21 C
Hale‘iwa
quinta-feira, 29 fevereiro, 2024
21 C
Hale‘iwa
quinta-feira, 29 fevereiro, 2024

Mundial Júnior: equipe brasileira sofre primeiras baixas

Três atletas da Seleção Brasileira de Surfe deram adeus ao Isa World Junior Surfing Championship 2023 disputado na última quarta-feira (20). Samuel Joquinha, Kyane Hyakutake e Gabriely Vasque, todos competindo na Sub 18, foram as primeiras baixas do Brasil. Contudo, apesar das baixas, a equipe brazuca mantém um ótimo desempenho na competição.

Conforme a previsão apontava, as ondas começaram a perder força dificultando bastante o trabalho dos surfistas e o Brasil segue com nove atletas que avançaram para o round seguinte. Por conta dessa da falta de ondas, a organização foi obrigada a cancelar a repescagem, que acontecia no palanque 2. Os terceiros e quartos colocados nas baterias dessa fase foram eliminados definitivamente da competição.

+ Como o ataque de tubarão ajudou Mick Fanning a prosperar nos negócios

Na categoria Sub 18, Ryan Kainalo e Luan Ferreyra, souberam aproveitar as ondas que surfaram e continuam vivos na competição. Já o potiguar Samuel Joquinha não se encontrou na água em uma bateria na qual vieram poucas ondas.

Foi uma bateria até difícil de engolir…o mar olhando de fora estava de um jeito, mas quando chegou lá dentro não consegui ler direito. Mas é isso, agora vamos levar energia pro time e vamos seguir com tudo“, lamentou.

Mundial ISA Junior
Foto: Jersson Barboza

Já na Sub 16 masculino, nossa seleção segue com 100% de aproveitamento, destaque para o surfista local Guilherme Lemos, que marcou 14.13 para avançar sua bateria em primeiro. O surfista do Recreio achou uma esquerda salvadora na qual desferiu ótimas batidas de backside, carimbando seu passaporte para a próxima fase.

“Foi uma bateria tensa! O backside estava bem encaixado e acabei fazendo a melhor onda da bateria. Estava de olho nessas esquerdas desde as disputas anteriores e ela veio na minha bateria. Estou muito feliz e vamos com tudo”, disparou Lemos. Além de Guilherme, Ryan Coelho e Anuar Chiah seguem na competição.

Na Sub 18 feminina o saldo brasileiro também foi positivo, apesar de a catarinense Kiany Hyakutake ter sido eliminada, Aysha Ratto, de Búzios, e Sophia Gonçalves, local de Maresias, seguem firmes na competição.

Estou muito focada e está dando tudo certo. Venho entrando com muita confiança em minhas baterias e vou com tudo para a próxima fase”, afirmou Gonçalves.

A Sub 16 feminino duas brasileiras entraram na água. Alexia Monteiro pegou ondas regulares que foram suficientes para passar à fase seguinte.

A bateria foi irada, consegui abrir com uma nota muito boa, depois fui trocando e também fiquei preocupada em fazer o jogo, graças a Deus deu certo. Eu apostei na marcação pra ver se com a prioridade eu poderia segurar elas numa possível onda boa. Bateria de 15 minutos não tem margem pra erro, é bem difícil e fazer tudo certinho em todas as ondas que você dropa“, disse ela sobre sua tática na disputa.

Já Gabriely Vasque Monteiro, que surfou em um momento em que o mar estava praticamente sem ondas, teve sua somatória de apenas 0,43 e foi eliminada. Na sequência a bateria de Luara Mandelli, que já se preparava para entrar na água, foi postergada por falta de condições.

As previsões não são animadoras para a quinta-feira (30) e é bem provável que o evento sofra a primeira paralisação por falta de ondas. Entretanto, o cronograma já está bastante adiantado.

Lembrando que são 45 delegações divididas por equipes nas categorias: Masculino Sub 18; Masculino Sub 16; Feminino Sub 18 e Feminino Sub 16. A formação da equipe brasileira foi determinada a partir do ranking do Circuito Brasileiro Amador de 2022, competição promovida pela CBSurf. Como critério de seleção, foram escolhidos os três primeiros colocados do ranking para compor o time.

Esta é a 19ª edição do evento e a segunda a ser realizada no Brasil; a primeira ocorreu em 2006 na Praia de Maresias, São Paulo.

HIGHLIGHTS DO DIA:

A transmissão ao vivo pode ser acompanhada através do CBSurf PLAY- https://cbsurf.org.br/isa-junior-brasil/ ou pelo site da ISA:  https://isasurf.org/.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias