Publicidade:

Pro France entra em seu terceiro dia sem competição

Um swell gigante entrou na costa sul da França e o mar subiu bastante, ficando sem condições para surfar em todas as praias escolhidas para receber esta terceira etapa do WSL Challenger Series 2021.

Com isso, a continuação do Quiksilver Pro e do ROXY Pro France foi adiada na quinta-feira. É o terceiro dia sem competição, pois no domingo e na segunda-feira o “day-off” foi decretado por falta de ondas. A próxima chamada para a terceira fase do Quiksilver Pro e para as quartas de final do ROXY Pro foi marcada para as 8h00 da sexta-feira na França, 3h00 da madrugada no Brasil, ao vivo pelo WoirldSurfLeague.com.

“O mar está completamente insurfável, com muita turbulência, nesta manhã”, disse Travis Logie, Gerente Sênior de Circuitos e Competições da World Surf League. “A previsão já era bem clara de que quinta-feira seria assim, mas sempre existe uma chance de que o swell ou os ventos, não fiquem exatamente como indicam as previsões, então queríamos ver como estaria. A previsão é de que as condições melhorem um pouco na sexta-feira, então voltaremos aqui amanhã de manhã novamente”.

Depois de dois dias intensos, com as baterias sendo disputadas simultaneamente em dois locais na praia de Les Culs Nus, foi possível recuperar o tempo perdido com os dois primeiros “day-offs” do domingo e da segunda-feira. Na quarta-feira, foi realizada uma verdadeira maratona de 39 baterias, completando as duas primeiras fases do Quiksilver Pro France e já definindo as quartas de final do ROXY Pro.

Na categoria feminina, a única brasileira ainda viva na competição, Summer Macedo, acabou sendo eliminada. No entanto, na masculina, o Brasil conquistou a maioria das 24 vagas para a terceira fase. São nove que seguem na busca do título do Quiksilver Pro France, contra seis australianos, dois franceses e mais sete países têm um concorrente cada, o Peru, Japão, Portugal, Espanha, Holanda, Taiti e Costa Rica.

São tantos brasileiros que uma bateria ficou 100% verde-amarela. Nesta terceira fase, os confrontos são formados por três competidores e os dois primeiros colocados avançam para as oitavas de final do Quiksilver Pro France. Os paulistas Jessé Mendes, Edgard Groggia e Marcos Correa, terão que disputar apenas duas vagas na terceira das oito baterias.

Em mais duas, estão dois brasileiros com um surfista de outro país, Yago Dora e Lucas Silveira na quinta bateria e João Chianca e Mateus Herdy na sexta. Já Alex Ribeiro está na primeira com o australiano Callum Robson e o holandês Beyrick De Vries e Samuel Pupo, que na quarta-feira ganhou a maior nota do Quiksilver Pro France em um aéreo, 9,43, entra sétima com dois australianos, Wade Carmichael e Jordan Lawler.

O WSL Challenger Series vai completar a elite que disputará os títulos mundiais no World Surf League Championship Tour 2022, classificando 12 surfistas para a categoria masculina e seis para a feminina. Serão quatro etapas e os rankings irão computar três resultados, com um deles podendo ser a maior pontuação obtida nas etapas do WSL Qualifying Series de 2020 disputadas até o mês de março, antes do Circuito Mundial ser cancelado por causa da pandemia do Covid-19.

A batalha pelas vagas para o CT 2022 começou duas semanas atrás no US Open of Surfing apresentado pela Shiseido na Califórnia. Na semana passada, terminou o MEO Vissla Pro Ericeira em Portugal e tem mais duas etapas para fechar o WSL Challenger Series 2021. Nesta semana acontece o Quiksilver Pro France, que vai até domingo na França e a última é o Haleiwa Challenger, de 26 de novembro a 7 de dezembro em Haleiwa Beach, no Havaí.

O Quiksilver Pro e o ROXY Pro France estão sendo transmitidos ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo aplicativo da WSL, lembrando que o fuso horário é de 5 horas a mais do Brasil, então 8h00 na França são 3h00 da madrugada no Brasil. Esta terceira etapa do WSL Challenger Series 2021 é móvel e pode acontecer nas praias de Hossegor, Capbreton, Seignosse, Landes e Nouvelle-Aquitane.

PRÓXIMAS BATERIAS DO WSL CHALLENGER SERIES DA FRANÇA:

TERCEIRA FASE DO QUIKSILVER PRO FRANCE:

—-1.o e 2.o=Oitavas de Final e 3.o=17.o lugar com US$ 2.000 e 2.000 pontos

1.a: Callum Robson (AUS), Alex Ribeiro (BRA), Beyrick De Vries (HOL)
2.a: Connor O´Leary (AUS), Jacob Willcox (AUS), Maxime Huscenot (FRA)
3.a: Jessé Mendes (BRA), Edgard Groggia (BRA), Marcos Correa (BRA)
4.a: Kanoa Igarashi (JPN), Lucca Mesinas (PER), Dylan Moffat (AUS)
5.a: Yago Dora (BRA), Lucas Silveira (BRA), Carlos Munoz (CRI)
6.a: João Chianca (BRA), Mateus Herdy (BRA), Aritz Aranburu (ESP)
7.a: Wade Carmichael (AUS), Samuel Pupo (BRA), Jordan Lawler (AUS)
8.a: Frederico Morais (PRT), Michel Bourez (TAH), Jorgann Couzinet (FRA)

QUARTAS DE FINAL DO ROXY PRO FRANCE:

—-Derrota=5.o lugar com US$ 3.500 e 5.000 pontos

1.a: Dimity Stoyle (AUS) x Sawyer Lindadas (EUA)
2.a: Brisa Hennessy (CRI) x Alyssa Spencer (EUA)
3.a: Molly Picklum (AUS) x India Robinson (AUS)
4.a: Caitlin Simmers (EUA) x Vahine Fierro (FRA)

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias