Filipe Toledo perde para Ricardo Christie na terceira rodada do Billabong Pipe Masters e dá adeus à disputa pelo título mundial de 2019

Por Redação HC

A corrida pelo título mundial de 2019 acaba de ficar mais enxuta. Atual quarto colocado do ranking, o brasileiro Filipe Toledo foi eliminado pelo neo-zelandês Ricardo Christie na terceira rodada do Billabong Pipe Masters, na tarde desta quarta, encerrando sua participação no Championship Tour da WSL neste ano.

Filipe liderou boa parte da bateria com notas baixas — o que vinha sendo a regra do dia até o momento. Perto dos 10 minutos finais do duelo, Christie descolou uma nota acima dos 7 pontos, a melhor do dia até aquele momento, e passou à primeira posição. Filipe, mesmo com a prioridade, não conseguiu escolher uma onda capaz de lhe dar a virada.

Com a derrota, Filipe também perde a chance de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Para conquistar uma das duas vagas, ele precisaria superar Italo Ferreira ou Gabriel Medina no Pipe Masters.

Italo Ferreira venceu na primeira bateria do dia, contra seu conterrâneo potiguar Jadson André.

Willian Cardoso, na bateria anterior à de Filipe, foi eliminado por Julian Wilson, encerrando o ano na 23ª posição no ranking e, assim, dando adeus à elite mundial. Ele confirmou, após o duelo, que vai disputar o QS novamente em 2020.

Gabriel Medina, Jordy Smith e Kolohe Andino — os três outros concorrentes ao título mundial — ainda entrarão na água. Acompanhe aqui.