26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

Chapa de Adalvo Argolo vence as eleições da CBSurf

A chapa “Rumo às Olimpíadas”, presidida por Adalvo Argolo, venceu as eleições para a presidência da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) realizadas nessa quarta-feira, 30 de dezembro.

Atual presidente da confederação, Argolo foi reeleito presidente para a gestão 2021/ 2024 e terá o catarinense Reginaldo Ferreira ocupando a vice-presidência.

Três chapas concorriam ao pleito: Rumo às Olimpíadas, com Adalvo Nogueira Argolo e Reiginaldo Ferreira; a Nação Surfe Brasil, com Ricardo Baerlin dos Santos Lima (Bocão) e Paulo Moura; e a Projeto Surfa Brasil, com Jocélio de Jesus (Jojó de Olivença) e Brigitte Mayer.

Contudo, a chapa Nação Surfe Brasil e seis federações estaduais (Pernambuco, Espírito Santo, Paraíba, Sergipe, Alagoas e Ceará), alegando uma série de irregularidades no processo eleitoral, moveram uma ação na 5ª Vara Cível de Salvador para barrar a votação, inicialmente marcada para o dia 18 de dezembro.

A decisão do juiz foi a favor das federações, suspendendo a eleição. A CBSurf, porém, interpôs recurso.

Dessa forma, o desembargador Emílio Salomão Resedá proferiu decisão suspendendo dois itens considerados irregulares – publicação de novo edital e necessidade mínima de apoio para se candidatar – ratificando integralmente os demais termos da decisão e autorizando a realização das eleições, também de forma virtual, pela internet, para esta quarta-feira (30).

No entanto, a pauta mais importante para a oposição que seria realizar novo pleito para a eleição de novos membros da Comissão de Atletas não foi acatada pelo desembargador, motivo pelo qual a chapa Nação Surfe Brasil, juntamente com as seis federações que entraram com a ação se recusaram a fazer parte da eleição.

Ao final, a assembleia para a escolha do presidente foi iniciada às 10 horas, com a participação de cinco federações aptas a votar – Bahia, Maranhão, Pará, Rio de Janeiro e Santa Catarina, e os oito integrantes da Comissão de Atletas da entidade – Bruno Galini, Nathalie Martins, Suelen Naraísa e Wiggolly Dantas (Surf), Carlos Bahia (Longboard), Luiz Phelipe Nobre (Para Surfing), Ivan Tadeu dos Santos (Stand Up Paddle) e Eder Luciano (Bodyboarding).

Adalvo Argolo eleito cbsurf
A votação foi realizada foi realizada de forma virtual, pela Plataforma SGE (Sistema de Gestão Esportiva). Foto: Reprodução

Adalvo Argolo obteve oito dos 13 votos, com Jojó de Olivença recebendo cinco indicações.

A eleição, presidida por Marcelo Barros, da Federação Baiana, foi realizada de forma virtual, pela Plataforma SGE (Sistema de Gestão Esportiva), implementado pela CBSurf no segundo semestre deste ano e também utilizado por outras confederações, como Canoagem, Desportos Aquáticos, Handebol e Taekwondo.

O sistema garante o sigilo do voto, com armazenamento criptografado dos dados, com protocolo de segurança e acesso seguro.

Aos 58 anos de idade, o baiano nascido em Itamaju, criado em Ilhéus e atualmente morando em Salvador, segue para o seu segundo mandato e estará à frente da confederação brasileira na estreia olímpica do surf nos Jogos de Tóquio em 2021.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias