Publicidade:

Justiça determina anulação das eleições para nova diretoria da CBSurf

Segundo uma fonte ligada à redação Hardcore, a 5ª Vara Cível e Comercial de Salvador emitiu um parecer favorável à chapa Nação Surf Brasil, que em conjunto com as Federações de Surf dos Estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Espírito Santo, pediram na justiça o cancelamento das eleições para nova diretoria da confederação brasileira de surf – CBSurf, realizadas no dia 30/12/2020.

A ação movida apontava supostas irregularidades estatutárias na eleição para cargos diretivos da Confederação Brasileira de Surf e que, portanto, não poderia ser considerada legítima.

Hardcore teve acesso aos autos do processo nº 8140526-62.2020.8.05.0001 e que confirmam a decisão do juiz da 5ª Vara Cível e Comercial de Salvador favorável ao cancelamento da eleição:

Ante o exposto, DEFIRO o pedido formulado pela parte autora no ID 95597443, para determinar o cancelamento da eleição realizada no dia 30 de dezembro de 2020, bem como para determinar que sejam realizadas novas eleições para a diretoria da CBSurf, na forma do estatuto social e em obediência à decisão judicial proferida anteriormente, realizando-se, previamente a este processo, eleições para a formação de nova Comissão de Atletas, sob pena de multa no valor de R$ 50.000,000 (cinquenta mil reais), que poderá ser alterada, se necessário, crime de desobediência e demais cominações legais.”

Esta foi uma decisão tomada em primeira instância e cabe recurso. Nenhuma das partes, todavia, se manifestou oficialmente o final do dia de sexta-feira, 26 de março.

Acompanhe nossas próximas atualizações com novas informações.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias