Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Lagoa Surf Arte: “O belo no mundo do surf”. Vídeo e fotos



[youtube https://www.youtube.com/watch?v=RBRpqwl1MHs]

Texto Divulgação

Promover um encontro entre amantes da cultura do surf em um espaço envolto por uma atmosfera que evidencia o estilo de vida do surfista de alma. Como esse objetivo, o curador Fabrício Flores reuniu em janeiro, n´O Sítio, localizado na bucólica Lagoa da Conceição, um grupo de apaixonados pela água salgada.

A ideia foi abordar o “belo no mundo do surfe”, além de evidenciar a produção artística catarinense. E o resultado foi um sucesso. A estreia do festival não poderia ser melhor, em dia de céu azul e sol, seguido de uma noite de lua cheia, mais de 250 pessoas comparecendo ao local, entre artistas, pintores, fotógrafos, cineastas e amigos sensíveis à cultura e história do surf.

“O evento foi uma dedicação de sete meses de trabalho, contatos e curadoria e foi gratificante ver que tudo foi projetado, e carinhosamente pensado, se realizando naquele dia. Surfe com conteúdo! O retorno que recebemos dos parceiros e dos apoiadores foi muito positivo. Muitos, no mesmo dia, já nos procuraram para reforçar o apoio nas próximas edições. Já temos a previsão da próxima edição para outubro com novidades, como o aumento do período de exposição de arte, premiação dos filmes, workshops, entre outras coisas”, comemorou o curador e também shaper Fabrício Flores.

Arraste o mouse sobre a foto e avance para ver a galeria de fotos. 


Convidado especial da noite, que há mais de 20 anos não visitava Santa Catarina, Tito Rosemberg, lenda do surf nacional, contou um pouco de sua trajetória com a palestra “Beco com Saída”. Após revirar as revistas estrangeiras de seu pai, jornalista, e ver países exóticos, Tito resolveu largar tudo no final da década de 70 e se mudou para Londres e de lá conheceu o mundo. No encontro, o fotógrafo mostrou um pouco de sua história com registros guardados ao longo dos anos, seu baú de fotografias.

Encerrando a noite, o Lagoa Surfe Arte apresentou dois filmes inéditos por aqui: o curta Finding FAROES – The Outpost Vol.02 de Ben Weiland e Chris Burkard (quinta cidade no mundo a apresentar o filme; assista ao trailer abaixo) e o longa Tierra de Patagones, dos irmãos argentinos Julian e Joaquin Azulay, exibido pela primeira vez oficialmente em Santa Catarina.

[vimeo 131042744 w=700 h=400]

“Essa foi a primeira vez que os filmes do Ben e do Chris são exibidos no Brasil. Fomos a quinta cidade no mundo. E é a primeira exibição oficial do filme dos irmãos argentinos em Santa Catarina. Todo evento busca trazer algo inédito e nós fizemos isso”, acrescenta Fabrício Flores Nunes.

E o ineditismo continuou nas obras. Além dos filmes e da palestra de Tito, o evento ficou marcado pela exposição de obras de artistascomo a designer portuguesa Lisa Marques (primeira exposição nas Américas), o pintor francês Jacques de Kerdel (primeira exposição fora da França), e dos brasileiros Raphael Langowski (pintor, Santa Catarina), Carlos Carpinelli Jr. (pintor, Santa Catarina), Marianna Piccoli (fotógrafa, Santa Catarina), Daniel Arena (viajante fotógrafo, Santa Catarina), Henrique Perrone (handshaper da Ogro Surfboards, Rio Grande do Sul) e Fabrício Flores (handshaper da Sea Cookies Handshapes, Santa Catarina).

A realização foi da Sea Cookies Handshapes e apoio cultural da SEKAI Mitsubishi Motors, Liquid Trips e Haute Haus Guest House. Os parceiros foram a Empty Clothing Co, Bistrô Santa Marta, Puerto Escondido Kioske Mexicano, Cozinha de Afrodite, Artesano Pizza Bar, Cafeteria Jack & Jacks, Vinhedos do Monte Agudo, Villaggio Grando Boutique Winery, Vinícola Suzin, Gabriela Nunes Design, Surfsilk, Alma Quilhas e Urutu Movelaria.

Sobre Fabrício Flores e a Sea Cookies Handshapes:

Gaúcho de nascimento, engenheiro de formação e soul shaper por vocação, Fabrício Flores é o idealizador da Sea Cookies Handshapes. Aplicando conceitos matemáticos e hidráulicos, as pranchas são mais do que equipamentos esportivos, mas sim esculturas que refletem o amor pleno pelo surfe.

Desde criança, Fabrício sempre foi um apaixonado pelas “boards” e ao longo dos anos desenvolveu seu próprio estilo, estudando diferentes formas e estudando novos designs. Há dois anos, trabalha como soul shaper, fazendo as pranchas personalizadas manualmente, tendo como ideial central de criação a busca pela fluidez, velocidade e o resgate do surfe quanto diversão. #handcrafted #nomachine #surfisfunny e #newrailisfunny são hashtags comuns nas suas postagens.

+Notícias

Daniel Adisaka de Ubatuba para...

"Eu sou do litoral paulista, moro em Ubatuba, então, são dois lugares diferentes, climas...

ONU retira maconha de lista...

Finalmente a a ONU retira maconha da lista de drogas pesadas. Foi um marco na...

Assista à piscina Surf Lakes:...

"Pumped" traz uma visão de 13 minutos das instalações da piscina Surf Lakes, a...

Yago Dora ao som de...

"Uma manhã de altas ondas no Sul da Ilha." Essa é a legenda modesta que...