Publicidade:

Wing Surf cresce e ganha adeptos em todo mundo

O Wing Surf não é exatamente uma novidade. Criado na década de 80 por velejadores de windsurf, esta pipa, semelhante às de kitesurf, só que bem menor e mais simples, ganhou uma repaginada e ganha cada vez mais adeptos em todo mundo.

No início, a proposta dessa vela era a de oferecer uma alternativa para quem queria experimentar outras formas de deslizar pelas águas, fundamentalmente pensando na diversão ao invés da performance.

No entanto, a evolução do esporte tem sido incrivelmente rápida, e hoje vemos caras como o cabo-verdiano Wesley Brito executando manobras inacreditáveis com um wing foil.

O equipamento é relativamente fácil de montar. Não possui linhas, barras ou mastros. Apenas um sistema de alças para as mãos e a opção de conexão de um leash de segurança ligado ao punho do praticante.

Veja também

+ Em Jaws, Kai Lenny “voa baixo” usando um wing surf

+ Skimboard no Surf Ranch de Kelly Slater

+ May day! Assista aos melhores wipeouts de foil

Tudo que você tem a fazer é inflar a pipa e ir para à água. Simplicidade é o conceito por trás disso.

O tamanho de uma vela padrão varia em torno de quatro metros quadrados, e gera energia suficiente para impulsionar um adulto sobre a prancha.

Embora seja muito mais eficaz com uma prancha que use um sistema de quilha hydrofoil (de acordo com os adeptos, bastam 12 nós de vento para a brincadeira começar), ele também pode ser usado por praticantes de SUP, kitesurf, skates e snowboards.

Também é muito divertido usar o Wing em uma prancha de SUP. Ela funciona tanto no upwind como no downwind”, observa o water man havaiano Robby Naish, um dos maiores difusores da modalidade.

De acordo com os fabricantes, não é necessário o uso de um trapézio ligando o praticante à vela porque há pouca resistência e basta um pequeno deslocamento na posição da pipa de Wing para minimizar o atrito provocado pelo vento.

Toda a estrutura do Wind Surf é flexível e extremamente leve. O leash preso ao pulso garante que a pipa, quando solta, não vá a lugar nenhum.

A vela inflável também apresenta alças macias posicionadas ao longo de todo o centro da asa, remendos reforçados com kevlar na borda de ataque, e ela, quando desinflada, pode ser embalada rapidamente em uma pequena mochila.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias