26 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024
26 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024

Outerknown Tahiti Pro marca a volta do surf feminino à Teahupo’o

Depois de cinco dias de espera, o Outerknown Tahiti Pro finalmente abriu a décima etapa do World Surf League (WSL) Championship Tour na Polinésia Francesa. E o dia 16 de agosto de 2022 entra para a história, com as mulheres voltando a competir em Teahupo´o depois de 16 anos. As baterias começaram na terceira chamada do dia, às 12h30, e só foram realizadas as quatro da primeira fase, em ondas de 3-5 pés com poucos tubos na terça-feira. As previsões indicam que elas estarão bem maiores nos próximos dias e a primeira chamada da quarta-feira foi marcada para as 6h45 no Taiti, 13h45 no Brasil.

A brasileira Tatiana Weston-Webb estreou na última do dia e até começou bem, mandando duas rasgadas muito fortes de frontside em sua primeira onda, que recebeu nota 5,17 dos juízes. Ela enfrentou duas norte-americanas e a única que está fora da briga pelas três últimas vagas para o Rip Curl WSL Finals, acabou vencendo. Courtney Conlogue também ganhou 5,17 na primeira onda e 2,60 na segunda, totalizando 7,77 pontos para ficar com a última vaga direta para as quartas de final do Outerknown Tahiti Pro.

O máximo que Tatiana conseguiu depois foi 2,27 para somar com o 5,17, ficando em segundo lugar com 7,44 pontos. A brasileira está em terceiro lugar no ranking e tenta confirmar sua vaga no grupo das top-5 que vai disputar o título mundial da temporada no Rip Curl WSL Finals, em setembro em Trestles, na Califórnia. A sexta colocada, Lakey Peterson, perdeu junto com ela, mas ambas terão outra chance de passar para as quartas de final na repescagem.

Outerknown Tahiti Pro
Tatiana Weston-Webb vai ter que disputar uma rodada extra em Teahupo´o. Foto: @WSL / Beatriz Ryder

A vice-campeã mundial de 2021 e única surfista a vencer duas etapas do WSL Championship Tour esse ano, Tatiana Weston-Webb, vai enfrentar a australiana Isabella Nichols na terceira bateria. Lakey Peterson está na quarta e última, em um confronto direto por vaga nas top-5 com a sétima do ranking, a bicampeã mundial Tyler Wright. Para ultrapassarem a brasileira, Lakey precisa chegar na final em Teahupo´o e Tyler só se vencer o campeonato.

Das cinco primeiras colocadas no ranking, as únicas que estrearam com vitórias na terça-feira e avançaram direto para as quartas de final, foram as campeãs mundiais Carissa Moore e Stephanie Gilmore. Carissa já garantiu a primeira posição com a classificação e Stephanie tirou o terceiro lugar da Tatiana, que recupera o posto se aproveitar a segunda chance de classificação na repescagem. Carissa Moore foi a única que conseguiu achar bons tubos para surfar e fazer os recordes do dia, nota 7,67 e 13,84 pontos.

Assim como Tatiana Weston-Webb, a vice-líder do ranking, Johanne Defay, bem como a quinta colocada, Brisa Hennessy, ficaram em segundo lugar nas suas baterias. Johanne já está garantida no Rip Curl WSL Finals, mas Brisa faz uma disputa fase a fase com Lakey Peterson e também é ameaçada por Tyler Wright, Gabriela Bryan e Isabella Nichols. Johanne vai abrir a repescagem num duelo francês com a convidada desta etapa, Vahine Fierro, Na segunda bateria, Brisa encara uma concorrente por vaga nas top-5, Gabriela Bryan.

Outerknown Tahiti Pro – Highlights do primeiro dia

WSL FINALS – Na categoria masculina, o Outerknown Tahiti Pro também vai definir as três últimas vagas no grupo dos top-5 que disputará o título mundial no sistema mata-mata do Rip Curl WSL Finals, nas ondas de alta performance de Trestles. Somente o líder do ranking, Filipe Toledo, e o vice-líder, Jack Robinson, já confirmaram seus nomes. O também australiano Ethan Ewing (3.o do ranking), o campeão mundial de 2019, Italo Ferreira (4.o), e o norte-americano Griffin Colapinto (5.o), terão que defender suas vagas nos top-5 nos tubos de Teahupo´o.

O campeão olímpico, Italo Ferreira, vai estrear na primeira bateria, com o sul-africano Matthew McGillivray e outro brasileiro, Yago Dora, que substitui o camisa 10 da “seleção brasileira”, Gabriel Medina. A vitória vale passagem direta para as oitavas de final, mas os derrotados terão uma segunda chance na repescagem. Para confirmar seu nome entre os top-5, sem depender de outros resultados, Italo precisa chegar nas semifinais.

O principal concorrente para entrar no grupo dos top-5 é o vice-campeão olímpico, Kanoa Igarashi. O japonês está em sexto no ranking e a briga com Griffin Colapinto é fase a fase. Já para ultrapassar Italo Ferreira, terá que chegar nas semifinais. Griffin está escalado na quinta bateria com o sul-africano Jordy Smith e o mais experiente da “seleção brasileira”, Jadson André. E Kanoa entra na sexta, com Caio Ibelli e o australiano Jackson Baker.

Já o atual vice-campeão mundial e líder isolado do ranking 2022, Filipe Toledo, vai enfrentar dois veteranos na sua primeira bateria em Teahupo´o, o onze vezes campeão mundial, Kelly Slater, e o australiano Nathan Hedge. E os irmãos Pupo fecham a participação da “seleção brasileira” na rodada classificatória do Outerknown Tahiti Pro, com Samuel estreando na sétima bateria e Miguel disputando a oitava e última vaga direta para as oitavas de final.

TRANSMISSÃO AO VIVO – A janela do Outerknown Tahiti Pro vai até o dia 21 de agosto. O evento está sendo transmitido ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

RESULTADOS DO OUTERKNOWN TAHITI PRO NA TERÇA-FEIRA:

PRIMEIRA FASE – 1.a=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Segunda Fase:
1.a: 1-Stephanie Gilmore (AUS)=7.50, 2-Brisa Hennessy (CRI)=5.60, 3-Isabella Nichols (AUS)=2.67
2.a: 1-Carissa Moore (HAV)=13.84, 2-Vahine Fierro (FRA)=11.73, 3-Gabriela Bryan (HAV)=1.63
3.a: 1-Caroline Marks (EUA)=9.50, 2-Johanne Defay (FRA)=6.20, 3-Tyler Wright (AUS)=3.80
4.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=7.77, 2-Tatiana Weston-Webb (BRA)=7.44, 3-Lakey Peterson (EUA)=4.90

PRÓXIMAS BATERIAS DO OUTERKNOWN TAHITI PRO:

SEGUNDA FASE – Derrota=9.o lugar com US$ 13.500 e 2.610 pontos:
1.a: Johanne Defay (FRA) x Vahine Fierro (FRA)
2.a: Brisa Hennessy (CRI) x Gabriela Bryan (HAV)
3.a: Tatiana Weston-Webb (BRA) x Isabella Nichols (AUS)
4.a: Lakey Peterson (EUA) x Tyler Wright (AUS)

PRIMEIRA FASE – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Segunda Fase:
1.a: Italo Ferreira (BRA), Matthew McGillivray (AFR), Yago Dora (BRA)
2.a: Ethan Ewing (AUS), Barron Mamiya (HAV), Kauli Vaast (FRA)
3.a: Jack Robinson (AUS), Nat Young (EUA), Michel Bourez (FRA)
4.a: Filipe Toledo (BRA), Kelly Slater (EUA), Nathan Hedge (AUS)
5.a: Griffin Colapinto (EUA), Jordy Smith (AFR), Jadson André (BRA)
6.a: Kanoa Igarashi (JPN), Caio Ibelli (BRA), Jackson Baker (AUS)
7.a: Callum Robson (AUS), Samuel Pupo (BRA), Seth Moniz (HAV)
8.a: Miguel Pupo (BRA), Connor O´Leary (AUS), Jake Marshall (EUA)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias