Publicidade:

Trekinho fala sobre briga: “Cada um é responsável por sua atitude”

Marcelo Trekinho falou sobre episódio entre Michael Rodrigues e Tanner Hendrickson e rebateu críticas: “Cada um é responsável por suas atitudes. Resolvam vocês dois”

Por Redação HC

Marcelo Trekinho também se pronunciou sobre a briga entre Michael Rodrigues e Tanner Hendrickson, presenciada por ele e Gabriel Pastori, entre outros, e registrada durante as filmagens de um programa ao vivo da dupla para o Canal Off.

Assim como Pastori, Trekinho foi criticado por alguns internautas em fóruns e redes sociais. Os críticos entendem que o brasileiro poderia ter interferido em favor de seu compatriota.

Veja aqui: o vídeo da briga entre Michael Rodrigues e Tanner Hendrickson

No vídeo, fica claro que Trekinho tenta separar os dois, mas é impedido por outros locais havaianos, que estavam cercando a situação. Ele ficou ao lado de Michael enquanto este trocava socos com Tanner.

Em seu depoimento, Trekinho explicou, assim como Pastori, que não sabia da desavença entre os dois e que não tinha “nada a ver” com a situação. Ele ainda afirma que, se não fosse a presença da equipe do Off ali na hora, a coisa poderia ter sido muito pior para Michael.

Ele também afirma que desconhecia qualquer história sobre o desentendimento entre os dois, contrariando a tese divulgada pela revista australiana Stab, de que Trekinho e Pastori teriam incitado o encontro e a briga.

Leia aqui a versão de Gabriel Pastori sobre a briga entre Michael e Tanner

Leia abaixo o depoimento de Marcelo Trekinho na íntegra:

Tô aqui pra reportar o que aconteceu ontem. Infelizmente teve uma briga durante o nosso ao vivo. A gente começou a gravar em Pipeline, vimos o Michael Rodrigues. Por acaso, a gente não combinou com ele de participar. Ele estava na praia. 

A gente começou a trocar ideia com o Michael, veio uma pergunta, falando se alguém já tinha sido expulso de Pipeline. A gente começou a falar sobre isso, o tema virou esse. E enquanto a gente tava subindo as escadas, eu tava falando com o Michael sobre uma briga que arrumou pela internet com um pessoal do Rio, um pessoal que surfa as lajes, que eles não tinham gostado de um comentário dele. Era esse o assunto.

Não tinha noção que ele era brigado com o Tanner. Eles arrumaram essa briga tem mais de um ano, que eles vêm se estranhando em baterias em outros lugares do mundo e resolveram brigar aqui no Havaí. O moleque tava esperando ele subir a escadinha ali.

Eu fiquei tentando o tempo inteiro apartar a briga, mas não deixavam. Falavam que aquilo ali era um problema deles dois, que eles estavam resolvendo ali. Ninguém separou a briga, ninguém, entrou, ninguém juntou o Michael.

Eu ali tentando, verbalizando o tempo inteiro que já era suficiente, o moleque já tinha se dado melhor na briga. Eu só queria separar e acabar com a situação. Mas ninguém deixava entrar na briga. Ficaram os dois ali brigando e ninguém entrou. Foi mano-a-mano a parada, foi um problema que eles dois já tinha há algum tempo e resolveram brigar ali, na nossa frente. 

Eu tentei toda hora parar com a briga e o pessoal não deixou. Falaram: ‘ele só vai parar na hora que o Michael “bater”, desistir da luta. Eu falei pro Michael, ‘para Michael, acaba logo com isso’. e ele não deve ter ouvido, tava na maior adrenalina ali na hora. E foi isso, os moleques brigaram, resolveram um problema que eles tinham já há algum tempo e infelizmente a gente estava ali.

Todo mundo dizendo que o Pastori saiu correndo da situação. Ele só queria terminar a transmissão e para de gravar aquilo.

Eu fiquei o tempo inteiro ali pedindo para parar. Está rolando um áudio do Michael Rodrigues falando que a gente abandonou ele lá para apanhar… Olha só, acho que cada um é responsável pela sua atitude, irmão. Se tu arrumou um problema com o moleque, tu resolve com o moleque. 

Eu e Pastori não tínhamos nada a ver com isso, muito menos o nosso ao vivo, que estava maneiraço de fazer e agora está o maior bafafá e a gente não está conseguindo trabalhar direito.

Eu quero saber. Se eu arrumo uma confusão com um havaiano em Portugal, sei lá onde que foi, chego aqui no Havaí e o moleque quer brigar comigo. Alguém vai entrar pra separar a briga?

Pra galera que tá achando que a gente abandonou o Michael, tá aí um pouco da história do que aconteceu. O que aconteceu lá atrás, briga de Tanner e Michael, nem eu sabia, nem quero saber, isso é problema deles. Acho que cada um é responsável pela sua atitude. Resolvam vocês dois. Eu não tenho nada a ver com isso, meu programa não tem nada a ver com isso.

Eu acho que foi melhor a gente estar ali na hora, porque, mal ou bem, eu fiquei tentando o tempo inteiro separar, e acabou antes. Acho que se a gente não estivesse ali o moleque ia apanhar mais e eu tô sendo obrigado e me meter nesse problema aí… Dois moleques que estão brigando mundo afora e infelizmente a gente gravou o negócio sem querer. Sem saber.

É isso. Eles tinham o problema deles pra resolver, resolveram ali, sacou? A gente não tinha nada a ver com a parada. Infelizmente a gente presenciou. E, meu irmão, espero que todo mundo volte para suas vidas e pare de se preocupar com a vida dos outros.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias