24 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
24 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Dream Tour Praia Mole começa nessa quarta com várias atrações

Com o objetivo de deixar sua pegada social durante sua passagem por Florianópolis, o Corona Dream Tour Floripa apresentado por Shell, que começa nessa quarta-feira (30) nas ondas da Praia Mole, terá diversas atividades na janela de competição. Destaque para o Surf Dog, modalidade onde o tutor surfa com o cão, preservando sempre a segurança e o bem-estar do seu melhor amigo. A prática já acontece há décadas no exterior e sempre contou com a presença brasileira nos pódios, principalmente da Califórnia (EUA). Os cães Bono, Maya e Parafina são referências mundiais do esporte, campeões mundiais e brasileiros.

Dois destes três ícones do Surf Dog estarão presentes no Corona Dream Tour Floripa: Maya e Parafina, que terão a companhia de Dakota – matriz da primeira escola de Cães Guia do Brasil, Helen Keller, fundada na própria Praia Mole em 1998. Gilson, tutor da Maya, lembra que “a prioridade é que o cão esteja feliz, se divertindo e com total segurança por meio de coletes salva-vidas e sempre em condições adequadas para a prática do esporte”.

Além da atividade do Surf Dog, o cão guia Dakota e o reprodutor Atobá prestam assistência no Hospital Infantil Joana de Gusmão há 7 anos, no serviço de oncologia pediátrica, acompanhando as crianças durante o longo tratamento de leucemia e outras doenças, criando vínculos afetivos dentro do ambiente hospitalar.

Dream Tour Praia Mole
Surf Dog será uma das atrações ao longo dos dias do evento. Foto: Divulgação

A bateria especial dos cães, com duração de 30 minutos, será no sábado (02). Na data, o Corona Dream Tour Floripa também receberá a visita das crianças da Pediatria Oncológica do Hospital Infantil Joana Gusmão. São crianças entre 2 e 15 anos que estão curadas ou fase de tratamento de reemissão do câncer. Além de fazer um tour pelo evento, o grupo irá interagir com os cães surfistas e pintará uma prancha de SUP com a assinatura do renomado artista plástico Luciano Martins.

Outro projeto social que atua com crianças também visitará a competição: trata-se do Bairro Educador, programa de educação não formal inovador, da Prefeitura Municipal de Florianópolis e gerido pelo Instituto Escola de Esporte Cidadã, que tem como finalidade promover a educação integral e integrada. Além do apoio pedagógico, o programa oferece atividades culturais, esportivas e de lazer, incluindo o surfe, aplicado pela Oficina do Surf.

A ideia das visitas é apresentar às crianças como funciona um campeonato de surfe e as oportunidades que o esporte pode oferecer, além de proporcionar momentos de interação junto aos ídolos nacionais da modalidade.

DIAGNÓSTICO SOCIOAMBIENTAL DA COSTA BRASILEIRA 

É cada vez mais urgente o olhar para a pauta de sustentabilidade e de ESG em todos os setores da sociedade pública e privada, em consonância com uma agenda global amplamente divulgada e discutida mundialmente. E a nova gestão da CBSurf está trabalhando para se adequar à esta agenda mundial, trazendo junto as federações estaduais filiadas.

A CBSurf aplicou um questionário com o objetivo de conhecer a realidade de cada federação estadual de surfe e do ambiente onde elas estão inseridas (conforme a percepção delas), utilizando um diagnóstico como base para a elaboração de projetos que buscarão melhorias socioambientais e um maior envolvimento dos surfistas como agentes transformadores do seu meio.

O desenvolvimento de um trabalho integrado entre associações, federações e confederação tornará o surfe e suas entidades em expoentes de ações socioambientais, vinculando o surfe à conservação das ondas e das praias, bem como ao desenvolvimento responsável.

Com o resultado do diagnóstico que foi aplicado, será possível dar os primeiros passos para a atuação da CBSurf na zona costeira, nos aspectos socioambientais que tangenciam o surfe e seus praticantes. Durante o Corona Dream Tour Floripa haverá a apresentação do resultado do diagnóstico, restrita para as 15 federações estaduais de surfe por meio de uma videoconferência. Em breve esses resultados serão disponibilizados de forma pública para toda a sociedade.

GESTÃO AMBIENTAL 

O Corona Dream Tour Floripa elaborou um Plano de Gestão Ambiental (PGA) completo e personalizado para o evento, elaborado e executado por profissional tecnicamente e legalmente habilitado, que emite ART junto ao Conselho Regional de Biologia (CRBio). Este PGA é composto por diversos Programas Ambientais que visam controlar e mitigar impactos negativos (resíduos, pisoteio de vegetação etc.) e potencializar impactos positivos (educação ambiental, engajamento social etc.).

O evento segue seu compromisso em atender todas as solicitações do Capítulo Específico de Sustentabilidade da Instrução Normativa 2023 do Livro de Regras da Federação Catarinense de Surf (FECASURF), sendo o primeiro evento de grande porte a conquistar o SELO EVENTO SUSTENTÁVEL FECASURF, um exemplo para outros eventos que passam pelo litoral catarinense.

A Praia Mole será a casa do Corona Dream Tour Floripa apresentado por Shell, a 3ª etapa da Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf. Continuando a sequência de sucesso do circuito, a Ilha da Magia recebe a estrutura do evento que busca promover os maiores nomes do surfe brasileiro da atualidade e movimenta o crescimento da modalidade durante a janela de competições, que vai de 30 de agosto a 7 de setembro.

Acompanhe as disputas ao vivo pelo canal do YouTube CBSurf Play.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias