Publicidade:

Indonésia pode reabrir fronteiras para estrangeiros em novembro

A Indonésia planeja começar a abrir suas fronteiras para estrangeiros a partir de novembro de 2021, uma vez que 70% de sua população-alvo tenha recebido pelo menos uma injeção de vacina contra o coronavírus.

Leia também: 
+ Gabriel Medina superou a própria tempestade para fazer história
+ Assista aos melhores momentos do dia final em Trestles

A informação é do seu ministro da saúde, Budi Gunadi Sadikin, que entrevista à Reuters, disse que estava seguindo as dicas da estratégia adotada pela Grã-Bretanha, que priorizou o lançamento das primeiras doses e atingiu um índice menor de internações e mortes.

“Então para nós nos concentramos na primeira dose. Se pudermos vacinar 70% da população-alvo de 208 milhões, se pudermos atingir 140-150 milhões, 70% com a primeira dose, então podemos começar a reabrir gradualmente,” ele disse.

“E meu cálculo é que será alcançado em novembro.” É a primeira vez que um ministro indonésio se comprometeu publicamente com um prazo para a reabertura das fronteiras do país.

Budi disse que as restrições na fronteira seriam aliviadas ainda mais quando 70% da população-alvo tivesse recebido duas doses.

Os ministros também sinalizaram a reabertura da ilha resort de Bali, mas nenhum cronograma foi definido.

A Indonésia registrou mais de 4,1 milhões de casos de coronavírus e 139.000 mortes por COVID-19, mas a taxa de positividade – o número de pessoas testadas que são positivas – caiu. Era 31% no final de julho, mas era 2% na terça-feira.

As restrições sociais estão em vigor desde o início de julho, mas têm diminuído gradualmente para permitir que shoppings, restaurantes, cinemas e fábricas operem com capacidade limitada e condicional.

O programa de vacinação da Indonésia foi prejudicado por problemas de distribuição e logística e hesitação da vacina, mas espera-se que mais de 140 milhões de pessoas tenham sido vacinadas duas vezes até março próximo.

Budi disse que não pode garantir que não haverá um terceiro surto de infecções na Indonésia.

“É extremamente difícil prever”, disse ele.

Bussiness Visa

Apenas os estrangeiros com visto diplomático ou de trabalho, ou que tenham direito a outras isenções, têm permissão para entrar na Indonésia.

Muitos surfistas conseguiram entrar com o chamado Business Visa (Visto de Negócios), válido por dois meses, que pode servir de opção para quem decidir ir, acompanhado de certificado digital com o código QR de vacinação completa contra coronavírus, teste PCR negativo até 72 horas antes da chegada, seguro de saúde e quarentena de 8 dias em Jakarta.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias