O californiano Nat Young sagrou-se campeão do QS de 5 mil Pro Taghazout Bay, no Marrocos, nas direitas perfeitas de Anchor Point, nesta quinta (30)

Por Redação HC

O QS de 2020 mal começou e já é uma grata surpresa. O californiano Nat Young (foto de capa), que fez parte do CT durante quase toda a última década, acaba de sagrar-se campeão do Pro Taghazout Bay, segunda etapa de 5 mil pontos do ano no Qualifying Series da WSL.

A grata surpresa não é pelos vencedores em si — a primeira etapa, na China, foi vencida pelo japonês Shun Murakami — , mas sim pela qualidades das ondas oferecidas.

Veja também: Reformulado, QS 2020 começa em boas esquerdas na China

Nas direitas perfeitas de Anchor Point, onde terminou o evento nesta quinta (30), Nat Young pode emular com perfeição o surf que aprendeu em Steamer Lane, mais famoso pico da região de Santa Cruz, no norte da Califórnia, onde ele nasceu, cresceu e vive até hoje.

A etapa chinesa também rolou em boas condições: esquerdas lisas de até um metro no point-break de Riyue Bay, na ilha de Hainan. A próxima etapa 5 mil já está rolando: o Volcom Pro, em Pipeline. Em resumo, um começo de ano de excelentes ondas no QS.

Na grande final no Marrocos, Nat Young venceu o peruano Alonso Correa, que fez um de seus melhores resultados na carreira no QS, em duelo de altíssimo nível entre os dois goofies, que deram um show de backside nas direitas.

Alonso Correa durante QS no Marrocos

Alonso Correa começa bem o ano com o vice no Marrocos (WSL)

Nas semis, também em baterias de pontuação muito alta, eles impediram o que poderia ser uma final 100% portuguesa: Nat venceu Vasco Ribeiro na primeira, Alonso passou por Frederico Morais na segunda.

Com ótimas condições à disposição ao longo da semana, por sinal, o campeonato teve uma chuva de high scores durantes todas as fases. Um dos destaques foi o brasileiro Thiago Camarão, que não fez nenhuma média abaixo dos 17 pontos em todas as baterias que disputou. Ainda assim, Camarão foi eliminado nas oitavas de final, pelo americano Jake Marshall.

Para conferir na íntegra todos os resultados do Pro Taghazout Bay, entre aqui.

Depois do Volcom Pipe Pro, o próximo compromisso de 5 mil pontos do QS é aqui no Brasil, nas ondas tubulares da Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha, entre os dias 11 e 16 de fevereiro.

Veja também: Miguel Pupo sonha com bi inédito na Cacimba do Padre