26 C
Papeete
segunda-feira, 15 julho, 2024
26 C
Papeete
segunda-feira, 15 julho, 2024

Dia Internacional do Surf marca abertura de inscrições para a 1ª Reserva Nacional de Surf no Brasil

Em celebração ao Dia Internacional do Surf, comemorado em 15 de junho, o Instituto APRENDER Ecologia anunciou a chamada para a escolha da primeira Reserva Nacional de Surf no Brasil. As inscrições estarão abertas de 15 de junho a 30 de julho de 2024.

Inspiradas no National Surfing Reserves da Austrália e no Programa Mundial de Reservas de Surf, coordenado pela Save the Waves Coalition, a instituição está promovendo a criação de Reservas Nacionais de Surf. O objetivo é impulsionar o desenvolvimento sustentável e fomentar a cultura do surf em várias praias brasileiras.

“O grande diferencial da proposta do Programa Brasileiro de Reservas de Surf (PBRS) em relação aos programas internacionais é o apoio contínuo através de capacitações, monitoramento e da disponibilização, quando possível, de recursos para apoiar as atividades nas reservas. Além disso, pretendemos dar oportunidade para que mais praias possam ser designadas como Reservas de Surf”, destaca Fabricio Almeida, presidente do Instituto APRENDER Ecologia.

O Programa Mundial de Reservas de Surf, criado em 2005, já designou 12 Reservas Mundiais de Surf e realiza chamadas públicas anuais, onde praias brasileiras competem com destinos internacionais. A Guarda do Embaú, em Santa Catarina, é um exemplo de sucesso no Brasil, com iniciativas de monitoramento da qualidade da água e educação ambiental após sua designação. Outros exemplos de reservas internacionais incluem Ericeira em Portugal, Gold Coast na Austrália e Punta Lobos no Chile.

As praias candidatas ao título de reserva nacional serão avaliadas em critérios como a qualidade e consistência das ondas, características socioecológicas do ecossistema de surf, cultura e história do surf local, além do engajamento comunitário e capacidade de governança e sustentabilidade.

O PBRS adota um modelo de gestão de impacto positivo, baseado em uma abordagem ecossistêmica que enfatiza soluções integradas, descentralizadas, participativas, adaptativas e regenerativas. A iniciativa contribui para o avanço das agendas sociais, econômicas e ambientais, alinhando-se aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

+ Perfection in Paraíso: será que a Boa Vista superou a piscina do Kelly como melhor do mundo?

A chamada para a escolha da primeira Reserva Nacional de Surf no Brasil veio no contexto do Dia Internacional do Surf, celebrado em 15 de junho. A data foi criada pela ONG norte-americana de preservação oceânica, a Surfrider Foundation, em 2004 para promover a cultura do surf e chamar a atenção para a preservação dos oceanos. Este ano, o tema do Dia Internacional do Surf é “O oceano precisa de mais amigos!”, destacando a importância da proteção ambiental e do envolvimento comunitário.

Para mais informações sobre o PBRS e o processo de inscrição, visite o site www.reservasdesurf.org.br. Para saber mais sobre a Surfrider Foundation, clique aqui.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias