Publicidade:

Máscaras descartáveis ameaçam bancadas de coral nas Filipinas

Máscaras cirúrgicas descartáveis e outros equipamentos de proteção tem sido cada vez mais encontrados em meio às bancadas de coral das Filipinas.

O relato, feito por mergulhadores, preocupa ambientalistas, pois trata-se de mais um tipo de material, potencialmente prejudicial à vida nos oceanos, descartado incorretamente.

A descoberta recente aconteceu na bacada de Anilao, um local popular entre mergulhadores, a sul da capital Manila.

As imagens, divulgadas pela “BBC Londres”, mostram um cenário desolador.

No lixo recolhido pelos mergulhadores é possível ver máscaras azuis, muitas. Há também viseiras, garrafas de plástico. E a pergunta é: o que acontece agora a este lixo?”, questionou o jornalista Howard Johnson.

+ Altas em Rocky Point com Koa Rothman e John John Florence
+ Um pesadelo chamado Mavericks
+ Fortes chuvas colocam o Havaí em estado de emergência

Segundo relatos dos locais, a quantidade de detritos aumentou desde o início da pandemia.

Antigamente não era tão mau. Por vezes víamos pequenos pedaços de plástico, mas agora, para onde quer que olhemos, o lixo está lá”, explica um morador local.

De acordo com o Asian Development Bank, citado pela “BBC”, no pico da pandemia, na bancada de coral localizada próxima à Manila, foram encontrados cerca de 280 toneladas de resíduos em excesso ao valor habitual.

Além disso, animais marinhos como peixes e tartarugas. Acabam ingerindo parte desse material, que é tóxico e prejudicial tanto para essa espécies, quanto para quem consome esse pescado.

Segundo relatório das Nações Unidas, mais da metade das máscaras usadas estão indo parar no mar.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias