Publicidade:

Vans Duct Tape Invitational: Chloé Calmon é a única brasileira “viva” na competição

O Vans Duct Tape Invitational definiu os semifinalistas da segunda etapa do World Surf League (WSL) Longboard Tour 2022 na Califórnia, Estados Unidos. A sexta-feira foi um dia só para os melhores do mundo nos pranchões competirem nas ondas de Huntington Beach e três surfistas da Califórnia e um do Havaí vão disputar o título.

Já a quarta etapa do WSL Challenger Series retorna neste sábado, com as quartas de final do Vans US Open of Surfing começando às 7h30 na Califórnia, 11h30 no Brasil, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

O brasileiro João Chianca disputa a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan. Após esse duelo, serão iniciadas as oitavas de final femininas do Vans Duct Tape Invitational, com as duas únicas sul-americanas, a brasileira Chloé Calmon e a peruana Maria Fernanda Reyes, se enfrentando na terceira bateria. As duas decidiram o título sul-americano da WSL Latin America no Saquarema Surf Festival de 2021 e a carioca foi a campeã.

VANS Duct Tape Invitational
Largada da prova de remada, revivendo uma tradição antiga dos campeonatos de surf. Foto: Kenny Morris/World Surf League)

Elas não competiram na sexta-feira, que praticamente só teve competição masculina em Huntington Beach. Foi realizada apenas a repescagem feminina e o dia prosseguiu com os homens disputando as oitavas e as quartas de final, com quatro competidores dos Estados Unidos vencendo as últimas baterias. O tricampeão mundial Taylor Jensen ganhou a primeira do sul-africano Steven Sawyer e vai enfrentar Kaimana Takayama, que venceu o duelo californiano com Kevin Skvarna.

Na sequência, aconteceu outro confronto norte-americano na terceira quarta de final, com Justin Quintal batendo Tosh Tudor com os recordes do Vans Duct Tape Invitational, nota 9,00 e 16,50 pontos. Seu adversário na segunda semifinal no domingo, será o havaiano Kaniela Stewart, que eliminou o australiano Declan Wyton para assumir a vice-liderança no ranking do WSL Longboard Tour. Os líderes perderam nas oitavas de final e ficaram em nono lugar.

ANS Duct Tape Invitational
Tricampeão mundial Taylor Jensen barrou o brasileiro Jefson Silva nas oitavas de final. Foto: @WSL / Beatriz Ryder

O australiano Harrison Roach, campeão da primeira etapa em Sidney, foi barrado por Tosh Tudor, mas continua na frente. Já o inglês Ben Skinner, vice-campeão na Austrália, perdeu para Kaimana Takayama e já foi ultrapassado por Kaniela Stewart. Nas oitavas de final, também caíram os dois últimos representantes da América do Sul, com Jefson Silva e Lucas Garrido Lecca marcando 1.575 pontos no ranking, pela nona colocação em Huntington Beach.

O brasileiro Jefson batalhou até o fim, mas foi derrotado pelo tricampeão mundial Taylor Jensen, por uma pequena diferença de 12,67 a 11,87 pontos. Já o peruano Lucas foi batido na bateria que Kevin Skvarna fez a melhor apresentação do dia até ali, totalizando 15,13 pontos com notas 7,90 e 7,23. Estas marcas só foram batidas nas quartas de final, com o campeão mundial de 2019, Justin Quintal, fazendo os recordes do evento, 16,50 pontos e nota 9,0.

BATERIA SUL-AMERICANA – Jefson Silva e Lucas Garrido Lecca tinham se classificado em uma bateria 100% sul-americana na repescagem, completada pelo bicampeão mundial Phil Rajzman. Jefson fez uma boa escolha de ondas, que abriram paredes mais longas para mostrar suas manobras clássicas dos pranchões. Ele garantiu a vitória com notas 6,00 e 7,00 em duas seguidas. O peruano também surfou bem uma onda que valeu 6,17 para ficar com a última vaga para as oitavas de final, superando Phil Rajzman por 11,40 a 9,40.

Infelizmente, Jefson Silva não conseguiu repetir o bom desempenho nas oitavas de final contra Taylor Jensen. O norte-americano foi campeão mundial em 2011, 2012 e 2017 e é o único que pode igualar esse ano, o recorde de quatro títulos que Nat Young conseguiu nos primeiros anos da disputa do Mundial de Longboard profissional. O australiano ganhou o primeiro em 1986 e mais três consecutivos em 1988, 1989 e 1990.

BATERIAS DO SÁBADO EM HUNTINGON BEACH:

VANS US OPEN OF SURFING – WSL CHALLENGER SERIES:

07h35: QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pts:
1.a: Macy Callaghan (AUS) x Amuro Tsuzuki (JPN)
2.a: Caroline Marks (EUA) x Molly Picklum (AUS)
3.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) x Bronte Macaulay (AUS)
4.a: Caitlin Simmers (EUA) x Sophie McCulloch (AUS)

09h35: QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pts:
1.a: Ezekiel Lau (HAV) x Liam O´Brien (AUS)
2.a: Lucca Mesinas (PER) x Eithan Osborne (EUA)
3.a: Evan Geiselman (EUA) x Joel Vaughan (AUS)
4.a: Ryan Callinan (AUS) x João Chianca (BRA)

VANS DUCT TAPE INVITATIONAL – WSL LONGBOARD TOUR:

11h35: OITAVAS DE FINAL – Derrota=9.o lugar com 1.575 pontos:
1.a: Alice Lemoigne (FRA) x Kaitlin Mikkelsen (EUA)
2.a: Avalon Gall (EUA) x Sally Cohen (HAV)
3.a: Chloé Calmon (BRA) x Maria Fernanda Reyes (PER)
4.a: Kelis Kaleopaa (HAV) x Lindsay Steinriede (EUA)
5.a: Honolua Blomfield (HAV) x Hiroka Yoshikawa (JPN)
6.a: Tully White (AUS) x Sophia Culhane (HAV)
7.a: Soleil Errico (EUA) x Mason Schremmer (EUA)
8.a: Natsumi Taoka (JPN) x Rachael Tilly (EUA)

Domingo às 8h35: SEMIFINAIS – 3.o lugar com 3.042 pontos:
1.a: Taylor Jensen (EUA) x Kaimana Takayama (EUA)
2.a: Kaniela Stewart (HAV) x Justin Quintal (EUA)

RESULTADOS DA SEXTA-FEIRA EM HUNTINGTON BEACH:

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 2.282 pontos:
1.a: Taylor Jensen (EUA) 13,00 x 11,53 Steven Sawyer (AFR)
2.a: Kaimana Takayama (EUA) 10,90 x 9,23 Kevin Skvarna (EUA)
3.a: Justin Quintal (EUA) 16,50 x 5,87 Tosh Tudor (EUA)
4.a: Kaniela Stewart (HAV) 13,17 x 10,83 Declan Wyton (AUS)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com 1.575 pontos:
1.a: Steven Sawyer (AFR) 11,84 x 11,10 Kai Sallas (HAV)
2.a: Taylor Jensen (EUA) 12,67 x 11,87 Jefson Silva (BRA)
3.a: Kaimana Takayama (EUA) 11,97 x 10,60 Ben Skinner (ING)
4.a: Kevin Skvarna (EUA) 15,13 x 10,97 Lucas Garrico Lecca (PER)
5.a: Tosh Tudor (EUA) 11,54 x 10,60 Harrison Roach (AUS)
6.a: Justin Quintal (EUA) 14,23 x 11,30 Cole Robbins (EUA)
7.a: Kaniela Stewart (HAV) 13,93 x 11,00 Taka Inoue (JPN)
8.a: Declan Wyton (AUS) 11,90 x 10,66 Tony Silvagni (EUA)

TERCEIRA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar com 800 pts:
1.a: 1-Tony Silvagni (EUA)=12.27, 2-Taka Inoue (JPN)=11.30, 3-João Dantas (PRT)=9.77
2.a: 1-Jefson Silva (BRA)=13.00, 2-Lucas Garrido Lecca (PER)=11.40, 3-Phil Rajzman (BRA)=9.40

TERCEIRA FASE – 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=17.o lugar com 800 pts:
1.a: 1-Avalon Gall (EUA)=11.40, 2-Sophia Culhane (HAV)=10.23, 3-Karina Rozunko (EUA)=6.50
2.a: 1-Tully White (AUS)=11.16, 2-Sally Cohen (HAV)=5.50, 3-Zoe Grospiron (FRA)=5.44

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias