A WLS anunciou nesta quinta-feira (10) que a brasileira Maya Gabeira bateu o próprio recorde mundial de maior onda já surfada por uma mulher.

A onda, surfada em 11 de fevereiro deste ano, em Nazaré, Portugal, foi avaliada em 73,5 pés (22,4 metros).

Além disso, o feito também rendeu a Maya o título do XXL Awards na categoria feminina de Maior Onda.

A brasileira superou seu próprio recorde, homologado pelo Guinnes World Records, em 2018, ao ter surfando na mesma Nazaré, uma onda estimada em 68 pés (20,72 metros).

A francesa Justine Dupont, apontada como maior rival de Maya pelo título da temporada, acabou faturando categoria feminina no “Ride of The Year”, com uma bomba surfada na mesma Nazaré, mas que acabou sendo considerada um pouco menor do que a da brasileira.

Outra novidade foi o fato que que pela primeira vez a medição de tamanho da onda foi feita fora da WSL. Assim, a escolha foi feita através de embasamento científico.

Por intermédio da própria Maya, a avaliação do tamanho da onda feita por cientistas do Scripps Institution of Oceanography, em San Diego, na Califórnia (EUA).

Em tempo: no site da WSL há um texto publicado, também nessa quinta-feira, com todos os detalhes sobre a ciência por trás da avaliação (saiba mais AQUI).