26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

Livro “Santos, Onde Nasceu o Surfe no Brasil” é marco para cultura de praia

Em um marco para a cultura do surf, a Prefeitura de Santos se uniu a pesquisadores e surfistas para lançar o livro “Santos, Onde Nasceu o Surfe no Brasil”. A obra, resultado de quatro anos de pesquisa coordenada por Diniz Iozzi e Gabriel Pierin, reúne uma coletânea de memórias, eventos e a contribuição de 73 figuras marcantes no cenário do surf brasileiro.

Ao longo dos anos, a equipe produziu cerca de 200 artigos e conteúdos históricos, os quais, semanalmente, eram compartilhados na coluna “Histórias do Surfe”, no jornal A Tribuna.

A partir desse material, o livro, que tem 176 páginas, reuniu um vasto conteúdo histórico e iconográfico. O projeto gráfico ficou sob a responsabilidade do surfista David Cardoso, conhecido como Tozóide, que deu forma a esse acervo de memórias captadas desde 1999, quando as primeiras exposições do Museu do Surf abriram suas portas para a comunidade.

O projeto recebeu apoio da Prefeitura de Santos, destacando-se o esforço do chefe de gabinete, Rafael Oliva, e do secretário de Gestão, Fábio Ferraz. A obra não está disponível para venda e os exemplares serão doados para escolas públicas e público em geral.

Em entrevista, Diniz Iozzi, um dos coordenadores da pesquisa, enfatiza a importância do livro para a comunidade do surf. “O livro Santos, Onde Nasceu o Surfe no Brasil é um presente para todo o povo brasileiro, em especial a comunidade do surf, que lutou dentro e, principalmente, fora d’água, para que o surf se transformasse num instrumento de transformação social e patrimônio cultural das nossas praias.”

O lançamento do livro ocorreu em um momento significativo para o surf nacional, marcando a última década do Circuito Mundial Profissional da WSL, onde sete títulos mundiais foram conquistados por surfistas brasileiros, além da primeira medalha de ouro olímpica. O prefeito de Santos, Rogério Santos, também surfista, lançou o livro em cerimônia pelo Dia do Surfista, que é celebrado em 21 de janeiro.

Como parte das celebrações, nesta quinta-feira, 1 de fevereiro, a cidade recebe a abertura oficial da “SURF & CAFÉ EXPO” na Associação Comercial de Santos. A exposição busca destacar a história do surf e do café, além de oferecer aos participantes a oportunidade ouvir e contar histórias do surf.

+ Documentário Fabio Fabuloso comemora 20 anos, imperdível no YouTube

Diniz Iozzi estará presente no evento, reforçando ainda mais a ligação entre o livro e a exposição. Além dos painéis informativos e das pranchas de surf em exibição, a presença do coordenador das pesquisas históricas do surf agrega valor ao evento, permitindo aos participantes uma experiência enriquecedora ao ouvir diretamente sobre as histórias e conexões presentes no livro.

A SURF & CAFÉ EXPO estará aberta ao público até 16 de fevereiro, das 8h às 18h, na Associação Comercial de Santos, localizada na Rua XV de Novembro, 137. A entrada é gratuita, oferecendo aos amantes do surf, apreciadores de café e entusiastas da cultura brasileira uma oportunidade única de mergulhar nas origens e conexões entre o surfe e o café.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias