Publicidade:

Protesto contra ‘megaferiado’ em SP: praia em São Sebastião recebe covas e cruzes

A Praia de Juquehy, em São Sebastião, amanheceu na última quarta-feira, 20/05, com cruzes e covas na faixa de areia.

A ação foi dos próprios moradores locais, que também escreveram mensagens como ‘Fique em casa’, em protesto contra o fluxo de turistas no litoral durante a pandemia de coronavírus.

+  PREFEITURA DE SÃO SEBASTIÃO FECHA ENTRADAS DE MARESIAS E CAMBURI

A ação tomou essas proporções após o governo de SP decretar o megaferiado na capital paulista.

Como tentativa de frear a disseminação do coronavírus e aumentar o isolamento social, a capital paulista antecipou os feriados de Corpus Christi (11 de junho) e da Consciência Negra (20 de novembro). Com a aprovação da lei de antecipação, neste ano eles serão nesta quarta (20) e quinta-feira (21). A sexta-feira (22) será ponto facultativo na capital paulista.

protesto contra megaferiado
Cruzes e covas simuladas na areia. Moradores de Juquehy em protesto contra megaferiado em SP.

O ‘megaferiado’ foi alvo de criticas e preocupação das prefeituras do litoral norte de São Paulo.

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, classificou o feriadão como ‘irresponsabilidade’.

“Me exaltei. Fiquei injuriado com essa decisão de um feriado prolongado porque eu sabia que isso ia acontecer. Turista é bom, veranista é bom, traz recurso para cidade, mas agora não é a hora”, afirmou Felipe em transmissão pelas redes sociais.

Na terça-feira (19), manifestantes incendiaram pneus e interditaram a Rio-Santos em protesto contra o ‘megaferiado’. A rodovia ficou interditada por cerca de 2h30 no trecho de Juquehy. Eles alegam que, com a antecipação dos feriados na capital, vai ter movimento de turismo para o litoral.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias