s2pvAI0oIEA

Vídeo recém-publicado traz novas imagens das ondulações gigantes que atingiram Teahupoo nos dias próximos ao Tahiti Pro. Assista!

Por Redaçaão HC

Os dias que cercaram a etapa de Teahupoo do Circuito Mundial da WSL foram, felizmente, dias de altas ondas no pico. Ou talvez nem tão felizmente, já que para a grande maioria dos surfistas — incluindo aí alguns dos mais bem ranqueados do CT — , estava grande até demais.

Durante o campeonato, alguns se destacaram e surfaram à vontade em uma ondulação que tinha muito mais direção de oeste do que se costuma ver por ali. O resultado era a onda explodindo abruptamente muito mais próxima do canal, dobrando a onda num ângulo que dificultava um pouco a saída dos tubos.

Veja também:
Entrevista Lucas Chumbo: “Teahupoo é a onda mais sinistra do mundo!”
Tops aproveitam day-off para free surf de alto nível em Peniche. Assista
Carlos Burle lança 3ª temporada de Gigantes do Surfe nesta quinta em SP

O vídeo Tahiti Sessions, da Red Bull, mostra a ondulação anterior a essa, quando boa parte dos big riders mais insanos do mundo estavam ali para surfar sem os limites da competição. Vai quem quer, disputa onda (se precisar), entra nas maiores, sobrevive se conseguir e a nota é o sorriso da galera no canal.

Lucas Chumbo, para surpresa de pouquíssimas pessoas, foi um dos destaques dessas sessões, mesmo surfando em Teahupoo pela primeira vez na vida. Os locais Ariihoe Tefaafana e Kauli Vaast também pegaram algumas bombas, assim como os gringos Jack Robinson e Nathan Florence, entre outros.

Assista ao vídeo e relembre um poderoso swell, que, como diz o antigo ditado, separou criança de gente grande.