25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Melhores momentos do Nazaré Big Wave Challenge 2023/2024

Só deu Brasil no primeiro desafio de ondas gigantes da World Surf League em 2024. O melhor do mundo em condições extremas de surfe, Lucas “Chumbo” Chianca, colecionou mais dois troféus de campeão no TUDOR Nazaré Big Wave Challenge 2023/2024, o título individual com o maior somatório nas ondas épicas de 30-40 pés da segunda-feira na Praia do Norte e o de equipes na dupla brasileira formada com Pedro Scooby. E para completar a festa verde-amarela em Portugal, Maya Gabeira superou a também carioca Michelle des Bouillons, na disputa pelo título individual feminino.

Lucas Chumbo repetiu sua performance do ano passado, quando também foi campeão individual e por equipes, só que com Kai Lenny. O havaiano não pôde participar por estar contundido, então ele formou a dupla 100% brasileira com o carioca Pedro Scooby. Chumbo agora aumentou para 5 o seu recorde de títulos conquistados nas ondas gigantes de Nazaré. A dupla funcionou superbem, com Scooby no comando do jet-ski colocando Chumbo nas ondas certas para ele conseguir as duas maiores notas do campeonato, 7,83 na sua primeira bateria e 7,67 na segunda.

+ Conquistar o respeito dos havaianos é para poucos

No  Nazaré Big Wave Challenge, é utilizado o auxílio do jet-ski para o surfista entrar na onda. Cada integrante da dupla, tem que surfar e também pilotar o jet-ski, sendo computadas as duas maiores notas surfadas pelos dois, nas duas baterias disputadas. Além disso, a maior nota de cada um é multiplicada por 2, ou seja, um surfista poderia atingir um máximo de 30 pontos e a dupla até 60 pontos. Chumbo ganhou o título individual por 23,33 pontos e Scooby somou 17,83 para garantir o título de equipes por 41,16 pontos. Pedro Scooby estava doente e decidiu aceitar o convite do Lucas Chianca na última hora.

Outra dupla 100% brasileira terminou em terceiro lugar na competição, com Rodrigo Koxa e Vitor Faria totalizando 35,79 pontos, contra 37,81 do time vice-campeão, formado pelo português Nic Von Rupp e o francês Clement Roseyro. Ainda teve uma terceira equipe brasileira, do casal Michelle des Bouillons e Ian Cosenza e outra carioca, Maya Gabeira, competindo junto com o jovem português Antonio Laureano. Michelle e Ian ficaram em sétimo lugar na classificação geral das equipes e Maya na nona posição. Ela sozinha totalizou 14,00 dos 17,27 pontos da dupla, superando os 9,83 da Michelle para festejar o título individual feminino.

Assista ao vídeo com os melhores momentos:

RESULTADO DO TUDOR NAZARÉ BIG WAVE CHALLENGE 2023/24:

COMPETIÇÃO POR EQUIPES – DUPLAS:
Campeã: 41,16 pontos – Lucas Chianca (BRA) e Pedro Scooby (BRA)
2.o lugar: 37,81 pontos – Clement Roseyro (FRA) e Nic Von Rupp (PRT)
3.o: 35,79 pontos – Rodrigo Koxa (BRA) e Vitor Faria (BRA)
4.o: 34,63 pontos – Rafael Tapia (CHL) e Pierre Rollet (FRA)
5.o: 33,81 pontos – Sebastian Steutner (ALE) e Eric Rebiere (FRA)
6.o: 27,22 pontos – Andrew Cotton (ING) e Will Skudin (EUA)
7.o: 20,36 pontos – Ian Cosenza (BRA) e Michelle des Bouillons (BRA)
8.o: 17,27 pontos – Maya Gabeira (BRA) e Antonio Laureano (PRT)
9.o: 15,60 pontos – Antonio Silva (PRT) e João de Macedo (PRT)

COMPETIÇÃO INDIVIDUAL MASCULINO:
Campeão: Lucas Chianca (BRA) por 23,33 pontos = (7,83×2) + 7,67
2.o lugar: Clement Roseyro (FRA) com 21,51 pontos = (7,67×2) + 6,17
3.o: Rodrigo Koxa (BRA) com 18,66 pontos = (6,83×2) + 5,00
4.o: Sebastian Steudtner (ALE) com 18,50 pontos = (6,50×2) + 5,50
5.o: Pedro Scooby (BRA) com 17,83 pontos = (6,33×2) + 5,17
6.o: Rafael Tapia (CHL) com 17,46 pontos = (5,83×2) + 5,80
7.o: Pierre Rollet (FRA) com 17,17 pontos = (6,00×2) + 5,17
8.o: Vitor Faria (BRA) com 17,13 pontos = (5,73×2) + 5,67
9.o: Nic Von Rupp (PRT) com 16,30 pontos = (5,60×2) + 5,10
10.o: Andrew Cotton (ING) com 16,26 pontos = (5,83×2) + 4,60
11.o: Eric Rebiere (FRA) com 15,31 pontos = (5,57×2) + 4,17
12.o: Will Skudin (EUA) com 10,96 pontos = (3,73×2) + 3,50
13.o: Ian Cosenza (BRA) com 10,53 pontos = (3,60×2) + 3,33
14.o: Antonio Silva (PRT) com 9,34 pontos = (3,17×2) + 3,00
15.o: João de Macedo (PRT) com 6,26 pontos = (3,13×2) + 0,00
16.o: Antonio Laureano (PRT) com 3,27 pontos = (1,17×2) + 0,93

COMPETIÇÃO INDIVIDUAL FEMININA:
Campeã: Maya Gabeira (BRA) por 14,00 pontos = (5,00×2) + 4,00
2.o lugar: Michelle des Bouillons (BRA) com 9,83 pontos = (3,50×2) + 2,83

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias