25 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024
25 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024

Surf brasileiro começa forte nos Jogos Pan-Americanos do Chile

A equipe brasileira fez uma uma excelente estreia nos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023, que abriu as disputas de surf nessa terça-feira, 24 de outubro, nas geladas ondas de Punta de Lobos.

Inicialmente, estavam programadas somente baterias nas categorias Longboard masculino, Shortboard feminino e Shortboard masculino. No entanto, a direção da prova tomou a decisão de incluir todas as categorias na abertura da competição, abrangendo o Longboard feminino, SUP Surf masculino e SUP Surf feminino. Apenas as provas de SUP Race, que serão realizadas em um único dia, não foram realizadas na terça-feira.

Todos os atletas brasileiros avançaram. A única exceção veio através do shortboard masculino, em uma bateria disputada entre dois surfistas do Brasil, Krystian Kymerson e Marcos Corrêa, vencida por Krystian. Contudo, Corrêa terá nova chance na disputa pela medalha pan-americana disputando agora a fase de repescagem.

No Longboard, Carlos Bahia e Chloé Calmon avançaram em primeiro lugar nas suas respectivas baterias, enquanto Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb derrotaram a mexicana Regina Pioli e a local Jessica Anderson, respectivamente, no Shortboard feminino.

Luiz Diniz foi um dos destaques do dia. Foto: Arquivo pessoal

No SUP Surf masculino, Luiz Diniz foi um dos destaques do dia e venceu seu confronto contra Finn Spencer (CAN) e o chileno Gabriel Salazar, somando 8.17 e 7.33 para totalizar uma das maiores somatórias da rodada: 15.50 pontos. No feminino, Aline Adisaka também mostrou a força do SUP brasileiro avançando na primeira colocação no confronto contra Xiomara Bowen (ECU) e Josselyn Alabi (SAL).

NOVO CRONOGRAMA – A decisão de adiantar o cronograma das as disputas, incluindo o do SUP no primeiro dia, foi tomada com base no fato de que as condições estarão perfeitas pelos três próximos dias. Na sexta-feira, segundo a previsão, as ondas começarão a subir bastante até atingirem séries com mais de dez pés de altura durante todo o final de semana.

Sendo assim, a direção do Pan modificou o cronograma e removeu os dias 28 e 29 (sábado e domingo), mantendo a segunda-feira (30) como dia das finais e ampliando o número de baterias nestes primeiros dias, contudo, alterações podem ocorrer de acordo com a movimentação das ondas ao longo da semana.

As disputas valem classificação para as Olímpiadas de Paris 2024 na categoria shortboard. O Brasil, apesar de já ter preenchido as cotas do masculino, via WSL, com João Chianca e Filipe Toledo, pode garantir mais uma vaga no feminino, caso Silvana Lima vença a competição (lembrando que Tatiana Weston-Webb, já garantiu uma das duas vagas olímpicas do feminino também através da WSL).

Público atento às disputas na água. Foto: Heuler Andrey Santiago 2023 / Photosport

TRANSMISSÃO AO VIVO – As alterações também têm criado desafios na elaboração da programação para os canais que possuem os direitos de transmissão ao vivo, como o Time Brasil e o Cazé TV. No primeiro dia do evento, não foi possível exibir imagens ao vivo, sendo que somente as pontuações online estavam disponíveis para visualização no site oficial dos Jogos Pan-Americanos do Chile. Até o momento, somente as finais, reagendadas para segunda-feira (30) serão transmitidas ao vivo.

Baterias dessas quarta-feira (25)

Round 2 do Longboard masculino

8h23 – Carlos Bahia (BRA), Rafael Cortéz (CHI) e Martin Perez (ARG)

Round 2 do Longboard feminino

09h09 – Chloé Calmon (BRA), Agostina Pellizzari (ARG) e Olivia Stokes (CAN)

Repescagem masculina do Shortboard

11h04 – Marcos Corrêa (BRA) x José Joaquin Lopez (VEN)

Round 2 do SUP Surf feminino

14h31 – Aline Adisaka (BRA) e Maria Lagos (CHI)

Round 2 do SUP Wave masculino

14h54 – Luiz Diniz (BRA) Max Torres (PRI) e Tamil Martino (Per)

Equipe brasileira de surf nos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023:

Surf Shortboard Feminino: Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima.

Surf Shortboard Masculino: Krystian Kymerson e Marcos Correa.

Longboard Feminino: Chloe Calmon.

Longboard Masculino: Carlos Bahia.

Stand up paddle surfe Feminino: Aline Adisaka.

Stand up paddle surfe Masculino: Luiz Diniz.

Stand up paddle corrida Feminino: Lena Guimarães Ribeiro.

Stand up paddle corrida Masculino: David Leão.

 

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias