25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024
25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024

Rumor: John John Florence vai deixar o Tour em 2024

Quem não gostaria de ver os dois irmãos Florence elevando o patamar do que é possível numa onda em performances adrenalizantes no Slab Tour?

“Vai fazer todas as etapas e dizer ‘até mais'”. Segundo o site americano Beachgrit.com, citando uma fonte que seria muito próxima do havaiano bicampeão mundial, John John Florence vai deixar o Tour em 2024. Trata-se evidentemente de um rumor, mas que faria total sentido dentro da realidade de John John no momento. Ele acabou de ser pai, sua marca de roupas necessita cada vez mais sua atenção, o irmão Nathan Florence vive o convidando para participar do Slab Tour e sua insatisfação com certos aspectos do Tour é notória.

Ainda que o referido site seja conhecido por apostar em polêmicas que nem sempre se revelam verdadeiras, suas informações de bastidores costumam ser quentes. Não se espera que John John venha a comentar o boato, e muito menos confirmá-lo. De um lado por sua natureza tranquila, de poucas palavras, e por outro, para não levantar uma polêmica desnecessária com a WSL nesse momento.

Segundo o boato circulando, a partir de 2025, John John, nesta foto competindo em The Box, no oeste da Austrália, passaria a acompanhar o irmão Nathan Florence em suas expedições em busca dos tubos mais cavernosos do planeta. Foto: WSL / Matt Dunbar.

Fato é que John John, aos 33 anos de idade, já vem dando vários indícios de estar namorando com a ideia de deixar o Tour há um bom tempo. Com a paternidade do pequenino Darwin, nascido ontem e batizado em homenagem ao célebre naturalista, geólogo e biólogo britânico, John John acrescenta à sua lista de interesses aquele que deve se tornar sua prioridade nos próximos meses e anos: acompanhar de perto o crescimento do seu filho.

A rotina de quem compete no Tour exige constantes viagens e muito tempo longe de casa, o que acaba sendo um peso grande para quem tem filhos pequenos. Como ficou explícito no recente abandono do Circuito Mundial de 2024 pelo brasileiro bicampeão mundial Filipe Toledo, que declarou repetidas vezes o quanto sofria por sentir falta da família durante as competições, essa carga pode acabar se tornando pesada demais para carregar.

Além da questão familiar, a qualidade das ondas no Circuito Mundial com certeza é outro fator que deve estar na mente de John John. Como pegar melhores ondas ao longo do ano gastando menos tempo. Com certeza não é seguindo o calendário do Tour, que depende muito do fator sorte para ter boas ondas durante as competições. Livre das restrições de datas fixas, John John poderia se movimentar ao redor do planeta em busca de ondas baseando-se apenas nas previsões de ondas.

Para que perder tempo torcendo para as ondas entrarem durante uma etapa, se ele poderia estar em outro lugar do planeta onde elas estão bombando naquele momento. Ou em casa aproveitando com a família, cuidando de suas abelhas e tirando as fotos que tanto curte.

Quem mais perderia com a saída de John John do Tour seriam os fãs do Circuito Mundial e, por consequência, a WSL. John John é sempre um dos principais atrativos em qualquer etapa, e sua rivalidade com Gabriel Medina, ainda que um tanto forçada, é uma das apostas da entidade na batalha por melhores índices de audiência e mais investimento de patrocinadores.

Já aqueles que são fãs do surf de alta qualidade, independente de acontecer dentro ou fora do Circuito Mundial, poderiam até sair ganhando se John John, fora do Tour, aceitasse o convite do irmão Nathan Florence para fazer parte contínua do Slab Tour, seu programa veiculado no YouTube, no qual ele viaja em expedições ao redor do globo buscando os tubos mais sinistros possíveis.

+John John Florence: “Quero ganhar mais títulos do que Medina”

Pode apostar que o conteúdo, que já rendeu a Nathan o título de Surfista do Ano conferido pela audiência do site Stab.com, iria ter um aumento significativo de acessos. Quem não gostaria de ver os dois irmãos elevando o patamar do que é possível numa onda em performances adrenalizantes. Quem sabe eles poderiam até convidar Gabriel Medina para uma participação especial.



Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias