23 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024
23 C
Papeete
terça-feira, 23 julho, 2024

Deivid Silva é o destaque do segundo dia do EDP Vissla Ericeira Pro

Quatro surfistas da América do Sul já passaram para as oitavas de final do EDP Vissla Ericeira Pro apresentado por Estrella Galicia em Portugal. A brasileira Luana Silva e as peruanas Daniella Rosas e Sol Aguirre foram as primeiras a se classificar nas boas ondas da quinta-feira em Ribeira D´Ilhas. Depois, Deivid Silva bateu todos os recordes da etapa portuguesa do Challenger Series e outros seis brasileiros ainda vão disputar vagas para as oitavas de final, na segunda metade da terceira fase que ficou para abrir a quinta-feira. A primeira chamada é as 8h00 em Ericeira, 4h00 da madrugada no Brasil.

Serão três participações duplas do Brasil nos três primeiros confrontos do próximo dia. No primeiro tem Michael Rodrigues, que entra no G-10 do Challenger Series se passar essa bateria, junto com Ryan Kainalo, enfrentando o havaiano Imaikalani deVault e o sul-africano Adin Masencamp. No segundo, entram Mateus Herdy e Ian Gouveia, com o francês Kauli Vaast e o havaiano Jackson Bunch. E no terceiro, Samuel Pupo e Alejo Muniz vão tentar a dobradinha brasileira sobre o novo top do CT 2024, Jacob Willcox, e outro que tenta confirmar vaga, Kade Matson.

A quarta-feira já começou bem para o Brasil, com Samuel Pupo vencendo o segundo confronto do dia com uma nota 8,0 na melhor onda que surfou. Samuca e Alejo Muniz eram os únicos que ainda não tinham estreado nas direitas de Ribeira D´Ilhas e ambos avançaram para a terceira fase do EDP Vissla Ericeira Pro. Na disputa pela última vaga na bateria vencida por Jabe Swierkocki, Alejo derrotou dois surfistas que iniciaram a temporada 2023 na elite do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT), o sul-africano Matthew McGillivray e o norte-americano Nat Young.

Deivid Silva EDP Vissla Ericeira Pro
Samuel Pupo tem chance de confirmar vaga no CT 2024 em Portugal. Foto: @WSL / Damien Poullenot)

Depois dessas quatro baterias restantes da segunda fase, foi realizada a rodada de estreia das 16 cabeças de chave da categoria feminina, já disputando vagas para as oitavas de final. E a quarta-feira foi encerrada com a primeira metade das oito baterias da terceira fase masculina, também valendo classificação para as oitavas de final. Deivid Silva ganhou a primeira batalha, batendo todos os recordes do EDP Vissla Ericeira Pro 2023 em Portugal.

DVD mostrou a potência do seu backside nas direitas de Ribeira D´Ilhas, detonando uma onda com uma série de batidas verticais e fortes rasgadas abrindo grandes leques de água. Os juízes deram nota 9,00 e a onda seguinte foi boa também, com Deivid Silva somando 7,23 para se tornar o novo recordista absoluto do campeonato, com os 16,23 pontos que totalizou. O australiano Jackson Baker também surfou bem e passou em segundo com 15,07, com notas 7,67 e 7,40. Os dois eliminaram o havaiano Keanu Asing e o japonês Hiroto Ohhara.

Leo Casal foi o outro brasileiro que já disputou vaga para as oitavas de final na quarta-feira, no penúltimo confronto do dia. Ele não conseguiu pegar as melhores ondas que entraram na bateria e terminou em 25.o lugar no EDP Vissla Ericeira Pro. O vencedor foi o australiano Reef Heazlewood e Frederico Morais avançou em segundo lugar, ficando muito perto de confirmar seu retorno a elite da World Surf League. O português já subiu da quinta para a terceira posição no ranking que indica 10 surfistas para completar o grupo dos top-34 do CT em 2024.

CONFIRMADOS NO CT – O único que já estava com sua vaga garantida era o líder do ranking, o norte-americano Cole Houshmand, que venceu duas das quatro etapas do Challenger Series disputadas antes de Portugal. E na quarta-feira, a World Surf League também anunciou oficialmente a classificação do vice-líder, Jacob Willcox, com os 20.610 pontos do australiano no ranking. Ele ganhou a bateria que abriu a quarta-feira em Ericeira e vai disputar classificação para as oitavas de final com dois que podem confirmar suas vagas em Portugal, Samuel Pupo e Kade Matson, além de Alejo Muniz.

Mais cinco surfistas podem ultrapassar 20.000 pontos no ranking no EDP Vissla Ericeira Pro, Frederico Morais consegue isso nas semifinais, o brasileiro Samuel Pupo e o havaiano Imaikalani deVault se chegarem na grande final e o australiano Jackson Baker e o norte-americano Kade Matson se vencerem o campeonato. Samuel Pupo é um dos seis brasileiros que vão disputar classificação para as oitavas de final na segunda metade da terceira fase, que ficou para abrir a quinta-feira em Ribeira D´Ilhas.

Na quarta-feira, a única baixa do Brasil na categoria masculina foi Leo Casal. Na feminina, duas brasileiras também perderam a disputa por vagas nas oitavas de final do EDP Vissla Ericeira Pro. Sophia Medina ficou em quarto contra as australianas Bronte Macaulay, Zahli Kelly e a francesa Tessa Thysen. Laura Raupp ficou em terceiro na última bateria. Ela surfou bem, mas as norte-americanas Zoe Benedetto e Sawyer Lindblad fizeram os maiores somatórios femininos no campeonato, 16,00 e 15,33 pontos, respectivamente.

Deivid Silva EDP Vissla Ericeira Pro
Luana Silva segue na busca pelas últimas vagas para o CT 2024. Foto: @WSL / Damien Poullenot

OITAVAS DE FINAL – A única brasileira que passou para as oitavas de final do EDP Vissla Ericeira Pro, foi Luana Silva, que mora no Havaí. Campeã da etapa portuguesa do Challenger Series em Ribeira D´Ilhas em 2021, Luana está na segunda bateria com a tricampeã sul-americana, Daniella Rosas. E outro grande talento do Peru, Sol Aguirre, vai enfrentar a australiana Ellie Harrison na sexta disputa por vagas nas quartas de final.

“Eu vim para cá pela primeira vez em 2021 e essa onda, às vezes parece com as lá de casa (do Havaí, onde mora)”, comparou Luana Silva. “Eu gosto bastante daqui e estou feliz por estar de volta. Minha meta principal para este ano é a qualificação para o CT. Sei que ainda tenho chances, então estou focada nisso, mas ao mesmo tempo tentando aproveitar meu tempo aqui para me divertir. Sinto que, além da parte física e técnica, ainda posso melhorar meu lado psicológico e é nisso que venho trabalhando mais esse ano”.

Luana Silva estreou na segunda bateria feminina da quarta-feira, já batendo todos os recordes das meninas que competiram no domingo, quando foi iniciado o EDP Vissla Ericeira Pro em Portugal. Ela atacou forte uma direita com uma série de cinco manobras de frontside que valeram nota 8,33 e totalizou 14,60 pontos, na vitória sobre a espanhola Nadia Erostarbe e as sul-africanas Natasha Van Greunen e Sarah Baum, com quem dividia a sétima posição no ranking que classifica cinco surfistas para a elite das top-17 do World Surf League Championship Tour.

A tricampeã sul-americana Daniella Rosas tinha acabado de conquistar a segunda vaga para as oitavas de final, na bateria vencida pela experiente líder do ranking, Sally Fitzgibbons. A peruana eliminou a também australiana Kobie Enright e a espanhola Ariane Ochoa, já conseguindo o seu melhor resultado no Challenger Series 2023. O mesmo aconteceu para a jovem tetracampeã Pro Junior da WSL South America, Sol Aguirre, que despachou a vice-líder do ranking, Isabella Nichols, para passar em segundo no confronto vencido por outra australiana, Sophie McCulloch.

Deivid Silva EDP Vissla Ericeira Pro
Alejo Muniz tenta vaga para o CT nas últimas etapas do Challenger Series. Foto: @WSL / Laurent Masurel

ÚLTIMA PARADA – O EDP Vissla Ericeira Pro é a última parada antes do Corona Saquarema Pro apresentado por Banco do Brasil encerrar o Challenger Series 2023, na semana de 14 a 21 de outubro na “Capital Nacional do Surf” da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Nas ondas da Praia de Itaúna, serão definidos os 10 homens e 5 mulheres que completarão a elite do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) em 2024. Atualmente, o único brasileiro neste grupo é Samuel Pupo, mas Michael Rodrigues já está a um passo de entrar no G-10 nesta semana em Portugal.

O EDP Vissla Ericeira Pro apresentado por Estrella Galicia é realizado com patrocínio da EDP, Vissla, Visit Portugal, Prefeitura Municipal de Mafra, Reserva Mundial de Surf de Ericeira, Estrella Galicia, Yeti, MEO, Millennium Bank, Joaquim Chaves Saúde, You & The Sea Hotel and Apartments, Hertz e Cabreiroá. Esta penúltima etapa do Challenger Series 2023 é transmitida ao vivo de Portugal pelo WorldSurfLeague.comAplicativo e canal da WSL no YouTube.

PRÓXIMAS BATERIAS DO EDP VISSLA ERICEIRA PRO:

TERCEIRA FASE – 1.o e 2.o avançam para as Oitavas de Final:
–3.o=17.o lugar (US$ 2.100 e 1.900 pts) e 4.o=25.o ($ 2.000 e 1.700 pts)
5.a: Imaikalani deVault (HAV), Michael Rodrigues (BRA), Adin Masencamp (AFR), Ryan Kainalo (BRA)
6.a: Mateus Herdy (BRA), Kauli Vaast (FRA), Jackson Bunch (HAV), Ian Gouveia (BRA)
7.a: Jacob Willcox (AUS), Samuel Pupo (BRA), Kade Matson (EUA), Alejo Muniz (BRA)
8.a: Jake Marshall (EUA), Marco Mignot (FRA), Jabe Swierkocki (EUA), Joaquim Chaves (PRT)

OITAVAS DE FINAL – baterias já formadas pelos resultados da quarta-feira:
——Derrota=9.o lugar com US$ 2.500 e 3.320 pontos
1.a: Deivid Silva (BRA) x Dylan Moffat (AUS)
2.a: Cole Houshmand (EUA) x Jackson Baker (AUS)
3.a: Reef Heazlewood (AUS) x Dimitri Poulos (EUA)
4.a: Frederico Morais (PRT) x Justin Becret (FRA)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.500 e 3.320 pontos:
1.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x Nadia Erostarbe (ESP)
2.a: Luana Silva (BRA) x Daniella Rosas (PER)
3.a: Bronte Macaulay (AUS) x Bella Kenworthy (EUA)
4.a: India Robinson (AUS) x Tessa Thyssen (FRA)
5.a: Sophie McCulloch (AUS) x Alyssa Spencer (EUA)
6.a: Ellie Harrison (AUS) x Sol Aguirre (PER)
7.a: Sawyer Lindblad (EUA) x Francisca Veselko (PRT)
8.a: Teresa Bonvalot (PRT) x Zoe Benedetto (EUA)

RESULTADOS DA QUARTA-FEIRA NO EDP VISSLA ERICEIRA PRO:

SEGUNDA FASE – 3.o=33.o lugar (US$ 1.500 e 700 pts) e 4.o=49.o ($ 1.250 e 600 pts):
——as 12 primeiras fecharam a terça-feira
13: 1-Jacob Willcox (AUS), 2-Joaquim Chaves (PRT), 3-Joel Vaughan (AUS), 4-Maxime Huscenot (FRA)
14: 1-Samuel Pupo (BRA), 2-Marco Mignot (FRA), 3-Carlos Munoz (CRC), 4-John Mark Tokong (FIL)
15: 1-Jake Marshall (EUA), 2-Kade Matson (EUA), 3-Alister Reginato (AUS), 4-Joh Azuchi (JPN)
16: 1-Jabe Swierkocki (EUA), 2-Alejo Muniz (BRA), 3-Nat Young (EUA), 4-Matthew McGillivray (AFR)

SEGUNDA FASE FEMININA – entrada das 16 cabeças de chave – 1.a e 2.a=Oitavas de Final:
——3.a=17.o lugar (US$ 2.100 e 1.900 pts) e 4.a=25.o lugar (US$ 2.000 e 1.700 pts)
1.a: 1-Sally Fitzgibbons (AUS), 2-Daniella Rosas (PER), 3-Kobie Enright (AUS), 4-Ariane Ochoa (ESP)
2.a: 1-Luana Silva (BRA), 2-Nadia Erostarbe (ESP), 3-Sarah Baum (AFR), 4-Natasha Van Greunen (AFR)
3.a: 1-Bronte Macaulay (AUS), 2-Tessa Thyssen (FRA), 3-Zahli Kelly (AUS), 4-Sophia Medina (BRA)
4.a: 1-India Robinson (AUS), 2-Bella Kenworthy (EUA), 3-Nikki Van Dijk (AUS), 4-Nanaho Tsuzuki (JPN)
5.a: 1-Sophie McCulloch (AUS), 2-Sol Aguirre (PER), 3-Zoe McDougall (HAV), 4-Isabella Nichols (AUS)
6.a: 1-Ellie Harrison (AUS), 2-Alyssa Spencer (EUA), 3-Anon Matsuoka (JPN), 4-Pauline Ado (FRA)
7.a: 1-Francisca Veselko (PRT), 2-Teresa Bonvalot (PRT), 3-Vahine Fierro (FRA), 4-Erin Brooks (CAN)
8.a: 1-Zoe Benedetto (EUA), 2-Sawyer Lindblad (EUA), 3-Laura Raupp (BRA), 4-Macy Callaghan (AUS)

TERCEIRA FASE – 1.o e 2.o avançam para as Oitavas de Final:
——3.o=17.o lugar (US$ 2.100 e 1.900 pts) e 4.o=25.o ($ 2.000 e 1.700 pts)
1.a: 1-Deivid Silva (BRA), 2-Jackson Baker (AUS), 3-Keanu Asing (HAV), 4-Hiroto Ohhara (JPN)
2.a: 1-Cole Houshmand (EUA), 2-Dylan Moffat (AUS), 3-George Pittar (AUS), 4-Tenshi Iwami (JPN)
3.a: 1-Reef Heazlewood (AUS), 2-Frederico Morais (PRT), 3-Kian Martin (SUE), 4-Leo Casal (BRA)
4.a: 1-Justin Becret (FRA), 2-Dimitri Poulos (EUA), 3-Leonardo Fioravanti (ITA), 4-Eithan Osborne (EUA)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias