30 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
30 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Filipe Toledo fica com a 3ª colocação no “Surfer of The Year”

Filipe Toledo ficou com a terceira colocação no “Surfer of The Year”, premiação promovida pelo site australiano Stab. Os vencedores são escolhidos por meio de votação entre os internautas e jurados.

O processo de escolha dos vencedores é baseado não apenas através dos resultados em competições, mas também são considerados outros aspectos, como sessões de free surf, filmes lançados, conteúdos publicados em redes sociais e o impacto na comunidade do surf. A diversidade de critérios adotados para a escolha dos vencedores, segundo a Stab, visa capturar a essência completa do surf e destacar os surfistas mais inspiradores ao longo do ano.

Bill Sharp New Big Wave Challenge
As performances insanas de Nathan Florence ao longo de 2023 e sua produção de conteúdo geraram resultado. Foto: Reprodução YouTube

Nathan Florence e Caity Simmers foram os mais votados. No caso de Nathan, que em 2023 também faturou o título de Surfer of the Year no New Big Wave Challenge, ficou claro que a combinação de tubos insanos, viagens ao redor do mundo para surfar ondas gigantes e um canal de YouTube muito bem produzido, agradaram em cheio aos leitores e jurados. Quanto a Simmers, ela levou 39 dos 45 votos do júri da Stab e ganhou a votação entre os leitores assinantes Premium por uma vitória esmagadora, segundo informa o site.

Surpreendentemente, dois dos maiores expoentes do surf brasileiro, Gabriel Medina e Italo Ferreira, ficaram de fora da lista de vencedores deste ano, mas é bom lembrar que ambos precisaram lidar com lesões que os mantiveram por alguns meses distantes dos holofotes em 2023. Esse fato evidencia que a popularidade ambos não foi tão grande principalmente entre os australianos ao longo de 2023.

Caity Simmers venceu no feminino de forma arrebatadora. Foto: @WSL / Daniel Smorigo

Além de Filipe Toledo, outros dois brasileiros foram reconhecidos na premiação. Yago Dora conquistou a 12ª posição, enquanto João Chianca ficou na 15ª colocação. Ao comentar sobre os resultados, os organizadores da premiação destacaram que, apesar das críticas sobre votações tendenciosas, o critério de seleção leva em consideração a inspiração proporcionada pelos surfistas em diversos aspectos, resultando em uma lista diversificada. Entre as mulheres, nenhuma surfista brasileira conquistou um lugar entre as 15 melhores surfistas do sexo feminino mais votadas.

Veja os resultados a votação:

Surfista do Ano: Melhor Masculino (top 15 + pontuação)

  1. Nathan Florence – 84
  2. Ethan Ewing – 79.5
  3. Filipe Toledo – 75.5
  4. Harry Bryant – 55
  5. Noa Deane – 49.5
  6. John John Florence – 44
  7. Griffin Colapinto – 35
  8. Mason Ho – 33
  9. Russell Bierke – 29
  10. Shaun Manners – 25.5
  11. Mikey Wright – 24
  12. Yago Dora – 19
  13. Cole Houshmand – 14
  14. Al Cleland Jr. – 11
  15. Joao Chianca – 10

Surfista do Ano: Melhor Feminino (Top 15 + pontuação)

  1. Caity Simmers – 165
  2. Carissa Moore – 82
  3. Caroline Marks – 75
  4. Molly Picklum – 71
  5. Stephanie Gilmore – 60.5
  6. Moana Jones-Wong – 57.5
  7. Sierra Kerr – 48
  8. Erin Brooks – 34
  9. Coco Ho – 29
  10. Laura Enever – 28
  11. Jaleesa Vincent – 22
  12. Frankie Harrer – 21
  13. Justine Dupont – 9
  14. Vahine Fierro – 8
  15. Bettylou Sakura Johnson – 6

Outras categorias 

Além da votação “Surf of The Year”, também contemplaram a premiação as categorias: “Best Junior”, vencida por Hughie Vaughan, no masculino, e Erin Brooks, no feminino; “Edição do Ano”, para “Outer Edge of Leisure”, estrelado por Russell Bierke; “Filme do Ano”, vencido por “Repeater” de Wade Carroll e Quiksilver e “Melhor YouTube”, com mais um caneco para Nathan Florence.

Para conferir todos os vencedores, acesse Stab.com.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias