Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Carissa Moore vence o Roxy Pro e se aproxima do tetra



Carissa Moore vence confronto direto com Lakey Peterson na semi, dá show nos tubos de La Graviere na final contra Caroline Marks e dispara no ranking

Por Fernando Guimarães

Com uma performance sensacional nos tubos de La Graviere, Carissa Moore superou a revelação Caroline Marks na grande final do Roxy Pro, nesta sexta (11), em Hossegor, França, e deu um enorme salto rumo ao seu quatro título mundial.

O salto passou pela vitória sobre sua principal rival na corrida pelo troféu, a californiana Lakey Peterson. As duas fizeram um confronto direto na semifinal, na primeira bateria do dia entre as mulheres, ainda no pico de La Nord, mais no outside.

Carissa foi melhor que Lakey em uma bateria de poucas ondas surfadas. A maré estava enchendo em Hossegor, e o posicionamento no line-up era muito difícil. Mais de uma vez as surfistas foram pegas por uma série completamente fora do pico ideal, coisa que já havia acontecido com os homens, que surfaram antes delas suas baterias de oitavas e quartas de final.

O diferencial no duelo foi uma nota 6 que Carissa conseguiu com duas manobras fortes numa direita com bom tamanho. A segunda delas, um tapa numa junção, exigiu uma boa dose de habilidade e atitude da havaiana, que costuma se distinguir em mares de responsabilidade. Lakey não tirou nenhuma nota acima dos três pontos e assim a bateria foi resolvida.

Carissa Moore, na onda que garantiu sua vitória sobre Lakey Peterson (WSL/Poullenot)

Caroline Marks e Johanne Defay, na segunda semi, começaram pela primeira vez no dia a tentar as ondas do inside, em La Graviere.

Johanne havia comentado uma bateria dos homens mais cedo, na cabine de transmissão, e fez questão de expressar o quanto preferia surfar em La Grav, e assim apostou. Mas não conseguiu sair da maioria dos tubos que buscou. Caroline, por outro lado, apostou em manobras de expressão, mesmo nas ondas do inside, e venceu o duelo.

Foi comovente a cena de Johanne saindo da água após essa derrota, chorando muito. Após boa apresentação no Surf Ranch, com a segunda posição, a francesa vinha embalada e muito confiante para tentar uma vitória em casa.

Na final, Carissa Moore buscou os tubos como se estivesse surfando em uma bancada no North Shore de Oahu. Completou um excelente para a direita para abrir vantagem; depois, um melhor ainda para a esquerda. Colocou Marks em combinação com a melhor performance do evento e conquistou assim uma vitória espetacular.

O título, seu segundo no ano, a deixa com uma vantagem de quase 8 mil pontos sobre a vice líder, Lakey, no ranking do título mundial.

Roxy Pro – resultados

Semifina:
1. Carissa Moore 9,83 x 3,66 Lakey Peterson
2. Caroline Marks 12,77 x 7,06 Johanne Defay

Final:
Carissa Moore 17,60 x 7,00 Caroline Marks

+Notícias

Uma lista de alimentos anti-estresse

Diminuir o estresse com alimentação é possível. Por isso, preparamos uma lista de alimentos...

Gabriel Medina e Yasmin Brunet...

O bicampeão mundial Gabriel Medina teria se casado em sigilo com a modelo e Yasmin...

Relatório divulga mortes por tubarão...

Mordidas de tubarão acidentais mataram 10 pessoas em todo o mundo em 2020 e...

VÍDEO: Kelly Slater quase atropela...

No ar mais um episódio do The Smith Brothers: neste, Kelly Slater quase atropela Koa...