Publicidade:

Victor Bernardo: “Todos estão tentando ser o próximo Gabriel, Filipe ou Italo”

A lista de talentos altamente exclusiva da Album Surfboards adicionou novo nome: Victor Bernardo, 26 anos, natural do Guarujá, SP. Bernardo, baseado nos EUA desde o ano passado, se mudou para a Califórnia, e está totalmente dedicado ao freesurf e a “surfar as melhores ondas do mundo se divertindo com os seus amigos”, como ele mesmo diz.

VEJA: Victor Bernardo nos expressos de Maresias e do Guarujá

A Stab entrevistou Bernardo e abaixo você confere alguns trechos da conversa. A revista australiana também publicou um vídeo com Bernardo surfando de Album, com a seguinte pergunta como título: “Seu novo freesurfer favorito?”. Para nós, Victor Bernardo é um de nossos surfistas favoritos desde sempre.

Solta o vídeo:

“Aprendi a surfar na prancha do meu pai aos quatro anos e foi assim que me apaixonei pelo surf. Ele trabalhou duro para conseguir minha primeira prancha da Big Wave Surfboards quando eu tinha seis anos. Participei do meu primeiro campeonato com essa idade. Lembro que era um dia chuvoso na Praia do Tombo e as ondas estavam grandes e bagunçadas. Tive uma bateria horrível e perdi, mas sabia que poderia fazer melhor.

Eventualmente, comecei a me sair melhor em concursos nos anos seguintes e foi quando o Hang Loose entrou em cena e me patrocinou. Foi um sonho porque Fabio Gouveia, meu surfista favorito de todos os tempos, também surfou por eles. De repente eu estava viajando com ele, filmando e me divertindo surfando dentro e fora das competições.”

Bernardo contou que o acordo com a Album aconteceu “no nada”, como uma grande surpresa, em uma época em que ele estava trabalhando muito surfando duas ou três vezes por mês.

Ele também falou um pouco sobre os surfistas de competição.

“Acho que muitos surfistas competitivos levam isso muito a sério e é aí que a coisa perde o apelo. Quando você aparece em um evento de QS, muitas pessoas nem dizem oi para você. A competição ocorre entre quando as buzinas tocam e não mais. Não gostei do fato de certas pessoas não poderem deixá-la na água.”

Será que vamos vê-lo nas competições? Bernardo é categórico na resposta:

“Não tão cedo. Estou muito ocupado surfando as melhores ondas do mundo e me divertindo muito com meus amigos. Mal posso esperar para fazer uma viagem com meu pai e trazer algumas pranchas diferentes para nós surfarmos.”

Ele menciona o fato de que o freesurf é como algo quase em extinção no Brasil.

“Acho que todos estão tentando ser o próximo Gabriel, Filipe ou Italo. Isso é tudo o que os patrocinadores no Brasil também querem. Freesurf não é realmente uma moeda.”

Bernardo prossegue falando sobre quem são os surfistas que ele admira; o que ele acha das pranchas Album e mais.

+++ Vídeo Bônus; assista abaixo a “June Rituals”: 

Leia aqui a entrevista na íntegra.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias