideração o vento, a maré e a neblina na decisão de iniciar o evento. Se as condições parecerem favoráveis, a WSL emitirá um “Alerta Amarelo de Ondas Grandes” com até 72 horas de antecedência do evento potencial. Se as condições favoráveis persistirem, um “Alerta Verde de Ondas Grandes” será emitido, significando que a competição está confirmada.

Sobre o formato e os convidados

Nazaré Big Wave Challenge

O Nazaré Big Wave Challenge será um evento especial de um dia com surf de reboque (town-in). Haverá nove equipes compostas por dois competidores em cada equipe, divididas em três grupos, com três times em cada grupo. A competição terá um total de seis baterias de 40 minutos, onde cada grupo participará de duas baterias, com cada equipe alternando entre surfar e pilotar o jet ski.

As duas melhores ondas de um surfista, após participar de ambas as baterias, contarão para a sua pontuação individual total, com a melhor onda valendo o dobro de pontos. No total, a pontuação máxima individual de um surfista será de 30 pontos, já que cada onda é pontuada de 1 a 10 pontos. Os surfistas serão premiados em várias categorias ao final do dia de competição.

Os sorteios das baterias serão compartilhados mais perto do início do evento, à medida que os atletas confirmam sua participação. A competição terá a participação de cinco brasileiros entre as duplas – Lucas Chianca, Pedro Scooby e Rodrigo Koxa – , mais dois surfistas do Brasil que representam outros países, é o caso de Éric Rebière, pela França, e Ian Cosenza, por Portugal.

Convidados para o Nazaré Big Wave Challenge:

Equipe 1: Lucas Chianca (BRA) e Kai Lenny (HAW)

Equipe 2: Nic von Rupp (PRT) e Pedro Scooby (BRA)

Equipe 3: Andrew Cotton (GBR) e Will Skudin (USA) E

quipe 4: Rodrigo Koxa (BRA) e Kealii Mamala (HAW)

Equipe 5: João De Macedo (PRT) e Antônio Silva (PRT)

Equipe 6: Sebastian Steudtner (DEU) e Daniel Goldberg (HAW)

Equipe 7: Maya Gabeira (BRA) e Pierre Rollet (FRA)

Equipe 8: Michelle des Bouillons (BRA) e Ian Cosenza (PRT)

Equipe 9: Justine Dupont (FRA) e Éric Rebière (FRA)

Alternates:

Rafael Tapia (CHL) e Jamie Mitchell (AUS)

António Laureano (PRT) e Pierre Caley (FRA)

Benjamin Sanchis (FRA) e Jerome Sayhoun (MAR)

Jaws Big Wave Challenge

WSL Big Wave season
Paige Alms (HAW) campeã da edição de 2019 em Jaws. Foto: © WSL / Miers Cait Miers

O Jaws Big Wave Challenge apresentará o surfe de remada no formato de competição individual. Na divisão masculina, 24 competidores são divididos em quatro baterias de seis surfistas na primeira rodada. Os três surfistas com as maiores pontuações avançam para as Semifinais, que seguem o mesmo formato, e os três primeiros surfistas das Semifinais avançam para a Final. A divisão feminina segue um formato semelhante, com 12 competidoras participando de duas Semifinais de seis surfistas, e as três melhores surfistas de cada bateria avançam para a Final.

Nesta temporada, será a primeira vez que a prioridade de seis surfistas entrará em jogo em uma competição de ondas grandes. A prioridade é o sistema que controla quem tem a primeira opção de pegar uma onda. O sistema de prioridade foi solicitado pelos surfistas e é benéfico para Peʻahi, pois cria organização e adiciona segurança na formação em ondas gigantes. As baterias geralmente têm duração de 45 minutos, e os surfistas podem pegar quantas ondas desejarem, respeitando a prioridade, com um painel de cinco juízes pontuando cada onda em uma escala de 1 a 10. São contadas as duas melhores ondas de cada competidor, com a pontuação da melhor onda sendo dobrada.

Três brasileiros figuram entre os convidados para a competição: Lucas Chianca, entre os homens e Michaela Fregonese e Raquel Heckert, entre as mulheres. Os sorteios das baterias serão compartilhados mais perto do início do evento, à medida que os atletas confirmarem sua participação.

Lista de convidados:

Convidados Masculinos

1 – Billy Kemper (HAW)

2 – Ian Walsh (HAW)

3 – Nathan Florence (HAW)

4 – Kai Lenny (HAW)

5 – Makua Rothman (HAW)

6 – Lucas Chianca (BRA)

7 – Russell Bierke (AUS)

8 – Nic von Rupp (PRT)

9 – Eli Olson (HAW)

10 – Torrey Meister (HAW)

11 – Koa Rothman (HAW)

12 – Nic Lamb (USA)

13 – Grant Baker (RSA)

14 – Jamie Mitchell (AUS)

15 – Albee Layer (HAW)

16 – Tyler Larronde (HAW)

17 – Jojo Roper (USA)

18 – Ty Simpson-Kane (HAW)

19 – Matt Bromley (RSA)

20 – Francisco Porcella (ITA)

21 – Trevor Carlson (HAW)

22 – Tom Lowe (GBR)

23 – Aaron Gold (HAW)

24 – Greg Long (USA)

Convidadas Femininas

1 – Paige Alms (HAW)

2 – Felicity Palmateer (AUS)

3 – Annie Reickert (HAW)

4 – Keala Kennelly (HAW)

5 – Emily Erickson (HAW)

6 – Michaela Fregonese (BRA)

7 – Bianca Valenti (USA)

8 – Skylar Lickle (HAW)

9 – Justine Dupont (FRA)

10 – Raquel Heckert (BRA)

11 – Laura Enever (AUS)

12 – Izzy Gomez (COL)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias