Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

O depoimento mais cândido de um big rider que vimos até agora



De Nazaré, Portugal, Nicolas Von Rupp acaba de lançar um episódio de Von Froth.

No vídeo, Nic nos dá um depoimento cândido a respeito de sua saga pelo dia mais épico de ondas em Nazaré.

Até agora, acho que nunca vimos um big rider tão sincero com relação às suas fraquezas.

Nos primeiros minutos do vídeo, Nic fala como superou seu dia “mais em baixa” em uma sessão de surf em Nazaré e detalha o incidente de ter se chocado no meio de um paredão de água com o pessoal do resgate.

Confira:

“Uma semana após o swell estou exausto, toda minha energia se foi.

Aquele dia foi uma montanha russa de emoções, comecei super confiante, vi as maiores ondas da minha vida, falei para o meu parceiro, vamos esperar, vamos quebrar o recorde, vamos pegar a maior onda de todas.

Esperei por três horas, surfei ondas que não quebraram; às vezes, em Nazaré, as grandes lumes não se transformam em ondas, elas apenas quebram no inside, e você não consegue entender exatamente o que está acontecendo ali.

E eu perdi a minha confiança totalmente, comecei a duvidar de mim, perdi minha prancha, fui parar na areia, passei a corda para o Scooby, ele pegou umas bombas e depois de algumas horas eu voltei. No meio disso, tive um incidente, um choque, aquilo acabou comigo, descer a onda, sentir uma prancha na sua prancha, eu não sabia se era uma prancha ou um jetski, fiquei com tanto medo, enfim, merdas acontecem, e uma situação como essa te coloca pra baixo.

Assista acima ao vídeo em que Nicolas Von Rupp fala sobre a sua experiência emocional no dia mais cascudo que Nazaré, Portugal, viu quebras sobre suas fossas abissais.

Nic também fala sobre o banimento do surf em Nazaré, Portugal, após mais de 20K de pessoas comparecem ao cliff para ver a maior Nazaré de todos os tempos. 

Enfim, a minha manhã foi para baixo mesmo. Acho que nunca tive uma sessão de surf tão em baixa.

Demorou algumas horas para eu me recuperar e do nada o line up ficou limpo, peguei três ondas muito boas, algumas das maiores que já peguei, paredes clean, e como disse um homem sábio certa vez, “é preciso de apenas uma onda”, mudou completamente o curso do meu dia.

Como eu me sinto sobre o banimento do surf?

Tinha tanta gente naquele dia em Nazaré, sei lá, 20 mil pessoas na praia, foi a multidão mais insana que eu já vi, a gente conseguia ouvir as pessoas da água, parecia um estádio de futebol.”

+Notícias

Surf perigoso no Havaí com...

Surf perigoso no Havaí? Estamos sentindo cheiro de Mason Ho. Há quem diga que Mase...

Modelo ativista nada nua com...

A Modelo ativista Marisa Papen nada nua com tubarões no Havaí. A cena é bela...

Adriano de Souza sofre lesão...

O campeão mundial Adriano de Souza sofreu uma lesão no joelho e poderá ficar...

WSL divulga calendário dos eventos...

Nesta semana a WSL divulgou o calendário dos eventos do Qualifying Series (QS) e...