Publicidade:

Quatro brasileiros avançam direto para as oitavas no Surf City El Salvador Pro

Depois de três dias de espera, a quarta-feira amanheceu com ondas de 3-4 pés para dar a largada no Surf City El Salvador Pro. A seleção brasileira começou com quatro vitórias nas direitas de Punta Roca, em La Libertad. Gabriel Medina e Yago Dora estrearam com os recordes do dia e Filipe Toledo e Caio Ibelli também passaram direto para as oitavas de final. Os outros quatro vão disputar a repescagem, mas Tatiana Weston-Webb já saiu da briga pelo título desta sétima etapa do World Surf League (WSL) Championship Tour 2022.

Leia mais:

+ Yago Dora manda melhor aéreo do CT 2022? (assista)

Julgamento da WSL vira piada aberta entre Medina, Toledo e cia

Surfista de ondas grandes processa WSL depois de quase morrer afogado em Nazaré

O Surf City El Salvador Pro tem até a próxima segunda-feira para ser encerrado e três dias depois começa o prazo do da etapa de Saquarema, que vai até 30 de junho na Capital Nacional do Surf da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O evento brasileiro do CT vai abrir a reta final da batalha pelas vagas para a decisão dos títulos mundiais da temporada no Rip Curl WSL Finals em Trestles. Depois do Brasil, só tem as etapas da África do Sul e do Taiti, para definir os top-5 e as top-5 do ranking.

Na quarta-feira em El Salvador, foram disputadas dezesseis baterias no point break de direitas de Punta Roca, as oito da primeira fase masculina, as quatro da rodada inicial e mais quatro da repescagem feminina. A brasileira Tatiana Weston-Webb estreou no primeiro confronto do dia e terminou em último lugar contra a norte-americana Lakey Peterson e a havaiana Gabriela Bryan.

Tatiana Weston-Webb perdeu as duas baterias que disputou na quarta-feira (Crédito: Pat Nolan / World Surf League)

Depois, Tatiana competiu na bateria que fechou a quarta-feira e decidia a última classificação para as quartas de final do Surf City El Salvador Pro apresentado pela Corona. A brasileira novamente não achou boas ondas para mostrar o seu surfe, enquanto a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore conseguiu a sua maior nota na temporada e das mulheres nas direitas de Punta Roca, 8,73. Com ela, eliminou Tatiana Weston-Webb por 14,40 a 9,13 pontos.

Já a competição masculina começou bem para a seleção brasileira da WSL. O catarinense Yago Dora reforçou o time mais uma vez, substituindo o contundido Seth Moniz, do Havaí, como no Quiksilver Pro G-LandYago arriscou um aéreo reverse invertido incrível de frontside, voou muito alto e conseguiu completar a manobra, aterrissando com segurança. Os juízes deram nota 9,00, a maior do dia, para ele superar o australiano Ethan Ewing por 14,27 a 14,00 pontos, com o sul-africano Jordy Smith ficando em último com 10,73.

Yago Dora no aéreo nota 9,0, a maior do dia nas direitas de Punta Roca (Crédito: Thiago Diz / World Surf League)

LYCRA AMARELA – A segunda vitória brasileira foi conquistada pelo vice-campeão mundial Filipe Toledo, que está competindo com a lycra amarela de número 1 do ranking pela terceira etapa seguida. Ele também usou os aéreos para derrotar o norte-americano Nat Young e Bryan Perez, de El Salvador, por 13,83 pontos. Filipe competiu logo após Samuel Pupo ter ficado em último no confronto vencido pelo atual vice-líder do CT 2022, o australiano Jack Robinson.

Filipe Toledo após a estreia com vitória em El Salvador (Crédito: Thiago Diz / World Surf League)

Logo após a estreia vitoriosa de Filipe Toledo, o campeão mundial e medalha de ouro nas Olimpíadas, Italo Ferreira, foi mandado para a repescagem por uma pequena diferença de 11,84 a 11,17 pontos para o australiano Jackson Baker. Mas, as duas baterias seguintes foram vencidas por brasileiros. Caio Ibelli derrotou os norte-americanos Griffin Colapinto e Jake Marshall, enquanto o tricampeão mundial Gabriel Medina fez o maior placar da primeira fase, 14,50 pontos, contra Jadson André e o australiano Callum Robson.

Gabriel Medina venceu a única bateria com participação dupla do Brasil (Crédito: Pat Nolan / World Surf League)

REPESCAGEM – Enquanto Filipe ToledoGabriel MedinaCaio Ibelli e Yago Dora, já estão nas oitavas de final do Surf City El Salvador Pro, a outra metade da seleção brasileira vai tentar aproveitar a segunda chance de classificação na repescagem. Os dois conterrâneos do Rio Grande do Norte serão os primeiros a competir. Jadson André está na segunda bateria com o australiano Callum Robson e Italo Ferreira na terceira com Joshua Burke, de Barbados.

Depois, tem os irmãos Pupo disputando as últimas vagas para as oitavas de final. Miguel entra na penúltima bateria com o norte-americano Jake Marshall e o Samuel fecha a repescagem com o australiano Connor O`Leary. Quem perder agora, termina em 17.o lugar na primeira etapa do WSL Championship Tour em El Salvador, marcando apenas 1.330 pontos no ranking. E quem passar para as oitavas de final, já aumenta essa pontuação para 3.320.

Caio Ibelli passou direto para as oitavas de final em El Salvador (Crédito: Pat Nolan / World Surf League)

TRANSMISSÃO AO VIVO – O Surf City El Salvador Pro apresentado pela Corona está sendo transmitido ao vivo de Punta Roca pelo Globoplay e SporTV e WorldSurfLeague.com e Aplicativo e YouTube da WSL. O fuso horário de El Salvador é de 3 horas a menos do Brasil, então 7h00 em La Libertad, são 10h00 no fuso horário de Brasília. Esta sétima etapa do WSL Championship Tour é patrocinada por Surf City, Corona, El Salvador Tourism, SHISEIDO, Pura Vida, Red Bull, Oakley, Hydro Flask e Expedia.

RESULTADOS DA QUARTA-FEIRA EM EL SALVADOR:

CATEGORIA MASCULINA – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Segunda Fase:
1.a: 1-Yago Dora (BRA)=14.27, 2-Ethan Ewing (AUS)=14.00, 3-Jordy Smith (AFR)=10.73
2.a: 1-Kanoa Igarashi (JPN)=10.70, 2-Connor O´Leary (AUS)=10.03, 3-Carlos Munoz (CRI)=3.27
3.a: 1-Jack Robinson (AUS)=12.67, 2-Joshua Burke (BRB)=10.00, 3-Samuel Pupo (BRA)=9.93
4.a: 1-Filipe Toledo (BRA)=13.83, 2-Nat Young (EUA)=10.66, 3-Bryan Perez (SLV)=8.96
5.a: 1-Jackson Baker (AUS)=11.84, 2-Italo Ferreira (BRA)=11.17, 3-Kolohe Andino (EUA)=9.50
6.a: 1-Caio Ibelli (BRA)=12.00, 2-Jake Marshall (EUA)=10.33, 3-Griffin Colapinto (EUA)=9.60
7.a: 1-Gabriel Medina (BRA)=14.50, 2-Jadson André (BRA)=10.86, 3-Callum Robson (AUS)=4.37
8.a: 1-Barron Mamiya (HAV)=13.50, 2-Miguel Pupo (BRA)=11.93, 3-Matthew McGillivray (AFR)=10.94

CATEGORIA FEMININA – 1.a=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Segunda Fase:
1.a: 1-Lakey Peterson (EUA)=12.16, 2-Gabriela Bryan (HAV)=10.27, 3-Tatiana Weston-Webb (BRA)=7.57
2.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=11.13, 2-Carissa Moore (HAV)=10.50, 3-Tia Blanco (EUA)=8.67
3.a: 1-Isabella Nichols (AUS)=11.53, 2-Caroline Marks (EUA)=9.17, 3-Brisa Hennessy (CRI)=7.44
4.a: 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=12.87, 2-Johanne Defay (FRA)=8.50, 3-Stephanie Gilmore (AUS)=8.34

SEGUNDA FASE – Derrota=9.o lugar com US$ 13.500 e 2.610 pontos:
1.a: Carissa Moore (HAV) 15,66 x 7,84 Tia Blanco (EUA)
2.a: Johanne Defay (FRA) 13,26 x 10,47 Gabriela Bryan (HAV)
3.a: Caroline Marks (EUA) 13,30 x 10,44 Brisa Hennessy (CRI)
4.a: Stephanie Gilmore (AUS) 14,40 x 9,13 Tatiana Weston-Webb (BRA)

PRÓXIMAS BATERIAS DO SURF CITY EL SALVADOR PRO:

SEGUNDA FASE – Derrota=17.o lugar com US$ 12.125 e 1.330 pontos:
1.a: Ethan Ewing (AUS) x Bryan Perez (SLV)
2.a: Callum Robson (AUS) x Jadson André (BRA)
3.a: Italo Ferreira (BRA) x Joshua Burke (BRB)
4.a: Kolohe Andino (EUA) x Matthew McGillivray (AFR)
5.a: Griffin Colapinto (EUA) x Carlos Munoz (CRI)
6.a: Jordy Smith (AFR) x Nat Young (EUA)
7.a: Miguel Pupo (BRA) x Jake Marshall (EUA)
8.a: Connor O´Leary (AUS) x Samuel Pupo (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 20.000 e 4.745 pontos:
1.a: Johanne Defay (FRA) x Sally Fitzgibbons (AUS)
2.a: Lakey Peterson (EUA) x Courtney Conlogue (EUA)
3.a: Carissa Moore (HAV) x Caroline Marks (EUA)
4.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Isabella Nichols (AUS)

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias