28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024

Saquarema Surf Festival 2024 começa nesta segunda-feira

A partir desta segunda-feira, 15 de abril, a Praia de Itaúna recebe a quarta edição do Saquarema Surf Festival 2024, em memória a Leo Neves apresentado pela Prefeitura de Saquarema, competição válida pelo QS 5000 masculino e pelo Circuito Banco do Brasil de Surfe. A etapa com status máximo do Qualifying Series será disputada por 118 surfistas de 8 países, enquanto o QS 5000 feminino só começa na quarta-feira, junto com a categoria Pro Junior Sub-20. Já a largada do Longboard está agendada para a quinta-feira. Todas as seis competições do maior Festival de Surfe da América Latina, marcam pontos nos rankings regionais da WSL South America.

O QS 5000 do Saquarema Surf Festival será a segunda etapa do Circuito Banco do Brasil de Surfe 2024 e também da temporada 2024/2025 da WSL South America. A primeira rolou em Torres, no Rio Grande do Sul, com os catarinenses Matheus Navarro e Laura Raupp largando na frente na corrida pelos títulos sul-americanos, nos rankings que classificam 7 homens e 3 mulheres para o Challenger Series, circuito de acesso para a elite do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT). Os campeões na Praia dos Molhes, vão defender as lideranças no Maracanã do surfe brasileiro.

+ Brasileiros têm boa estreia na abertura masculina do Margaret River Pro 2024

A segunda-feira será iniciada com uma triagem de surfistas do Rio de Janeiro, que vai indicar os dois últimos participantes do QS 5000. Depois acontecem as 4 baterias da primeira fase, as 8 da segunda e mais 4 das 16 da terceira rodada masculina. Dos 118 participantes de 8 países do QS 5000 masculino, 48 estrearão no primeiro dia, sendo 39 do Brasil, 3 do Peru, 3 da Argentina, 1 do Chile e até 1 dos Estados Unidos e 1 da Polônia.

Saquarema Surf Festival 2024
Lucas Chumbo competindo no Saquarema Surf Festival do ano passado. Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports

Uma das atrações desta segunda-feira será o campeão mundial de ondas gigantes da WSL, Lucas Chumbo Chianca. Ele está escalado na primeira bateria da segunda fase, junto com Noah Machado e Amando Tenório. O quarto adversário será o vencedor do confronto entre Niccolas Padaratz, Odacir Nonato e Davi Reina.

Por ser a primeira e até agora única etapa de 5.000 pontos da temporada 2024/2025 da WSL South America, o resultado da competição determinará uma nova ordem no ranking regional. A vitória certamente valerá a primeira posição na disputa pelo título sul-americano e pelas vagas para o Challenger Series. O líder Matheus Navarro, vai estrear na 14.a bateria da terceira fase, então só irá competir na Praia de Itaúna na terça-feira.

Saquarema Surf Festival 2024
Matheus Navarro vencendo o Circuito Banco do Brasil de Surfe em Torres. Foto: @WSL / Daniel Smorigo

8 PAÍSES NO QS – Os 118 participantes do QS 5000 de 8 países – 100 do Brasil, 5 do Peru, 5 da Argentina, 2 do Uruguai, 2 do Chile, 2 do Equador, 1 dos Estados Unidos e 1 da Polonia – foram divididos em quatro fases no Saquarema Surf Festival 2024. São 12 entrando na rodada inicial, junto com os dois classificados da triagem, mais 24 na segunda fase, 48 na terceira, com os 32 cabeças de chave mais bem colocados no ranking da WSL, estreando somente nas 16 baterias da quarta rodada da competição.

Na lista destas principais estrelas do evento, estão o atual campeão sul-americano, Mateus Herdy, Lucas Silveira, Edgard Groggia e Rafael Teixeira, que também vão disputar o Challenger Series esse ano. Tem também o filho do Leo Neves, Valentin Neves, o vice-campeão do Circuito Banco do Brasil de Surfe de Torres, Mateus Sena, o peruano Alonso Correa, classificado para os Jogos Olímpicos de Paris 2024, os ex-tops da elite do CT, Peterson Crisanto e Alex Ribeiro, o campeão mundial Junior da WSL em 2019, Lucas Vicente, e o número 3 desta categoria em 2023, Leo Casal.

A surfista olímpica Tainá Hinckel vai tentar o bicampeonato em Saquarema. Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports

QS FEMININO – No QS 5000 feminino, a principal atração é a atual campeã sul-americana da WSL, Tainá Hinckel. A catarinense venceu o Saquarema Surf Festival no ano passado e vai representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Paris nos tubos de Teahupo´o, junto com Tatiana Weston-Webb, Luana Silva, Filipe Toledo, Gabriel Medina e João Chianca. Tainá conquistou sua vaga no ISA Surfing Games de Porto Rico e vem de um vice-campeonato no Circuito Banco do Brasil de Surfe em Torres (RS).

A surfista da Guarda do Embaú perdeu a final catarinense na Praia dos Molhes para a florianopolitana Laura Raupp. Tainá é a recordista de nota – 9,50 – e pontos – 17,00 – nas competições femininas da competição, marcas registradas na final do QS 5000 do ano passado, com Sophia Medina. Ela vai estrear na primeira bateria com uma grande adversária dos últimos anos, Sol Aguirre, além da também peruana Catalina Zariquiey e uma das duas surfistas de Saquarema que participam como convidadas, Kayane Reis.

Outra grande atração do QS 5000 feminino, é a maior surfista do Brasil em todos os tempos, duas vezes vice-campeã mundial no CT, Silvana Lima. A cearense está escalada na terceira bateria, em outro confronto direto entre Brasil e Peru. Silvana e Sophia Gonçalves vão disputar duas vagas para a próxima fase com Sofia Artieda e Arena Rodriguez Vargas, campeã da primeira etapa do Circuito Sul-americano Pro Junior 2024 no Peru, que vai defender a liderança no Saquarema Surf Festival.

Um total de 34 surfistas de 7 países disputará o título do QS 5000, para escrever seu nome no Troféu Leo Neves, ao lado dos campeões de 2023, Ian Gouveia e Tainá Hinckel, dos peruanos Miguel Tudela e Daniella Rosas que venceram em 2022 e do Yago Dora e Sophia Medina em 2021. São 19 candidatas do Brasil, 9 do Peru, 2 do Equador, 1 do Chile, 1 da Argentina, 1 da Venezuela e 1 do México. A maioria delas também competirão na categoria Pro Junior em Saquarema.

Gabriel Klaussner campeão Pro Junior do Saquarema Surf Festival 2023. Foto: Daniel Smorigo / 213 Sports

PRO JUNIOR – O limite de 24 participantes nesta competição para meninas com até 20 anos de idade foi esgotado. A campeã Pro Junior da competição no no ano passado, a peruana Kalea Gervasi, é uma das 8 cabeças de chave que irão estrear na segunda fase, já disputando classificação para as semifinais. Também estão nesta lista, a campeã sul-americana de 2023, Isabelle Nalu, a vencedora da primeira etapa de 2024 no Peru, Arena Rodriguez Vargas, e a número 5 do último Mundial Junior da WSL na Califórnia, Laura Raupp.

No Pro Junior masculino, que começa na quarta-feira, os 42 inscritos de 6 países foram divididos em duas fases com oito baterias cada. São 16 cabeças de chave entrando na segunda fase, disputando vagas para as quartas de final. Entre eles, estão o campeão sul-americano de 2023, Ryan Kainalo, o defensor do título do evento, Gabriel Klaussner, e os finalistas da primeira etapa de 2024 no Peru, o vencedor Rodrigo Saldanha e Guilherme Lemos. Quem ficar na primeira e segunda posições dos rankings masculino e feminino de 2024, se classificam para o Mundial Junior da WSL.

A competição será transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo canal no YouTube e Tik Tok da WSL Brasil.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias