26 C
Papeete
sábado, 18 maio, 2024
26 C
Papeete
sábado, 18 maio, 2024

Descanse em paz, Mauro Roxo

A comunidade do surf está de luto com o falecimento de Mauro Roxo, um dos shapers mais tradicionais e influentes de Santa Catarina. Ele travava batalha contra um câncer de pâncreas há mais de quatro anos.

“Com tristeza, nós da família Roxo informamos o falecimento do nosso guerreiro Mauro Roxo Jr, Maurão, ou Alemão. Após uma brava luta, ele concluiu sua missão em paz,” escreveu a família de Maurão.

O velório foi realizado nesse sábado, 30/10, a partir das 17h, na capela do cemitério do Itacorubi.

Maurão fundou a fábrica de laminação de pranchas Cia. Catarinense de Laminação, a CCL, e produzia seus próprios shapes tanto à mão quanto na máquina.

Desde quando entrou no mercado, em 1996, a oficina ficou conhecida por terceirizar, com alto padrão de qualidade, os serviços de laminação de pranchas dos melhores shapers de Florianópolis e também pelas ilustres visitas de profissionais consagrados da indústria.

Nomes como Bruce Mckee, Paul Barga, Gary Linden, Matt Barrow, Mark Jackola, Steve Elliot, Thomas Peterson e Glen Winton, já laminaram suas pranchas na CCL.

A antiga sala de laminação, de fundo de quintal, se transformou num galpão de 400 m², com nove salas equipadas para todos os processos de fabricação de pranchas, entre shape, glass, sand e outros, além do conserto, que é considerado um dos melhores de Floripa.

Maurão começou a shapear há 25 anos, depois dos contatos e conhecimento adquirido com os shapers gringos que passaram por sua fábrica. “Depois de laminar durante anos para os melhores shapers da Ilha, amadureci a ideia de fazer minhas próprias pranchas. Aproveitei para fazer o backshape dos gringos que me visitam e hoje sei que posso concorrer no mercado de igual para igual,” disse Mauro.

Foi Roxo quem trouxe para o Brasil o Digital System Design. Ele também foi licenciado para fabricação de pranchas assinadas pelo australiano Bruce McKee.

Mauro aproveitou a oportunidade de ser licenciado Mormaii durante quatro anos e produziu pranchinhas, funs e longboards para todas as franquias da marca, principalmente as do sul do país. Também, durante três anos foi licenciado Billabong para o Sul do Brasil.

Atualmente, a CCL conta com uma equipe especializada em todos os processos de fabricação de pranchas, além da dedicação do dono.

Nós, família HC, desejamos força e luz à família e aos amigos de Maurão.

Descanse em paz, Maurão.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias