Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Medina lança pró-model de skate com vídeo do talentoso alagoano Gabriel Novis



Um dos melhores surfistas de todos os tempos, o brasileiro Gabriel Medina agora tem um pró-model de skate.

Lançado nesta segunda-feira, 8/2, o Yow x Gabriel Medina, ganha as multimídias do mundo em um comercial magistralmente configurado pelo cineasta alagoano Gabriel Novis.

Hardcore conversou com Gabriel Novis para saber mais sobre a produção. Confira:

+ Gabriel Medina lança marca de softboards 
+ Em “Strange Paradise”, Gabriel Novis desbrava secret de surf na Indonésia

“É diferente de qualquer coisa que eu já vi do Gabriel,” nos conta Novis via telefone.

O cineasta, há oito anos baseado em Los Angeles, EUA, fala diretamente da sua base em Alagoas, Brasil, aonde está desde o início da pandemia.

“É bem lifestyle e também tem surf no filme,” ele detalha a respeito da produção.

Foto: @famkevanhagen

“O tema do projeto é gravidade – a lei da gravidade,” aprofunda-se. “Peguei uma aula de um físico na qual ele comenta sobre a gravidade, a aceleração dos corpos, que é basicamente a essência do skate, né, o pumping, o corpo gerando velocidade… por isso me inspirei nessa aula.”

Como áudio em off, Novis utilizou uma das palestras do físico Richard Phillips Feynman. Entre as contribuições do teórico americano, estão a formulação integral do caminho da mecânica quântica e a teoria da eletrodinâmica quântica.

O cineasta explica que metade do filme foi filmado em película. “Usei dois filmes de super 8 mm, ou seja, captei em torno de 5 minutos de material para usar alguns segundos no clipe final.”

Foto: @famkevanhagen

As filmagens de skate foram feitas em algum lugar do México, perto de Puerto Escondido, e o clipe reúne imagens gravadas no mundo inteiro, como Europa, Califórnia e Brasil.

Quando perguntamos como foi trabalhar com o Medina, o filmmaker diz que foi muito fácil, e que o surfista de Maresias é muito inteligente, pilhado e pró-ativo.

Ele nos conta algo que talvez poucas pessoas saibam: “É muito engraçado, o Medina anda de skate nas duas bases, tanto goofy quanto regular.”

“Óbvio que ele tem algumas restrições no skate porque sabe que é muito fácil se lesionar, mas mesmo sendo cauteloso, ele anda muito bem; foi para um layback muito estiloso em uma das pistas que estávamos.”

Foto: @famkevanhagen

Enfim, fazia tempo que não víamos um comercial tão bem feito. Artístico e belo. Contemporâneo, mas com um quê de cinema europeu da Nouvelle Vague, enfim, a edição de imagens nos fez lembrar da estética de Jean-Luc Godard em “Imagem e Palavra”.

Perguntamos a Novis se ele pode nos definir qual o seu estilo. Afinal, desde que lançou “Sorria”, ele galgou lugar cativo em nossos corações com sua originalidade cinematográfica alinhada ao propósito de trazer alguma mensagem – algo não muito comum nos filmes de surf, que muitas vezes apenas se utilizam da plasticidade e rica estética do universo do andar sobre as ondas.

“Tenho várias referências. Tento criar meu estilo faz tempo, já venho trabalhando de super 8 mm, o documentário do Anderson Silva tem muito; fiz um vídeo da Cleo Pires para a Marie Claire com super 8 mm também.”

Ele conta que mostrou um de seus trabalhos para o pessoal da Currents Production [uma produtora independente da qual ele participa com mais dois diretores], e que “eles disseram que o meu trabalho já tem identidade autoral, e que eles assistem e sabem que fui eu que fiz”.

Novis emenda dizendo que usa muita diversidade em câmera (fotografia, still, película, digital), várias câmeras, várias trilhas, e que tenta contar uma história.

Em algum momento da conversa, ele fala que gosta de desconstruir celebridades. Ao refletir sobre sua não definição de um estilo, achamos muito coerente esse papo de desconstrução.

Assim como as correntes marítimas, o fluxo de suas criações oscila em movimentações não definidas. Afinal, qualquer tentativa de definir algum estilo em sua cinematografia, seria como catapultar sua liberdade de expressão e aí sua obra não seria mais a mesma. Nem sua.

Felizmente, Novis parece saber disso já, e quanto a nós, aguardamos ansiosos pelo próximo filme.

* crédito da foto de abertura da matéria: @famkevanhagen 

Ficha técnica

– Filmagem adicional: Marcos Valencia, Henrique Daniel
– Classificação de cor: Burn Color Grading com Alan Porciuncula
– Design de som / Mix: Luis Ortega
– Produzido por Gabriel Novis e Xue Gil Guidonet
– Produção local: Zachariah Jones
– Assistentes de produção: Madeline Eckles / Mad Designs.
– Scan de filme: Pro8mm LA
– Fotografia em still: Famke van Hagen
– Agradecimentos especiais: Winnie Eckles, família Jone’s, Barron Jones, Marcos Valencia, Xue Gil Guidonet, Alex Albino, Beatrice Takana e Yasmin Brunet Medina.

Acesse aqui o site de Gabriel Novis.

*** Assista ao vídeo bônus desta matéria; Cleo e o Mar:

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

Pauline Menzcer, campeã mundial em...

Campeã mundial em 1993 e um dos temas do filme muito aguardado Girls Cant Surf,...

Canoas polinésias agitam orla do...

No último sábado (27) 47 equipes de canoa polinésia participaram da competição Leme ao...

“Quando parar de competir, terei...

Neste vídeo, Lucas Silveira, que está no Havaí, nos apresenta uma biquilha do shaper...

VÍDEO: Nathan Florence dá dicas...

Quem é que não quer dicas para remar melhor? Afinal, a remada é uma...