27 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024
27 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024

Mundial de Longboard: Roach e Errico ficam com o título; Chloé é Top 5

A norte-americana Soleil Errico e o australiano Harrison Roach são os campeões mundiais do World Surf League (WSL) Longboard Tour 2022. Os títulos foram decididos nas finais do Cuervo Classic Malibu Longboard Championship apresentado pela O´Neill, nas direitas de First Point em Malibu, na Califórnia, Estados Unidos. Ambas foram disputadas contra surfistas do Havaí, com Harrison derrotando Kaniela Stewart e Soleil ganhando seu segundo título contra Sophia Culhane. A brasileira Chloé Calmon perdeu nas quartas de final e terminou em quinto lugar no ranking de 2022.

Quem festejou o primeiro título mundial na quarta-feira foi Harrison Roach. Na semifinal contra o tricampeão Taylor Jensen, ele estabeleceu novos recordes para a temporada 2022 do WSL Longboard Tour, 18,57 pontos somando notas 9,40 e 9,17. O australiano bateu os 17,74 que Kaniela Stewart tinha colocado no topo das maiores pontuações do ano nas quartas de final. Os dois eram os melhores surfistas nas direitas de First Point e merecidamente chegaram na decisão do Cuervo Classic Malibu Longboard Championship.

Veja também:

+ Só fui capaz de atingir dois recordes mundiais porque estou em tratamento”, diz Maya Gabeira 

+ Edgard Groggia é destaque no Vissla Pro Ericeira

+ Como é morar na Indonésia?

Eles deram um show, com a liderança sendo trocada a cada onda surfada. Harrison Roach foi vice-campeão mundial no ano passado e queria o título, assim como Kaniela Stewart, que chegou em Malibu na liderança do ranking. O australiano começou forte, com uma nota excelente, 8,83. O havaiano assumiu a ponta com 6,33 e 7,67, mas Harrison retomou o primeiro lugar com 6,77. O troca-troca prosseguiu com Kaniela passando a frente com 7,57 e 7,90, mas Harrison Roach conseguiu um 7,10 para vencer por 15,93 a 15,57 pontos.

Errico
Harrison Roach num hang ten com muito estilo numa direita em Malibu. Foto: WSL / Aaron Hughes

Harrison Roach quebrou um longo jejum de 8 anos sem a Austrália ganhar um título mundial de longboard. Os últimos foram com Harley Ingleby e Chelsea Williams fazendo uma dobradinha australiana em 2014. Ele venceu a primeira etapa do WSL Longboard Tour 2022 em casa, em Sidney. Mas, perdeu nas oitavas de final na segunda em Huntington Beach, na Califórnia. Já Kaniela Stewart, liderava o ranking com um terceiro lugar na Austrália e o vice-campeonato em Huntington. Ele também poderia quebrar um tabu até mais antigo, pois o último havaiano campeão mundial foi Duane Desoto, em 2010.

VITÓRIA EM CASA – A decisão do título feminino fechou o Cuervo Classic Malibu Longboard Championship, com Soleil Errico competindo em casa. Ela é local de Malibu e comemorou seu segundo título mundial ao lado da família e amigos, na onda que sempre surfou desde criança. Ela pegou a primeira onda logo no início da bateria com Sophia Culhane, largando na frente com 6,83.

Ambas surfaram em outra série de ondas que entrou em First Point. A da havaiana valeu 5,67 e a californiana consolidou a dianteira com uma nota excelente, 8,67. Soleil trabalhava bem os pés no bico do pranchão e somou 8,10 na onda seguinte, mas Sophia se mantinha na briga com nota 7,33. Só que Soleil Errico surfou muito bem outra onda boa e confirmou a vitória por 17,04 pontos com nota 8,37.

BRASIL EM QUINTO

Errico
Chloé Calmon caiu do segundo para o quinto lugar no ranking em Malibu. Foto: WSL / Aaron Hughes

A carioca Chloé Calmon não conseguiu conquistar um inédito título mundial feminino para o Brasil, mas foi quem fez a melhor apresentação da temporada. Ninguém superou a nota 9,23 que ela recebeu numa onda surfada em Manly Beach, nem os 17,63 pontos que totalizou nesta bateria da segunda fase na etapa de abertura do WSL Longboard Tour 2022, em Sidney, na Austrália. Quem chegou mais perto da maior pontuação do ano da brasileira, foi a nova bicampeã mundial, Soleil Errico.

A californiana encabeçou as listas de recordes do Cuervo Classic Malibu Longboard Championship, totalizando 17,57 pontos com notas 8,80 e 8,77 na semifinal e 17,04 somando 8,67 e 8,37 na grande final. A brasileira perdeu para a norte-americana Mason Schremmer nas quartas de final e ficou em quinto lugar no ranking deste ano. A outra favorita ao título, a tricampeã mundial Honolua Blomfield, também foi barrada no duelo seguinte por Sophia Culhane e terminou em quarto no WSL Longboard Tour de 2022.

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO CUERVO CLASSIC MALIBU:

DECISÃO DO TÍTULO MUNDIAL FEMININO:
Campeã: Soleil Errico (EUA) por 17,04 pontos (8,67+8,37) – 10.000 pts
Vice-campeã: Sophia Culhane (HAV) com 13,00 pts (7,33+5,67) – 7.800 pts

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 6.085 pontos:
1.a: Soleil Errico (EUA) 17,57 x 12,43 Mason Schremmer (EUA)
2.a: Sophia Culhane (HAV) 14,00 x 13,46 Kelis Kaleopaa (HAV)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 4.745 pontos:
1.a: Soleil Errico (EUA) 16,53 x 16,43 Alice Lemoigne (FRA)
2.a: Mason Schremmer (EUA) 16,00 x 12,60 Chloé Calmon (BRA)
3.a: Sophia Culhane (HAV) 15,27 x 13,23 Honolua Blomfield (HAV)
4.a: Kelis Kaleopaa (HAV) 14,07 x 12,57 Rachael Tilly (EUA)

DECISÃO DO TÍTULO MUNDIAL MASCULINO:
Campeão: Harrison Roach (AUS) por 15,93 pontos (8,83+7,10) – 10.000 pts
Vice-campeão: Kaniela Stewart (HAV) com 15,57 pts (7,90+7,67) – 7.800 pts

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 6.085 pontos:
1.a: Harrison Roach (AUS) 18,57 x 16,50 Taylor Jensen (EUA)
2.a: Kaniela Stewart (HAV) 13,90 x 13,27 Declan Wyton (AUS)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 4.745 pontos:
1.a: Taylor Jensen (EUA) 15,06 x 8,87 Kai Sallas (HAV)
2.a: Harrison Roach (AUS) 15,10 x 14,17 Cole Robbins (EUA)
3.a: Kaniela Stewart (HAV) 17,74 x 15,90 Tony Silvagni (EUA)
4.a: Declan Wyton (AUS) 16,36 x 15,60 Ben Skinner (ING)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com 3.320 pontos:
1.a: Taylor Jensen (EUA) 14,23 x 13,50 Edouard Delpero (FRA)
2.a: Kai Sallas (HAV) 14,03 x 13,97 Kaimana Takayama (EUA)
3.a: Harrison Roach (AUS) 15,23 x 14,54 Steven Sawyer (AFR)
4.a: Cole Robbins (EUA) 13,10 x 10,36 Justin Quintal (EUA)
5.a: Kaniela Stewart (HAV) 13,34 x 12,00 Keoki Saguibo (HAV)
6.a: Tony Silvagni (EUA) 13,00 x 11,97 Taka Inoue (JPN)
7.a: Ben Skinner (ING) 14,90 x 10,43 Tosh Tudor (EUA)
8.a: Declan Wyton (AUS) 12,10 x 11,23 Kevin Skvarna (EUA)

RANKINGS DO WSL LONGBOARD TOUR 2022 – 3 etapas:

TOP-5 DA CATEGORIA FEMININA:
1.a: Soleil Errico (EUA) – 13.042 pontos
2.a: Kelis Kaleopaa (HAV) – 11.085
3.a: Sophia Culhane (HAV) – 10.082
4.a: Honolua Blomfield (HAV) – 9.745
5.a: Chloé Calmon (BRA) – 8.645
—–outras sul-americanas no ranking:
12: Maria Fernanda Reyes (PER) – 4.895 pontos
24: Jasmim Avelino (BRA) – 770

TOP-5 DA CATEGORIA MASCULINA:
1.o: Harrison Roach (AUS) – 15.000 pontos
2.o: Kaniela Stewart (HAV) – 11.700
3.o: Taylor Jensen (EUA) – 11.085
4.o: Declan Wyton (AUS) – 9.127
5.o: Ben Skinner (ING) – 8.645
—–sul-americanos no ranking:
17: Jefson Silva (BRA) – 3.857 pontos
18: Lucas Garrido Lecca (PER) – 3.475
18: Phil Rajzman (BRA) – 3.475
21: Piccolo Clemente (PER) – 1.575
21: Augusto Olinto (BRA) – 1.575

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias