22 C
Hale‘iwa
quinta-feira, 18 abril, 2024
22 C
Hale‘iwa
quinta-feira, 18 abril, 2024

Brasil garante as duas vagas olímpicas em jogo no ISA Games

Neste domingo (3), o surf brasileiro escreveu mais um capítulo de sucesso em Porto Rico durante o ISA Games 2024, consolidando sua presença nas Olimpíadas de Paris com mais duas vagas garantidas. Gabriel Medina e Tatiana Weston-Webb foram os protagonistas do feito.

O tricampeão mundial, em uma atuação impressionante, sagrou-se campeão do ISA Games, conquistando não apenas o título, mas também a tão desejada vaga para Paris 2024. O caminho até a vitória não foi fácil, exigindo do brasileiro um desempenho consistente, além de uma combinação específica de resultados.

+ Vaga para Medina em Paris 2024 aproxima Brasil do ouro

Para garantir a vaga olímpica, Medina necessitava ser campeão e torcia para que os franceses Kauli Vaast e Joan Duru não terminassem na segunda colocação. O brasileiro obteve uma nota 9 no início da final, assumindo a liderança. Contudo, o marroquino Ramzi Boukhiam tomou a ponta com 13 minutos restantes. O que parecia ser um revés para Medina transformou-se em uma virada épica. Faltando cinco minutos para o fim da bateria, o tricampeão recuperou a primeira colocação aumentando seu somatório para 16,40 e, com a colaboração de Boukhiam, que ficou em segundo lugar, assegurou sua vaga nas Olimpíadas de Paris.

No cenário feminino, Tatiana Weston-Webb, já com vaga garantida para Paris 2024, desempenhou um papel essencial na conquista do slot extra para o Brasil. Na final, enfrentou desafios significativos, chegando a ocupar a última posição. No entanto, a surfista brasileira mostrou sua resiliência ao dar a volta por cima e assumir a liderança.

Apesar da forte competição, nos momentos finais, Sally Fitzgibbons conseguiu ultrapassar Weston-Webb. Mesmo assim, vice-campeonato assegurou uma vaga olímpica adicional para o surf feminino brasileiro. Luana Silva será a beneficiada, com o time sendo completado por Tati e Tainá Hinckel.

Com os resultados de Gabriel Medina e Tatiana Weston-Webb, o Brasil chega a um total de seis surfistas classificados para as Olimpíadas de Paris 2024, o número máximo possível. Além dos já garantidos Filipe Toledo, João Chianca e Tatiana Weston-Webb, que asseguraram suas vagas pelo Circuito Mundial da WSL, agora se juntam Gabriel Medina, Luana Silva e Tainá Hinckel, formando uma equipe brasileira forte em busca de medalhas.

O Brasil cumpriu sua missão durante o evento em Porto Rico, reforçando sua presença no cenário internacional do surf também como equipe. Agora, com a confirmação de seis surfistas nas Olimpíadas, a torcida verde e amarelo segue forte para competir no evento olímpico em Teahupoo, programado para ocorrer de 27 a 30 de julho.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias