26 C
Papeete
segunda-feira, 27 maio, 2024
26 C
Papeete
segunda-feira, 27 maio, 2024

Peruanos dominam final do Billabong Señoritas Open Pro em Lima

Por Redação

O Billabong Señoritas Open Pro terminou com festa peruana nas esquerdas perfeitas da Playa Señoritas, em Punta Hermosa, Lima, no Peru. Foram três decisões 100% peruanas, com Daniella Rosas, 22 anos, e Alonso Correa, 26, ganhando os principais títulos da etapa do World Surf League (WSL) Qualifying Series (QS). As finais foram contra Sol Aguirre, 20 anos, e Cristobal de Col, 30.

+ Projeto no Peru quer proteger 100 ondas até 2030

A outra decisão peruana foi a do Pro Junior feminino, com Arena Rodriguez Vargas, 18 anos, derrotando Kalea Gervasi, 19. O Brasil decidiu o título masculino desta categoria Sub-20, com Rodrigo Saldanha, 19, superando o mais jovem dos finalistas, Guilherme Ferreira, 16 anos.

“Estou superfeliz de fazer essa final com a Sol (Aguirre) e ter uma final peruana em casa, é incrível”, disse Daniella Rosas, recordista com três títulos sul-americanos da World Surf League. “Começar o ano ganhando o primeiro campeonato, é o resultado de todo o trabalho que venho fazendo e por todo o apoio que tenho da minha família, meus patrocinadores e minha equipe”.

A vitória no Billabong Señoritas Open Pro foi a sexta da carreira da Daniella Rosas em etapas do WSL Qualifying Series e a primeira no Peru. Já Alonso Correa festejou seu primeiro título em casa, em um QS 1000 realizado em San Bartolo, em 2018. A sua outra única vitória foi conseguida no ano passado, na etapa das Ilhas Galápagos, no Equador. Ele vinha fazendo as melhores apresentações no sábado decisivo, ganhando as maiores notas do QS 1000, 8,00 nas quartas de final e 7,83 nas semifinais. Na grande final, Alonso Correa conseguiu um 7,50, que decidiu a vitória sobre Cristobal de Col.

“Estou feliz, porque foi uma final complicada com o Cristobal (de Col), que vinha arrebentando durante todo o campeonato. Eu tentei escolher uma onda boa, para fazer uma boa pontuação e estou feliz por ter conseguido isso”, disse Alonso Correa.

O Billabong Señoritas Open Pro estreou no calendário da World Surf League promovendo o primeiro campeonato do ano na América do Sul. A etapa do QS 1000 foi a penúltima da temporada 2023/2024 da WSL South America, que classifica 7 homens e 3 mulheres para o Challenger Series, circuito de acesso para a elite do World Surf League Championship Tour. A última é o LayBack Pro no Brasil, de 6 a 10 de março na Praia Mole de Florianópolis, em Santa Catarina. O resultado do QS 1000 no Peru, não mudou a lista dos que estão se classificando para o Challenger Series 2024.

Com os 1.000 pontos das vitórias em casa, Alonso Correa subiu da 17.a para a 12.a posição no ranking da WSL South America e Daniella Rosas saltou do 25.o para o 14.o lugar. Os vice-campeões marcaram 800 pontos, com Sol Aguirre indo da 26.a para a 19.a colocação, enquanto Cristobal de Col ganhou mais de 100 posições, saindo do 158.o para o 51.o lugar. A lista dos 7 homens e 3 mulheres continua só com surfistas do Brasil, mas Alonso Correa e Daniella Rosas, bem como Sol Aguirre, ganharam chances matemáticas de brigar por vagas no QS 3000 que vai fechar a temporada 2023/2024 na Ilha de Santa Catarina.

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO BILLABONG SEÑORITAS OPEN PRO:

DECISÃO DO TÍTULO DO QS 1000 MASCULINO:
Campeão: Alonso Correa (PER) por 12,37 pts (7,50+4,87) – 1.000 pontos no ranking
2.o lugar: Cristobal de Col (PER) com 7,33 pts (4,83+2,50) – 800 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 650 pontos:
1.a: Alonso Correa (PER) 14,16 x 10,16 Rickson Falcão (BRA)
2.a: Cristobal de Col (PER) 13,67 x 8,00 Leo Casal (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 500 pontos:
1.a: Rickson Falcão (BRA) 9,73 x 9,40 Edgard Groggia (BRA)
2.a: Alonso Correa (PER) 12,10 x 10,16 Juan Diego Rios (PER)
3.a: Cristobal de Col (PER) 13,33 x 12,16 Ryan Kainalo (BRA)
4.a: Leo Casal (BRA) 10,96 x 10,27 Fabricio Rocha (BRA)

DECISÃO DO TÍTULO DO QS 1000 FEMININO:
Campeã: Daniella Rosas (PER) por 14,67 pts (8,50+6,17) – 1.000 pontos no ranking
2.o lugar: Sol Aguirre (PER) com 12,80 pts (8,33+4,47) – 800 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 650 pontos:
1.a: Sol Aguirre (PER) 12,83 x 11,14 Sophia Medina (BRA)
2.a: Daniella Rosas (PER) 16,17 x 6,30 Catalina Zariquiey (PER)

DECISÃO DO TÍTULO PRO JUNIOR MASCULINO:
Campeão: Rodrigo Saldanha (BRA) por 14,00 pts (7,50+6,50) – 1.000 pontos no ranking
2.o lugar: Guilherme Ferreira (BRA) com 10,20 pts (6,77+3,43) – 800 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 650 pontos:
1.a: Guilherme Ferreira (BRA) 12,70 x 12,60 Leo Casal (BRA)
2.a: Rodrigo Saldanha (BRA) 12,50 x 11,34 Fabricio Rocha (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 500 pontos:
1.a: Guilherme Ferreira (BRA) 8,23 x 7,80 Gabriel Ljubicic (PER)
2.a: Leo Casal (BRA) 12,43 x 10,93 Samuel Joca (BRA)
3.a: Rodrigo Saldanha (BRA) 16,10 x 14,67 Ryan Kainalo (BRA)
4.a: Fabricio Rocha (BRA) 13,07 x 10,10 Kuhane Riva Riva Rapu (CHL)

DECISÃO DO TÍTULO PRO JUNIOR FEMININO:
Campeã: Arena Rodriguez Vargas (PER) por 10,33 pts (5,50+4,83) – 1.000 pontos
2.o lugar: Kalea Gervasi (PER) com 9,90 pts (6,33+3,57) – 800 pontos no ranking

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 650 pontos:
1.a: Arena Rodriguez Vargas (PER) 11,60 x 10,90 Sofia Artieda (PER)
2.a: Kalea Gervasi (PER) 12,67 x 6,37 Catalina Zariquiey (PER)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 500 pontos:
1.a: Sofia Artieda (PER) 9,90 x 9,33 Laura Raupp (BRA)
2.a: Arena Rodriguez Vargas (PER) 12,33 x 5,90 Sophia Medina (BRA)
3.a: Catalina Zariquiey (PER) 11,00 x 8,67 Laura Mandelli (BRA)
4.a: Kalea Gervasi (PER) 8,77 x 4,00 Rafaella Montesi (CHL)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias