Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Carlos Bahia e Marcio Grillo surfam altas ondas em El Salvador (e sem crowd)



Quando Carlos Bahia e Marcio Grillo receberam um convite para uma surf trip relâmpago para El Salvador, não imaginavam a sorte que teriam.

Localizado no coração da América Central, o país é mundialmente conhecido como o “paraíso das direitas”, por conta da grande quantidade de picos perfeitos quebrando nessa direção.

Contudo, como muitos outros lugares, o crowd tornou-se uma realidade em El Salvador e nem sempre é possível desfrutar essa joia com apenas alguns amigos.

Com a pandemia de Covid-19, El Salvador foi um dos primeiros países a fechar suas fronteiras e impor um regime rígido de quarentena.

Marcio Grillo, El Salvador.
Marcio Grillo, El Salvador. Foto: Aleko Stergiou

Todavia, uma vez controlada a evolução da doença por lá, as fronteiras novamente se abriram e com uma atenção especial ao surf.

O governo de El Salvador recentemente priorizou o surfe com uma especialidade turística, e tem investido forte no setor.

Portanto, nada mais natural do que ao abrir suas fronteiras novamente que tratar bem os surfistas que ali desejam estar.

El Salvador sem crowd

El Salvador
Trupe de cabeça feita após altas ondas sem crowd. Foto: Aleko Stergiou

Acompanhados de um grupo de amigos, Carlos Bahia e Marcio Grillo ficaram, ao todo, cinco dias no país.

Dessa forma, eles surfaram picos como El Sunzal, El Zonte, Km 59 e La Liberdad, com quase ninguém na água.

“Algumas vezes éramos só nós na água”, conta Carlos Bahia, que aproveitou a oportunidade para lapidar sua linha clássica nas longas direitas de Sunzal.

Carlos Bahia, El Salvador
Carlos Bahia, El Salvador. Foto: Aleko Stergiou

Muita gente ainda não sabe que as fronteiras de El Salvador estão abertas para o surf, e por esse motivo, os brasileiros encontraram ondas vazias.

“Realmente o lugar dá altas ondas. A gente está acostumado com Maresias, que é uma onda pesada e muito rápida e chegar aqui e encontrar essas paredes perfeitas e com pouca gente na água é demais”, revela Marcio Grillo.

Marcio Grillo, El Salvador
Marcio Grillo, El Salvador. Foto: Aleko Stergiou

Ao final de cinco dias de muito surf, o retorno pra casa veio com aquela sensação de que dificilmente encontrarão El Salvador com as mesmas condições.

Mas, a vida é feita de momentos. E sorte daqueles que tem consciência para aproveitar aqueles que serão inesquecíveis.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

Derek Hynd e a ffffonte...

Um dos gurus do surf moderno lidera praticamente sozinho uma revolução em design que pode mudar a maneira como surfamos para sempre. Leia!

Alex Ribeiro treinando forte em...

Na semana em que embarca para as etapas do Tour mundial na Austrália, o...

Russell Bierke, um dos tube...

Depois de se consolidar no topo dos surfistas de ondas grandes que conquistaram a...

Kelly Slater, Kolohe Andino e...

Mesmo com as fronteiras fechadas para o turismo, alguns afortunados, como Kelly Slater, conseguiram...