28 C
Papeete
domingo, 26 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 26 maio, 2024

Gabriel Medina em Paris 2024 deve ser prioridade para o surf brasileiro

“Alguém discorda que Gabriel Medina é o melhor surfista brasileiro em Teahupoo? Que é ele quem tem mais chances de conquistar uma medalha de ouro no surf olímpico em 2024?”

Por Adrian Kojin

Alguém discorda que Gabriel Medina é o melhor surfista brasileiro em Teahupoo? Que é ele quem tem mais chances de conquistar uma medalha de ouro no surf olímpico em 2024? Com todo o respeito a Filipe Toledo e João Chianca, os dois talentosos brasileiros já classificados para as Olimpíadas de Paris 2024, a ser realizada na Polinésia Francesa, mas se a equipe brasileira ficar apenas na dependência deles, as chances de sucesso no maior evento esportivo do planeta diminuem bastante. A possibilidade de Gabriel Medina ainda vir a se juntar a eles existe, mas para que ela se concretize todos os possíveis envolvidos terão que pensar primeiro no Brasil, depois neles mesmos.

Você ajudaria a classificar para uma competição, na qual vai tomar parte, um atleta que possa potencialmente vir a te derrotar? Esse é o dilema que Filipe Toledo e João Chianca possivelmente terão que enfrentar quando chegar a hora do ISA World Surfing Games em Porto Rico, provisoriamente marcados para acontecer de 22 de fevereiro a 2 de março próximos.

+ Surfistas brasileiros testam “casa olímpica” em Teahupoo

Nesse torneio serão decididas as vagas finais para Paris 2024. Os seis homens e oito mulheres melhores colocados ficarão com quatorze destas vagas. Sempre respeitando um máximo de duas vagas por país entre os participantes das Olímpiadas. Duas vagas extras irão para as equipes, masculina e feminina, vencedoras do torneio. Ou seja, como o Brasil já tem dois atletas classificados pelo ranking da WSL, individualmente não pode classificar mais ninguém. Mas se vencer como equipe, pode levar uma vaga extra, tendo o privilégio de chegar a Teahupoo com três competidores.

Tudo um tanto complicado de acompanhar, mas as perguntas com respostas difíceis não param por aí. Quem seriam os três representantes do Brasil em Porto Rico? De acordo com as regras da ISA, cada país tem que convocar seus dois melhores colocados no ranking da WSL. Que só podem deixar de comparecer se apresentarem uma razão de força maior, como uma doença ou lesão comprovada por atestado médico. Nesse caso, Filipe Toledo e João Chianca seriam convocados para o ISA Games ao lado de um terceiro atleta apontado pela CBSurf. Que, de acordo com recente comunicado, será o terceiro melhor colocado no ranking da WSL, justamente Gabriel Medina.

No mesmo comunicado, a CBSurf determina que a vaga extra nas Olimpíadas irá para “o terceiro atleta da equipe campeã”. Será que, caso estejam aptos a competir no ISA Games, Filipe Toledo e João Chianca teriam a altivez de colocarem seus interesses individuais de lado para lutarem de corpo e alma na conquista de uma vaga que possa ser dada a Gabriel Medina, dessa maneira enfraquecendo suas possiblidades de medalha, mas fortalecendo as do Brasil?

O que eu posso dizer, e creio que seja o pensamento dos milhões de fãs do surf brasileiro, é que, em se tratando de uma Olimpíada, acima de indivíduos, deve estar a nação brasileira.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias