Publicidade:

Haleiwa Challenger: Samuel Pupo e João Chianca buscam últimas vagas para o CT 2022

A batalha pelas últimas vagas para o World Surf League Championship Tour 2022 teve mais um capítulo com alegria e drama no sábado, 04 de dezembro, durante as disputas do Haleiwa Challenger, no Havaí.

Mais cinco nomes foram confirmados na lista dos doze indicados pelo ranking do Challenger Series. O Brasil sofreu muitas baixas e agora Samuel Pupo e João Chianca são as últimas esperanças brasileiras de classificação para o CT.

Samuca passou para as quartas de final do Haleiwa Challenger, mas Chumbinho perdeu e sua vaga no G-12 está ameaçada por cinco surfistas. A briga continua neste domingo, a partir das 8h00 no Havaí, 15h00 no Brasil, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

Sete brasileiros tinham chances matemáticas na briga pelas últimas vagas para o CT 2022. Jessé Mendes foi o primeiro a cair, na terceira bateria do dia, perdendo para o bicampeão mundial John John Florence e um concorrente direto, o australiano Jacob Willcox.

Veja também

+ Guia Hardcore: como escolher o leash de prancha ideal

+ Kai Lenny e Ian Walsh surfam o melhor Mavericks de suas vidas

Na disputa seguinte, João Chianca e Thiago Camarão foram eliminados por dois surfistas que nem estão na disputa por classificação, o já garantido na elite, Jack Robinson, da Austrália, e o jovem Shion Crawford, do Havaí, que tinha barrado o novo top do CT, Lucca Mesinas, na estreia do peruano em Haleiwa.

Haleiwa Challenger
João Chianca perde e agora depende do resultado de seus adversários em Haleiwa para entrar no CT 2022. Foto: @WSL / Damien Poullenot

ÚNICO BRASILEIRO – Depois, Alex Ribeiro também saiu da batalha, só surfando uma onda na quinta bateria do dia. Aí veio a com participação tripla do Brasil, que acabou sendo vencida pelo australiano Kalani Ball. Na disputa pela outra vaga para as quartas de final, Samuel Pupo superou Wiggolly Dantas e Caio Ibelli, recuperando o último lugar no G-12 para o CT 2022.

Samuca tirou Jordan Lawler da lista, que foi eliminado no confronto seguinte pelo também australiano Liam O´Brien e pelo havaiano Ian Gentil.

Na última bateria do dia, o português Vasco Ribeiro também saiu da disputa por vagas no G-12, sendo barrado junto com Deivid Silva, que já está garantido na “seleção brasileira” da WSL por mais um ano. Os dois perderam para outros dois concorrentes ao título mundial de 2022, o australiano Connor O´Leary e o japonês Kanoa Igarashi.

Samuel Pupo também respondeu sobre como será disputar o WSL Championship Tour junto com o seu irmão mais velho, Miguel Pupo: “Seria o maior sonho da vida! Eu e meu irmão viajando juntos no Tour, será incrível. Mas, tem muita coisa pela frente ainda. Não quero pensar nisso agora e só na minha próxima bateria. Eu sinto que as coisas estão vindo para o meu lado, então quero aproveitar”.

A bateria que ele pode confirmar de vez sua classificação para o CT 2022, será a última das quartas de final do Haleiwa Challenger. Nela, Samuca vai enfrentar um adversário direto por vaga, Billy Stairmand, da Nova Zelândia, além de dois australianos já garantidos no G-12, Connor O´Leary e Liam O´Brien.

Outros dois concorrentes estão na chave de baixo, que vai indicar os dois últimos finalistas. Ou seja, dos quatro, apenas dois poderão chegar na decisão do título em Haleiwa.

Após Sofía Mulánovich, Lucca Mesinas é o primeiro peruano da história a entrara para o CT, dessa vez, entre os homens. Foto: Brent Bielmann/World Surf League

CINCO CONCORRENTES – O neozelandês precisa ser vice-campeão no mínimo, para ultrapassar os 11.000 pontos de João Chianca e os 10.400 do Samuel Pupo. É a mesma situação do havaiano Ian Gentil, que compete na terceira quarta de final, com o australiano Kalani Ball que já necessita da vitória em Haleiwa. Eles vão encarar dois tops do CT, o japonês Kanoa Igarashi e o californiano Griffin Colapinto, que estão no topo do ranking, mas dispensam as vagas do WSL Challenger Series por já estarem garantidos na elite de 2022.

O outro surfista que pode entrar no G-12 é o australiano Jacob Willcox. Ele é a principal ameaça para Samuel Pupo e João Chianca e o único que está na chave de cima do Haleiwa Challenger, que definirá os dois primeiros finalistas. Willcox abre as quartas de final com três já confirmados no CT 2022, seu compatriota Jack Robinson, o havaiano Ezekiel Lau e o americano Jake Marshall. Se ele passar para as semifinais, já iguala os 10.400 pontos do Samuel Pupo e atinge 11.600 se chegar na grande final.

Mas, a vaga do João Chianca pode ser confirmada na terceira quarta de final. Isso se Ian Gentil e Kalani Ball perderem para os favoritos Kanoa Igarashi e Griffin Colapinto. A outra chance é na última bateria, se Billy Stairmand for barrado por Samuel Pupo, Connor O´Leary e Liam O´Brien. Somente Samuca já garante sua classificação se passar para as semifinais, ou em caso de eliminação dos outros quatro concorrentes pelas últimas vagas no CT 2022.

CONFIRMADOS NO CT 2022 – Enquanto quatro surfistas brigam pelas vagas do João Chianca, que está em décimo lugar no ranking, do australiano Jackson Baker em 12.o, do costa-ricense Carlos Munoz em 13.o e do Samuel Pupo em 14.o, cinco tiveram seus nomes confirmados no CT 2022 no sábado. Os australianos Liam O´Brien e Callum Robson se garantiram quando passaram para as quartas de final do Haleiwa Challenger. Eles subiram para o sexto e nono lugar no ranking, respectivamente.

Já o californiano Nat Young, o havaiano Imaikalani Devault e Lucca Mesinas, o primeiro peruano a entrar no seleto grupo dos melhores surfistas do mundo, foram oficializados pela combinação dos resultados das oitavas de final. No momento, Young ocupa a sétima posição, Devault está na oitava e Mesinas na décima. Outros três já estavam com suas vagas confirmadas, o havaiano Ezekiel Lau que assumiu a liderança do WSL Challenger Series no sábado, o australiano Connor O´Leary em quarto lugar e o americano Jake Marshall em quinto. Entre eles, estão Kanoa Igarashi na vice-liderança e Griffin Colapinto em terceiro lugar.

A competição tem prazo até 7 de dezembro para fechar o Challenger Series 2021 e as listas dos 12 homens e das 6 mulheres que vão completar a elite que disputará os títulos mundiais de 2022 no WSL Championship Tour.

HIGHLIGHTS DO HALEIWA CHALLENGER:

PRÓXIMAS BATERIAS DO HALEIWA CHALLENGER:

QUARTAS DE FINAL – 3.o=9.o lugar (US$ 3.200 e 3.600 pts) e 4.o=13.o (US$ 2.950 e 3.400 pts):
1.a: Jack Robinson (AUS), Ezekiel Lau (HAV), Jake Marshall (EUA), Jacob Willcox (AUS)
2.a: John John Florence (HAV), Conner Coffin (EUA), Callum Robson (AUS), Shion Crawford (HAV)
3.a: Kanoa Igarashi (JPN), Griffin Colapinto (EUA), Ian Gentil (HAV), Kalani Ball (AUS)
4.a: Connor O´Leary (AUS), Liam O´Brienn (AUS), Samuel Pupo (BRA), Billy Stairmand (NZL)

OITAVAS DE FINAL – 3.a=17.o lugar (US$ 2.400 e 2.200 pts) e 4.a=25.o (US$ 1.900 e 1.800 pts):
1.a: Carissa Moore (HAV), Alyssa Spencer (EUA), Pauline Ado (FRA), Zoe McDougall (HAV)
2.a: Gabriela Bryan (HAV), Caitlin Simmers (EUA), Yolanda Hopkins (PRT), Brianna Cope (HAV)
3.a: Brisa Hennessy (CRI), Vahine Fierro (FRA), Philippa Anderson (AUS), Tia Blanco (EUA)
4.a: Sage Erickson (EUA), Luana C. Silva (HAV), Leticia C. Bilbao (ESP), Dimity Stoyle (AUS)
5.a: Tatiana Weston-Webb (BRA), Molly Picklum (AUS), Savanna Stone (HAV), Teresa Bonvalot (PRT)
6.a: Lakey Peterson (EUA), India Robinson (AUS), Sara Wakita (JPN), Minami Nonaka (JPN)
7.a: Macy Callaghan (AUS), Sawyer Lindblad (EUA), Sarah Baum (AFR), Summer Macedo (BRA)
8.a: Caroline Marks (EUA), Coco Ho (HAV), Bettylou Sakura Johnson (HAV), Amuro Tsuzuki (JPN)

RESULTADOS DO SÁBADO EM HALEIWA BEACH:

OITAVAS DE FINAL – 3.o=17.o lugar (US$ 2.400 e 2.200 pts) e 4.o=25.o lugar (US$ 1.900 e 1.8000 pts):
1.a: 1-Jake Marshall (EUA), 2-Conner Coffin (EUA), 3-Seth Moniz (HAV), 4-Matthew McGillivray (AFR)
2.a: 1-Ezekiel Lau (HAV), 2-Callum Robson (AUS), 3-Charly Quivront (FRA), 4-Crosby Colapinto (EUA)
3.a: 1-John John Florence (HAV), 2-Jacob Willcox (AUS), 3-Jessé Mendes (BRA), 4-Jack Freestone (AUS)
4.a: 1-Shion Crawford (HAV), 2-Jack Robinson (AUS), 3-Thiago Camarão (BRA), 4-João Chianca (BRA)
5.a: 1-Griffin Colapinto (EUA), 2-Billy Stairmand (NZL), 3-Luke Swanson (HAV), 4-Alex Ribeiro (BRA)
6.a: 1-Kalani Ball (AUS), 2-Samuel Pupo (BRA), 3-Wiggolly Dantas (BRA), 4-Caio Ibelli (BRA)
7.a: 1-Liam O´Brien (AUS), 2-Ian Gentil (HAV), 3-Cody Young (HAV), 4-Jordan Lawler (AUS)
8.a: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Kanoa Igarashi (JPN), 3-Vasco Ribeiro (PRT), 4-Deivid Silva (BRA)

* Por João Carvalho

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias