27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024
27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024

Jaguaruna receberá etapa internacional do Gigantes de Nazaré

A cidade de Jaguaruna (SC) fechou parceria com o Gigantes de Nazaré, um dos maiores eventos de ondas grandes do mundo, receber uma etapa do circuito mundial, que contará com a participação de surfistas internacionais e premiação estimada em cerca de R$ 500 mil. O evento será realizado dentro de uma janela que irá de abril e junho de 2024, na Laje da Jagua.

A Big Waves Brasil (BWB), entidade que trabalha com o Big Surf Brasileiro e fabricante de slads e coletes, é uma das envolvidas no processo que trouxe o evento para o Brasil. Com a data identificada, os surfistas são chamados para a competição. Thiago Jacaré, surfista profissional e ligado a BWB e também presidente da Associação de Surf de Ondas Grandes, explica que o campeonato vai fomentar o turismo e a economia regional.

O mais importante é o evento de surf, mas existe uma prerrogativa por trás, que é relacionada ao turismo, aos empreendimentos na cidade. Vamos fazer a chamada do evento internacional. Então vamos à espera do swell: marcou nos gráficos um dia grande, chamamos o evento e virão surfistas da Califórnia, do Havaí, de Portugal e da Austrália”, explica Jacaré, que também vai competir.

Espera recompensada

Jaguaruna recebeu em 2006 e em 2011 eventos de grandes proporções relacionados ao Big Surf, porém, com a força atual das redes sociais, a crença é a de que a competição de 2024 significará um marco para o município. Jacaré explica que foram dois anos de negociações com o Gigantes de Nazaré e outros 20 anos de trabalho para que a cidade fosse reconhecida pelas grandes ondas.

Jaguaruna foi reconhecida recentemente como Capital Nacional da Maior Onda do Brasil. Agora estamos colhendo os frutos de um trabalho que fizemos há 20 anos. Já estávamos em uma conversação forte com o Gigantes de Nazaré, nessa tratativa conversando sobre a Laje e falando sobre a possibilidade de realizar um novo evento”, afirma.

Os recursos para a realização da competição serão custeados com verbas da Prefeitura de Jaguaruna, do Governo do Estado, e com emendas parlamentares.  A perspectiva é que o evento se torne anual e simultâneo com um festival em comemoração ao título de Capital Nacional da Maior Onda do Brasil.

Texto de Thiago Hockmüller para o Portal Engeplus com adaptações

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias