Publicidade:


Publicidade:

Camburi Surf Wax: nasce uma parafina ecológica no litoral norte paulista

Dois amigos surfistas criam a Camburi Surf Wax – parafina 100% ecológica feita em Camburi, São Sebastião, litoral norte paulista.

“A ideia da parafina surgiu ainda no meio de 2020, enquanto eu, Victor Freitas, e o Alfredo Boer, refletíamos sobre o que mais o @camburisurfreport poderia oferecer além de mostrar as condições do mar diariamente.”

Segundo Victor conta à HC, a dupla sempre teve em mente que os boletins diários são muito engessados em seus formatos e que é preciso demonstrar que a preocupação com o surf e o meio ambiente vai além das palavras e dos vídeos.

Meio ambiente em primeiro lugar

Como pode ter tanta gente que usa parafina na prancha sem saber de onde vem?

Essa pergunta sempre foi um choque para a dupla, por saber que a parafina convencional é um dos resíduos provenientes da destilação fracionada do petróleo.

“Algo que sempre foi muito mal explicado no esporte que preza tanto pela ‘conexão com a natureza’. Este é um conhecimento básico que remonta às nossas aulas de química do ensino médio. É um assunto muitas vezes não falado e que muitos surfistas desconhecem.”

Diante desse cenário e também de uma preocupação crescente com o lixo e a poluição no oceano que a dupla notou por meio dos seus seguidores de Camburi; de outras praias do Brasil, e também da cidade de São Paulo, Victor e Alfredo começaram a estudar diferentes ingredientes e receitas para chegar a um produto que atendesse às necessidades dos surfistas em termos de aderência e sustentabilidade.

Testes e fórmulas

“Testamos diferentes formulas e formatos para chegar à parafina que comercializamos atualmente. Cera de abelha, de côco, de soja, de carnaúba, óleos vegetais diversos, óleos essenciais diversos; uma variedade de diferentes combinações e proporções passou por nossos testes para chegar ao que temos hoje. Também consultamos engenheiras químicas e dermatologistas para saber quais produtos dariam resultados melhores sem agredir a pele. Felizmente, conseguimos chegar à Camburi Surf Wax.”

Produção local: Camburi

“A produção é em Camburi e inclusive damos preferência ao uso de insumos locais, como a cera de abelha, que é nosso principal componente e pretendemos priorizar a de origem em São Sebastião ou outras cidades da região metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, ou Bertioga, fazendo da Camburi Surf Wax o mais sustentável possível.”

Victor nos conta que, em caso não conseguir obter esse insumo na região na quantidade que atenda à demanda da dupla, a ideia é partir para outras áreas, mas com a preocupação de que sejam fontes mais próximas quanto possível, evitando gerar grandes emissões de CO2 com o transporte dos insumos.

Quem faz?

“No momento eu e o Alfredo somos os produtores. É um produto artesanal. Caso a demanda cresça, o que esperamos que aconteça, pensaremos em contratar pessoas para nos auxiliar nessa produção.”

Qual a composição?

“A Camburi Surf Wax é feita com principalmente cera de abelha e óleo de coco. Usamos também um mix de ceras vegetais para regular a consistência e finalmente óleos essenciais para melhorar o aroma. Foi nossa maneira de chegar a um produto ecológico com um cheiro característico sem usar compostos materiais sintéticos e aromatizantes artificiais que também possuem origem no petróleo, muitas vezes.”

Quem já testou?

“A Camburi Surf Wax vem sendo testada por nós e outros surfistas de Camburi, que formam um grupo bem rigoroso e sincero quanto à qualidade do produto. Opiniões distintas foram consultadas para que finalmente pudéssemos lançar o produto no mercado. Além de nós, a Giovanna Donato, surfista local de Camburi que ficou em terceiro lugar no campeonato brasileiro de surfe feminino, também ajudou no processo. Ela é uma atleta que confiamos e também conta com o apoio de um dos nossos apoiadores da página – a Loja 20pés de Camburi.”

Abaixo você confere o relato da surfista Giovanna Donato, 14 anos:

“Meu primeiro campeonato foi uma etapa do Circuito Sebastianense De Surf, eu tinha 10 anos e o mar estava grande e muito difícil, mas consegui meu primeiro pódio, em 4º lugar!

Desde aquele dia, decidi que queria aquilo para a minha vida, ser atleta! Então comecei a me dedicar todos os dias e participar de campeonatos municipais, como o Circuito Medina/ASM, Circuito Vicentino, no qual já me consagrei campeã em 2019, Circuito Sebastianense (fui campeã em 2018 na categoria sub-12) e o Brasileiro de Surf Feminino representado pelo Wiggolly Dantas (fiquei em 3º lugar em 2018).

Fiquei muito empolgada com a parafina ecológica Camburi Surf Wax, por ser uma parafina produzida aonde eu moro, com o nome da praia aonde eu cresci e ainda ecológica! Gostei logo de primeira e depois que testei achei mais irada ainda! Estou muito feliz em poder divulgá-la, ajudando o comércio local, o meio ambiente e os reports diários que assisto todos os dias antes de ir surfar.”

Para comprar a Camburi Surf Wax, você pode enviar uma DM ao Camburi Surf Report ou ir até a 20 pés em Camburi.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

“Evade”, de Caio Baker, e...

Evade é curta metragem de pouco mais do que 8 minutos filmado e editado...

Surfista profissional demitido após surfar...

Um freesurfer profissional de Encinitas, na Califórnia, EUA, perdeu um de seus patrocinadores após...

Lucas Silveira andando por dentro...

Enquanto segue em sua temporada em águas portuguesas, Lucas Silveira aproveita para explorar imagens...

John John Florence passa por...

Após abdicar das quartas de final do Margaret River Pro por conta de uma...