Em Bali, um francês, 72 anos, morreu enquanto andava com sua scooter. Os locais pensaram que ele teve um ataque do coração. Covid.

Uma mulher britânica, 52, morreu no hospital de Denpasar. Covid. O doutor que tratou a mulher foi diagnosticado com Covid.

Em uma guesthouse de Uluwatu, paramédicos foram chamados quando um jovem turista do Cazaquistão, foi encontrado  sem ar. Sua esposa, que estava com muita febre, também foi levada ao hospital de Denpasar.

Até agora, apenas 71 pessoas na ilha de mais de 4 milhões de pessoas, foram testadas. Esses testes foram enviados para Jacarta, e o resultado demora uma semana para sair.

Enquanto isso, milhares de hindus celebraram o Nyepi – também conhecido como o Dia do Silêncio, contrariando as leis do governo da Indonésia de distanciamento social.

A península do Bukit está fechada; e o line up de Uluwatu, segundo escreveu Derek Riely no Beachgrit, lembra uma versão dela mesma nos anos 1950 – vazia de surfistas.

Além disso, na ilha de Simeulue, ao norte da Sumatra, surfistas foram removidos à força de resorts por soldados com máscaras, e deportados de volta de onde vieram.

Alex Wakey, um surfista de Nova Jersey, estava hospedado no Aura Surf Resort quando chegaram os soldados:

“Nós usamos esse planeta coletivamente como um depósito de lixo e agora indagamos por que é que está havendo essa limpeza. As pessoas se manifestando online com palavras bonitas e receitas, quando sabemos que, quando a situação se normalizar, elas voltarão a serem egoístas. A natureza está mudando os humanos; é uma pena que ela não pode mudar a natureza humana,” contou Alex, em desabafo ao Beachgrit.