26 C
Papeete
segunda-feira, 15 julho, 2024
26 C
Papeete
segunda-feira, 15 julho, 2024

Mundial de Longboard da ISA 2023: Carlos Bahia e Chloe Calmon fazem os recordes da abertura

Longas e perfeitas ondas de 3 a 4 pés em El Sunzal, El Salvador, deram as boas-vindas aos competidores na abertura do Campeonato Mundial de Longboard 2023 da ISA / Surf City El Salvador (WLC).

O evento começou com a Rodada Principal 1 Masculina, enquanto as primeiras 8 baterias da Rodada Principal 1 Feminina completaram o dia. Todos os ex-medalhistas masculinos da ISA conseguiram vitórias consistentes. Cole Robbins (EUA), Benoit ‘Piccolo’ Clemente (PER), Antoine Delpero (FRA), Edouard Delpero (FRA) e Rodrigo Sphaier (BRA) ganharam suas respectivas baterias para progredir na Rodada Principal. Estilistas tradicionais João Dantas (POR), Sam Christianson (RSA), Rogelio Esquievel Jr. (PHI) e Kai Hamase (JPN) também encontraram vitórias com movimentações apertadas e clássicas sobre o nariz da prancha.

+ Surf no Alasca Selvagem em mares de 15 pés (Vídeo)

Carlos Bahia (BRA) usou uma série de rasgadas dropknee ardentes, combinadas com suaves hang-ten no inside, para marcar um 7,67 em sua primeira onda. A partir daí, com movimentos rápidos e críticos sobre o nose da prancha, em sua segunda onda, Bahia colecionou a maior pontuação em onda única do dia (8,67) e a maior pontuação geral do dia (16,34) com apenas duas ondas surfadas.

Vir a El Salvador três ou quatro vezes por ano nos últimos nove anos claramente valeu a pena para o veterano competidor brasileiro. “Quero agradecer a todos os locais“, disse Bahia. “Eu realmente aprecio a hospitalidade e como eles me recebem de braços abertos. Eu amo os point breaks aqui, especialmente El Sunzal. É a onda perfeita para um longboard de uma única quilha.”

Mundial de Longboard 2023
Chloe Calmon foi o destaque feminino do dia. Foto: Jersson Barboza / ISA

Nomes familiares também foram bem-sucedidos na divisão feminina, com Hiroka Yoshikawa (JPN) e Zoé Grospiron (FRA) definindo o padrão, juntamente com a medalhista de prata de 2018, Chloe Calmon (BRA), que postou as duas maiores pontuações em onda única e a maior pontuação geral do dia.

As esperanças da equipe de El Salvador foram fortalecidas com Sindy Portillo (ESA) mostrando maestria para vencer sua primeira bateria. Chegando com enorme apoio na praia, a local de Las Flores estava extasiada por representar seu país pela primeira vez.

A perspectiva da inclusão do longboard nos Jogos Olímpicos de Los Angeles de 2028 é uma notícia empolgante para todos os competidores, especialmente para a nação anfitriã, cujo Presidente do Comitê Olímpico Nacional, Armando Bruni, estava presente. “Seria muito empolgante representar El Salvador nas Olimpíadas“, disse Portillo. “É emocionante dentro e fora da água porque todos os salvadorenhos nos apoiam. E é muito divertido. Estou muito feliz.”

Para saber mais sobre o Campeonato Mundial de Longboard 2023 da ISA acesse isasurf.org.

Highlights do dia 01 do Mundial de Longboard da ISA 2023

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias