27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024
27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024

HARDCORE 312 – Novembro/2015

 

312-capa

Na HARDCORE de novembro, rodamos o planeta em busca do poder de transformação que o surf possui.

Na reportagem de capa, direto de Bali, analisamos como um paraíso pacato deu lugar ao crescimento desenfreado que ameaça a Ilha dos Deuses – e como grupos de surfistas têm arregaçado as mangas para resolver os problemas, especialmente referente ao saneamento básico precário.

No Brasil, fomos para Regência, no Espírito Santo, um vilarejo paradisíaco no qual, apesar de ondas de nível internacional, continua pacato, e luta para se manter preservado diante da ameaça de projetos de desenvolvimento.

Em um secret de São Paulo, o festival Turbu Unicórnio Classic misturou pranchas clássicas, experimentais, alternativas e contemporâneas.

No Rio de Janeiro, o Oi SuperSurf 2015 teve seu final em Saquarema. Após performances consistentes, Kristian Kymerson, sem patrocínio, foi o primeiro capixaba a conquistar o circuito.

Já no Sudeste Asiático, testemunhamos o poder que o surf tem em um dos países islâmicos mais tradicionalistas. Em Bangladesh, um grupo de garotas vive momentos de paz em Cox’s Bazar, o beachbreak mais extenso do mundo.

Ainda tem 10 Perguntas com a big rider havaiana Keala Kennelly; o novo livro da Rocky Mountain Livros, “Lições de um Empresário Rebelde”; raio-x da Tríplice Coroa Havaiana; entrevista com Fellipe Kizu, brasileiro campeão do Mundial Adaptado.

HC de novembro nas bancas!

***

312_hardcore-bali-1

“O pior problema enfrentado por Bali atualmente não é o trânsito nem os iminentes racionamento de água e energia: é o lixo. Diariamente, são produzidas 240 toneladas de lixo na ilha, sendo que 75% disso não é coletado. O que é recolhido acaba em rudimentares lixões. O resto é queimado e jogado nos rios e no mar.” 

Nosso editor internacional radicado em Bali, Steven Allain revela como o desenvolvimento desenfreado ameaça a Ilha dos Deuses. “Ondas e vibe, sozinhas, não salvam Bali do progresso desordenado”, escreve Steven. “Atualmente são 4,5 milhões de habitantes, o dobro de 20 anos atrás. Além disso, a ilha recebe 3,5 milhões de turistas anualmente. É gente demais para uma ilha que há 30 anos mal tinha ruas asfaltadas.”

***

312_hardcore-regencia-1

“Uma longa bancada de areia em forma de triângulo, que recebe as ondulações acima de 2,5 metros, que sobem a costa brasileira e quebram em forma de ondas espetaculares ao alcançarem a Boca do Rio.”

Fora das tradicionais rotas do surf, uma onda indonésia roda despercebida na costa do Espírito Santo. O fotógrafo Celso Pereira Junior traz um raio-x sobre o beachbreak capixaba de Regência.

***
312_hardcore-bangladesh-1
“Em um país onde apenas 40% das meninas chegam ao Ensino Médio e quase 5 milhões de crianças entre 5 e 15 anos estão envolvidas em trabalho infantil, o Life Saving and Surfing Club oferece uma oportunidade real e válida para sair da miséria e da pobreza por meio do surf e do inglês.”

Imagine um país muçulmano populoso extremamente tradicionalista, por onde se estende o beachbreak mais extenso da Terra. Nas ondas de Cox’s Bazar, as jovens surfistas de Bangladesh encontram momentos de liberdade. Quem conta a história é o fotojornalista-viajante italiano Giulio Paletta.

***
312_hardcore-turbu-1

“Um secret paulista, praia deserta e protegida, amigos de longa data. Pranchas clássicas, pranchas experimentais. Surf de pranchão, aéreos. Um dia de sol, diversão e nenhuma regra. Personas distintas, o mar como destino.”

É assim que nosso diretor editorial, Adriano Vasconcellos, define o Turbu Unicórnio Classic. Na reportagem, conheça as 16 figuras que participaram deste festival fora da caixa.

***

312_hardcore-10P-1

“A indústria do surf está presa à ideia de que apenas garotas jovens, bonitas, femininas e heterossexuais são ‘comercializáveis’ e vendem produtos. Realmente não existe espaço para uma ‘lésbica-macho’ como eu ter sucesso no mundo do surf.”

Na seção 10 Perguntas, nosso editor assistente Kevin Damasio entrevista a big rider mais tomada do mundo. Na conversa, a havaiana Keala Kennelly revive o último swell gigante em Teahupo’o, na qual foi protagonista, e fala sobre as dificuldades em ser gay na indústria do surf.

***

312_hardcore-JRNL-1

A abertura do Journal é uma resenha sobre o livro Lições de um Empresário Rebelde, a segunda obra do selo Rocky Mountain Livros. Trata-se da autobiografia de Yvon Chouinard, o dono da empresa Patagonia que, por meio das filosofias que adquiriu nos esportes outdoor, revolucionou o jeito de fazer negócios de maneira responsável e sustentável.

***

312_hardcore-layday-1A modelo Aline Franzoi parou ante as lentes da Haruo Kaneko, para fechar com atitude a edição de novembro na seção Lay Day.

312_hardcore-pg10

REVISTA HARDCORE, COMPRE A SUA, OU CLIQUE AQUI PARA ASSINAR.

DISPONÍVEL TAMBÉM NA VERSÃO TABLET, COM FOTOS E VÍDEOS EXTRAS E NAVEGAÇÃO INTELIGENTE.

PARA BAIXAR O APLICATIVO, PROCURE POR “REVISTA HARDCORE” NA APP STORE OU PLAY STORE.

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias