26.1 C
Hale‘iwa
quinta-feira, 29 fevereiro, 2024
26.1 C
Hale‘iwa
quinta-feira, 29 fevereiro, 2024

Previsão indica Sunset enorme para o Hurley Pro, mas com ventos errados.

As chances de boas ondas ficam mais para os dias finais do período de espera, quando deve ocorrer o retorno dos ventos alísios de leste, com níveis moderados de ondulação norte-noroeste

Com o Lexus Pipe Pro, etapa de abertura do Circuito Mundial 2024 da WSL, previsto para acabar amanhã, dia 10, em boas ondas de 6 a 8 pés amanhã, não vai sobrar muito tempo antes do foco mudar para o Hurley Pro, em Sunset Beach. O evento, que acontece de 12 a 22 de fevereiro, exige outro conjunto de habilidades, e de equipamento, por se tratar de uma onda com características muito diferentes de Pipeline. Ao invés de tubos mortais sobre uma bancada rasa, trata-se de longas e volumosas paredes de difícil leitura, que tendem a explodir no inside ministrando caldos exaustivos. É importante que os competidores aproveitem o curto intervalo entre os dois campeonatos para se preparem adequadamente, pois a previsão inicial de swell indica Sunset enorme para o Hurley Pro, mas com ventos errados.

+Filipe Toledo é campeão do Hurley Pro Sunset Beach

De acordo com o site australiano swellnet.com, que apesar de não ser o oficial do evento, costuma ser bem acurado no que enxerga em sua bola de cristal, “o swell que encerrará o período de espera do Pipe se dissipará no momento em que Sunset começar. Uma pequena subida no fraco swell é provável até quarta-feira, talvez chegando a 4 pés (1,20 m), ou um pouco mais. Mas as coisas ficam muito mais interessantes no final da semana, com um sistema significativo de baixa pressão previsto para se desenvolver a noroeste do Havaí, projetando um vendaval severo de O/NO-NO perto das ilhas. Isto parece então ser reforçado por sistemas secundários que resultarão numa extensão prolongada de ondas grandes a extra grandes, dominando os recifes de Sunset”.

Ou seja, brincadeira para homens crescidos, aquela em que os meninos ficam na praia apenas olhando. O senão fica por conta dos ventos que “devido à proximidade das tempestades, parecem ser na sua maioria desfavoráveis ​​e originários do quadrante norte, pelo que a probabilidade de competição entre quinta-feira, dia 15, e pelo menos domingo, 18, é reduzida ou inexistente. Infelizmente, o vento norte também limitará as janelas surfáveis ​​em Jaws, mas observaremos isso de perto. Nos últimos dias do período de espera, poderemos ver o retorno dos ventos alísios de leste, com níveis moderados de ondulação norte-noroeste no período intermediário”.

Fonte: swellnet.com

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias