23.1 C
Hale‘iwa
sábado, 13 abril, 2024
23.1 C
Hale‘iwa
sábado, 13 abril, 2024

Vídeo explora ondas lendárias que desapareceram

O surf é um esporte que depende 100% da natureza. Cada onda é única, moldada por fatores naturais que vão desde a formação do fundo do oceano até a influência do vento e das marés. Diante disso, algumas mudanças podem fazer com que picos icônicos simplesmente desapareçam. Isso é o que o vídeo “Vanished Surf Spots: The Best Waves No Longer in Existence” [Locais de Surf Desaparecidos: As Melhores Ondas que Não Existem Mais, em tradução], recentemente divulgado por Dan Harmon, explora.

Ao longo dos oito minutos da produção, Harmon conduz uma investigação sobre locais que, em algum momento, foram destinos reverenciados por surfistas. Bruce’s Beauties, na Eastern Cape, África do Sul, é um desses casos, onde o desenvolvimento costeiro modificou drasticamente as condições de surf. Jardim do Mar, na Ilha da Madeira, em Portugal, viu sua onda se tornar raríssima após a construção de um muro de contenção. Kirra, em Queensland, na Austrália, experimentou dramáticas mudanças após a instalação de um sistema de dragagem.

Sebastian Inlet, Flórida, Estados Unidos, uma vez conhecida por suas ondas consistentes, agora quase não quebra devido à ampliação de um cais. Killer Dana, na Califórnia, é outro exemplo mencionado, onde a construção de um porto em 1966 interrompeu para sempre as clássicas condições de surf. Kitaizumi Beach, Fukushima, Japão, não pode ser surfada devido à radiação do desastre nuclear.

Do outro lado do globo, em Northern Baja, México, a região que já abrigou a famosa onda de Harry’s também é destaque no vídeo. A onda não existe mais devido à construção de um terminal de gás.

No contexto brasileiro, embora não abordado diretamente no vídeo, também existem casos de ondas que desapareceram ou se modificaram drasticamente. O caso mais recente, a emblemática onda de Regência, no Espírito Santo, viu suas condições alteradas pelos impactos ambientais resultantes do desastre da barragem de Samarco, no Fundão. A antiga onda junto ao Píer de Ipanema, que foi formada artificialmente devido a construção da estrutura, também é outro exemplo de onda que ficou no passado.

Em um mundo onde as mudanças climáticas e a ação humana moldam constantemente a geografia costeira, o vídeo destaca a vulnerabilidade dos picos de surf.

+ Brasil terá mais um integrante no CT em 2024

Assista abaixo ao vídeo para uma compreensão mais profunda de como o surf, sendo um esporte que depende totalmente da natureza, é intrinsecamente conectado às transformações do meio ambiente:

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias