23 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024
23 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024

Margaret River Pro: John John brilha; Medina é o melhor brasileiro do dia

O segundo dia do Margaret River Pro da Austrália Ocidental, parada nº 5 no circuito mundial da WSL, viu a conclusão da rodada de abertura masculina em ondas limpas de três a cinco pés de altura.

O havaiano John John Florence foi o grande destaque postando duas excelentes pontuações consecutivas para abrir sua bateria.

+ Lendas do surf premiam surfista com mais estilo em evento online com 10 mil dólares

Em sua nona participação no evento, Florence agora tem 41 pontuações excelentes em seu nome em Margaret River. Assim ele postou um excelente total de duas ondas de 17,93 pontos (de 20 possíveis).

Florence deixou Seth Moniz (HAW) e Carlos Munoz (CRC) na disputa pelo segundo lugar. No final da bateria, Moniz jogou a cautela ao vento e acertou um aéreo reverso crítico para avançar sobre Munoz, que está rebaixado para a Fase Eliminatória.

JJF, o homem do dia no Margaret River Pro. Foto: Cait Miers/World Surf League

“Naquela bateria, apenas surfei como queria surfar”, disse Florence. “Eu apenas surfava uma curva de cada vez e pelo que a onda oferecia para mim. Tirei um pouco da confiança do meu resultado em Bells e sinto que tenho minha temporada no caminho certo agora e estou apenas começando a me aquecer e aumentar minha confiança novamente e me sentir confortável com meu equipamento. Depois de ter uma boa confiança em si mesmo e em seu equipamento, tudo o que você precisa fazer é sair e surfar. É bom estar de volta aqui na Austrália Ocidental. Este é um dos meus lugares favoritos no mundo e tenho uma grande conexão com o lugar.”

 

Kelly Slater, Margaret River Pro. Foto: Cait Miers/World Surf League

Kelly Slater (EUA) esteve em sua melhor forma ao derrotar o atual nº 1 João Chianca (BRA) na bateria 6 da rodada de abertura.

O 11X Campeão do Mundo está atualmente em 26º lugar no ranking e precisa que este seja o melhor resultado de sua temporada para avançar além do corte do meio do ano.

“Aquela bateria foi boa”, disse Slater. “Peguei uma prancha nova para aquela bateria e me senti muito melhor do que a que estava surfando, o que foi legal. Esta é uma grande semana para muitas pessoas no Tour com o corte e tudo mais, inclusive eu. Eu sempre surfo o meu melhor quando estou enfrentando os melhores ou tenho um grande motivo para melhorar meu desempenho, então estou realmente pronto para o desafio desta semana. Espero que consigamos mais boas ondas. Parece que vamos.”

 

Kelly Slater e João Chianca. Foto: Aaron Hughes/World Surf League

Também precisando de um grande resultado aqui em Margaret River está Ezekiel Lau (HAW).

Lau teve um início de temporada lento e marcou sua segunda vitória. Ele precisará continuar esta corrida no empate se quiser salvar sua vaga no CT.

Em uma luta totalmente australiana, Jackson Baker saiu vitorioso sobre Ethan Ewing e Jarvis Earle.

Baker está atualmente na linha de corte e precisava dessa vitória na bateria para manter viva sua campanha de qualificação. Baker mostrou grande poder em suas curvas frontais.

 

Jackson Baker, Margaret River Pro on April 21, 2023 at Margaret River Pro. Foto: Aaron Hughes/World Surf League

Outro australiano que atualmente está empatado com Baker no ranking é Liam O’Brien, que registrou o segundo maior total de bateria do dia, que incluiu excelentes 9,07 sob extrema pressão. O estreante no CT superou o atual campeão mundial Filipe Toledo (BRA).

“Aquela onda foi muito legal”, disse O’Brien. “Felizmente, acertei o tempo em todas as seções, o que foi bom. Foi bom mostrar do que sei que sou capaz. Vamos torcer para que eu continue rolando nas próximas rodadas.”

O eterno candidato ao título da Califórnia, Kolohe Andino (EUA), encontrou-se no local desconhecido de lutar por seu lugar no Tour, já que atualmente ocupa o 30º lugar no ranking. Andino encontrou uma maneira de prosperar sob pressão hoje, apresentando uma performance inspirada no Main Break, que incluiu bons aéreos, o que acabou rendendo a ele um total de bateria de 13,50, o que foi suficiente para levar a vitória sobre Yago Dora (BRA) e Kanoa Igarashi (JPN).

A última bateria do dia viu o prodígio havaiano Barron Mamiya (HAW) vencer Matthew McGillivray (ZAF) e Callum Robson (AUS) para manter vivo seu sonho de fazer o corte. Foi uma bateria importante para os três surfistas, com a progressão do segundo lugar confirmando que McGillivray fez o corte, enquanto a viagem de Robson para a Rodada Eliminatória pode custar caro para suas esperanças de continuar na segunda metade da temporada.

Assim como McGillivray, Connor O’Leary (AUS) conseguiu garantir sua vaga na segunda metade do CT com uma impressionante vitória na bateria sobre Jordy Smith (RSA) e Michael Rodrigues (BRA) na bateria 11 da rodada de abertura.

Brasileiros campeões mundiais em ação

 

Gabriel Medina. Foto: Aaron Hughes/World Surf League

 

As potências brasileiras Italo Ferreira (BRA) e Gabriel Medina (BRA) estão atualmente em 17º e 11º no ranking, respectivamente, o que é um território desconhecido para a dupla de detentores do título mundial.

Suas posições atuais vêm de desempenhos abaixo do esperado em 2023, mas hoje no Main Break, ambos venceram suas eliminatórias da Rodada de Abertura. Medina parecia em excelente forma, postando o terceiro maior total do dia com um total de 16,00 para seu ataque explosivo pelas costas.

 

Italo Ferreira. Foto: Aaron Hughes/World Surf League


“As ondas estão muito divertidas lá fora hoje”, disse Medina. “Foi bom pegar duas ondas e abrir. É legal ver a próxima geração chegando e empurrando todo mundo para o surf. Realmente continua pressionando todo mundo, o que é bom para o Tour. A previsão parece ótima para amanhã e todo mundo está arrasando, então estou ansioso para ver o que o evento traz.”

 

Aussies e Wildcards vão para fase de eliminação

Foi um dia difícil no escritório para os wildcards do evento masculino e contingente da Austrália Ocidental, com Reef Heazlewood (AUS), Jacob Willcox (AUS), Jerome Forest (AUS), Jack Thomas (AUS) e Jarvis Earle (AUS), todos encontrando seu caminho para a Rodada Eliminatória em Margaret River.

Todos eles têm a oportunidade de jogar spoiler ao enfrentarem nomes como Carlos Munoz (CRC), Michael Rodrigues (BRA) e Kanoa Igarashi (JPN), que precisam desesperadamente passar da Rodada Eliminatória para manterem seu lugar no Tour.

 

Line up durante Margaret River Pro. Foto: Cait Miers/World Surf League)

Fique ligado (a) com a HARDCORE e acompanhe as atualizações conforme o desenvolvimento da etapa.

RESULTADOS 

Margaret River Pro – Rodada de Abertura Masculina:

Bateria 1: Ezekiel Lau (HAW) 15.60 DEF. Ian Gentil (HAW) 13.10, Caio Ibelli (BRA) 10.10
Bateria 2: Samuel Pupo (BRA) 14.73 DEF. Ryan Callinan (AUS) 12.40, Jacob Willcox (AUS) 12.00
Bateria 3: Griffin Colapinto (USA) 13.67 DEF. Nat Young (USA) 13.16, Reef Heazlewood (AUS) 11.10
Bateria 4: Jackson Baker (AUS) 15.00 DEF. Ethan Ewing (AUS) 13.43, Jarvis Earle (AUS) 9.47
Bateria 5: Liam O’Brien (AUS) 16.07 DEF. Filipe Toledo (BRA) 15.00, Jerome Forrest (AUS) 7.53
Bateria 6: Kelly Slater (USA) 14.17 DEF. Joao Chianca (BRA) 13.84, Jack Thomas (AUS) 12.66
Bateria 7: John John Florence (HAW) 17.93 DEF. Seth Moniz (HAW) 13.17, Carlos Munoz (CRC) 11.76
Bateria 8: Kolohe Andino (USA) 13.50 DEF. Yago Dora (BRA) 12.96, Kanoa Igarashi (JPN) 11.23
Bateria 9: Italo Ferreira (BRA) 13.94 DEF. Jake Marshall (USA) 13.93, Leonardo Fioravanti (ITA) 12.46
Bateria 10: Gabriel Medina (BRA) 16.00 DEF. Maxime Huscenot (FRA) 12.23, Rio Waida (INA) 10.70
Bateria 11: Connor O’Leary (AUS) 14.67 DEF. Jordy Smith (RSA) 10.66, Michael Rodrigues (BRA) 8.90
Bateria 12: Barron Mamiya (HAW) 12.34 DEF. Matthew McGillivray (RSA) 11.87, Callum Robson (AUS) 11.67

Western Australia Margaret River Pro Men’s Elimination Round Matchups:
HEAT 1: Caio Ibelli (BRA) vs. Jacob Willcox (AUS) vs. Jack Thomas (AUS)
HEAT 2: Leonardo Fioravanti (ITA) vs. Carlos Munoz (CRC) vs. Jerome Forrest (AUS)
HEAT 3: Callum Robson (AUS) vs. Michael Rodrigues (BRA) vs. Jarvis Earle (AUS)
HEAT 4: Rio Waida (INA) vs. Kanoa Igarashi (JPN) vs. Reef Heazlewood (AUS)

Western Australia Margaret River – Rodada das 16 Feminina: 
Bateria 1: Molly Picklum (AUS) vs. Courtney Conlogue (USA)
Bateria 2: Bettylou Sakura Johnson (HAW) vs. Bronte Macaulay (AUS)
Bateria 3: Carissa Moore (HAW) vs. Sophie McCulloch (AUS)
Bateria 4: Tatiana Weston-Webb (BRA) vs. Lakey Peterson (USA)
Bateria 5: Tyler Wright (AUS) vs. Johanne Defay (FRA)
Bateria 6: Gabriela Bryan (HAW) vs. Stephanie Gilmore (AUS)
Bateria 7: Caitlin Simmers (USA) vs. Sally Fitzgibbons (AUS)
Bateria 8: Caroline Marks (USA) vs. Brisa Hennessy (CRC)

Mais informações aqui, no site da WSL.

Fonte: WSL / Liga Mundial de Surf

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias