28 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
28 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Surf City El Salvador Pro 2023 começa nas ondas de La Libertad

O Surf City El Salvador Pro 2023 deu a largada neste sábado, na última parada do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) antes do Vivo Rio Pro apresentado por Corona em Saquarema. A etapa brasileira começa no dia 23 de junho na Capital Nacional do Surf. Nas direitas de Punta Roca, em La Libertad, os campeões mundiais Filipe Toledo e Italo Ferreira e Tatiana Weston-Webb, estrearam com vitórias, depois João Chianca, Gabriel Medina e Caio Ibelli, passaram pela repescagem. Yago Dora foi a única baixa da seleção brasileira no primeiro dia.

Os classificados nas duas rodadas da competição masculina, vão se enfrentar nas oitavas de final, enquanto as que venceram suas baterias na primeira fase feminina, como Tatiana Weston-Webb, passaram direto para as quartas de final. A sua próxima adversária será definida na repescagem, que pode abrir o domingo em Punta Roca. A primeira chamada foi marcada para as 6h15 em El Salvador, 9h15 no horário de Brasília.

+ Assista ao El Salvador Pro em Punta Rocas ao vivo neste domingo

Na categoria masculina, seis brasileiros já estão escalados nas oitavas de final. O vice-líder do ranking, João Chianca, aproveitou a segunda chance de classificação derrotando o surfista de El Salvador, Bryan Perez. Ele vai disputar a primeira vaga para as quartas de final com o havaiano Ian Gentil. Italo Ferreira entra na segunda bateria com o australiano Callum Robson e Filipe Toledo na terceira com o indonésio Rio Waida. Depois, tem Caio Ibelli com o australiano Connor O´Leary na sexta bateria e Gabriel Medina fecha as oitavas de final enfrentando o havaiano Barron Mamiya.

O tricampeão mundial estreou junto com Italo Ferreira, que venceu o sexto confronto do sábado nas direitas de 3-5 pés de Punta Roca, por 13,33 pontos. O australiano Liam O´Brien ficou em segundo com 10,66 e Medina em terceiro com 7,17. Na repescagem, ele enfrentou Kelly Slater pela 21.a vez em baterias do CT e aumentou para 15 o número de vitórias sobre o maior ídolo do esporte. A última derrota de Medina para Slater foi em 2015, nas quartas de final em Jeffreys Bay, na África do Sul. A nota 7,50 da melhor onda do brasileiro em Punta Roca, decidiu a classificação para as oitavas de final por 13,20 a 10,60 pontos.

“Não existem baterias fáceis no CT”, destacou Gabriel Medina. “Eu sempre tenho grandes batalhas com o Kelly (Slater) e o respeito bastante, porque sei que ele é capaz de conseguir notas altas em qualquer onda. Hoje de manhã, na minha primeira bateria, eu só consegui pegar uma onda boa, então agora me sinto bem melhor por ter conseguido surfar mais. Espero que tenhamos mais ondas na próxima bateria e eu só quero continuar avançando”.

Com a passagem de Griffin Colapinto para as oitavas de final do Surf City El Salvador Pro, João Chianca precisa chegar nas semifinais, para ultrapassar os 38.410 pontos já garantidos pelo norte-americano no ranking do CT. Filipe Toledo só consegue isso se chegar na grande final e Ethan Ewing apenas com a vitória nesta sétima etapa da temporada 2023. Jack Robinson também tinha chance, mas já foi eliminado e até perdeu a quinta posição no ranking para Gabriel Medina, que estava em sexto lugar.

WSL FINALS – Medina agora já começa a defender vaga no grupo dos top-5 do ranking, que vai disputar o título mundial no Rip Curl WSL Finals, em Trestles, na Califórnia. Ele passa a ser o terceiro brasileiro nessa lista e também entra na briga direta por uma das duas vagas do Brasil para os Jogos Olímpicos de Paris 2024, com João Chianca e Filipe Toledo. E ainda tem Italo Ferreira se aproximando, subindo da 11.a para a 9.a posição no ranking com a passagem para as oitavas de final em El Salvador.

Na categoria feminina, Tatiana Weston-Webb já confirmou seu nome para disputar as medalhas dos Jogos de Paris nos tubos de Teahupoo, no Taiti. A única brasileira na elite da WSL, ganhou a última batalha por vaga direta para as quartas de final do Surf City El Salvador Pro, derrotando a havaiana Bettylou Sakura Johnson e a australiana Molly Picklum. Tatiana agora aguarda a realização da repescagem, para saber quem vai enfrentar nas quartas de final.

O Surf City El Salvador Pro apresentado por Corona é realizado com patrocínios da Surf City, Corona, Shiseido, Red Bull, YETI, Surfline, True Surf e Tokash. Todas as etapas do WSL Championship Tour 2023 são transmitidas ao vivo nos canais SporTV Globoplay e pelo WorldSurfLeague.com e Aplicativo da WSL.

Highlights do dia:

RESULTADOS DO SÁBADO NO SURF CITY EL SALVADOR PRO 2023:

PRIMEIRA FASE – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Segunda Fase:
1.a: 1-Ethan Ewing (AUS)=15.37, 2-Kelly Slater (EUA)=11.60, 3-Matthew McGillivray (AFR)=11.17
2.a: 1-Filipe Toledo (BRA)=14.16, 2-Ian Gentil (HAV), 10.57, 3-Caio Ibelli (BRA)=6.06
3.a: 1-Seth Moniz (HAV)=11.73, 2-João Chianca (BRA)=11.67, 3-Jordy Smith (AFR)=11.20
4.a: 1-Griffin Colapinto (EUA)=16.20, 2-Bryan Perez (SLV)=15.10, 3-Callum Robson (AUS)=12.93
5.a: 1-Connor O´Leary (AUS)=13.40, 2-Jack Robinson (AUS)=13.00, 3-Rio Waida (IND)=6.00
6.a: 1-Italo Ferreira (BRA)=13.33, 2-Liam O´Brien (AUS)=10.66, 3-Gabriel Medina (BRA)=7.17
7.a: 1-Leonardo Fioravanti (ITA)=16.50, 2-Barron Mamiya (HAV)=14.90, 3-John John Florence (HAV)=7.37
8.a: 1-Kanoa Igarashi (JPN)=15.26, 2-Ryan Callinan (AUS)=14.24, 3-Yago Dora (BRA)=7.24

SEGUNDA FASE – 17.o lugar com US$ 12.125 e 1.330 pontos:
1.a: João Chianca (BRA) 13,27 x 12,30 Bryan Perez (ELS)
2.a: Liam O´Brien (AUS) 12,60 x 8,14 Ryan Callinan (AUS)
3.a: Ian Gentil (HAV) 14,20 x 12,66 Jack Robinson (AUS)
4.a: Barron Mamiya (HAV) 11,90 x 8,84 Yago Dora (BRA)
5.a: Gabriel Medina (BRA) 13,20 x 10,60 Kelly Slater (EUA)
6.a: Callum Robson (AUS) 12,83 x 10,00 Matthew McGillivray (AFR)
7.a: Rio Waida (IDN) 14,40 x 13,16 John John Florence (HAV)
8.a: Caio Ibelli (BRA) 14,24 x 13,67 Jordy Smith (AFR)

PRIMEIRA FASE – 1.a=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Segunda Fase:
1.a: 1-Caroline Marks (EUA)=14.90, 2-Caitlin Simmers (EUA)=13.76, 3-Gabriela Bryan (HAV)=13.40
2.a: 1-Carissa Moore (HAV)=11.40, 2-Lakey Peterson (EUA)=9.60, 3-Leilani McGonagle (CRC)=6.83
3.a: 1-Stephanie Gilmore (AUS)=16.17, 2-Johanne Defay (FRA)=14.00, 3-Tyler Wright (AUS)=13.23
4.a: 1-Tatiana Weston-Webb (BRA)=12.73, 2-Bettylou Sakura Johnson (HAV)=11.80, 3-Molly Picklum (AUS)=7.83

PRÓXIMAS BATERIAS DO SURF CITY EL SALVADOR PRO:

SEGUNDA FASE – 9.o lugar com US$ 13.500 e 2.610 pontos:
1.a: Tyler Wright (AUS) x Leilani McGonagle (CRC)
2.a: Caitlin Simmers (EUA) x Bettylou Sakura Johnson (HAV)
3.a: Molly Picklum (AUS) x Johanne Defay (FRA)
4.a: Lakey Peterson (EUA) x Gabriela Bryan (HAV)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 13.500 e 3.320 pontos:
1.a: João Chianca (BRA) x Ian Gentil (HAV)
2.a: Italo Ferreira (BRA) x Callum Robson (AUS)
3.a: Filipe Toledo (BRA) x Rio Waida (IDN)
4.a: Leonardo Fioravanti (ITA) x Kanoa Igarashi (JPN)
5.a: Griffin Colapinto (EUA) x Seth Moniz (HAV)
6.a: Connor O´Leary (AUS) x Caio Ibelli (BRA)
7.a: Ethan Ewing (AUS) x Liam O´Brien (AUS)
8.a: Gabriel Medina (BRA) x Barron Mamiya (HAV)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias