27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024
27 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024

Brasileiros têm boa estreia no Vans US Open Surfing

Brasileiros tiveram uma boa estreia na primeira fase do Vans US Open of Surfing. A competição que está sendo realizada na Califórnia (EUA) é válida como quarta etapa do challenger series da WSL.

O top do CT, Jadson André, venceu a bateria que abriu o domingo em Huntington Beach, João Chianca ganhou a primeira dobradinha verde-amarela com Matheus Navarro e Ian Gouveia e Edgard Groggia, também avançaram em segundo lugar.

A primeira fase feminina continua nesta segunda-feira, inaugurando a transmissão ao vivo pelo WorldSurfLeague.com a partir das 7h30 na Califórnia, 11h30 no Brasil.

O domingo começou bem para o Brasil em Huntington Beach. As condições do mar melhoraram, formando boas rampas para as manobras aéreas. Foi voando que o top do CT já garantido na elite de 2023, Jadson André, ganhou o primeiro confronto do dia, contra o australiano Dylan Moffat e os franceses Joan Duru e Timothe Bisso.

Veja também:

Fórum Paulista de Surf formará 90 árbitros

Swell “Código Vermelho 2.0” bomba na Nicarágua

Filipe Toledo em ondas pesadas: “Estamos trabalhando esse lado,” diz Pinga

Duas baterias depois, veio a primeira dobradinha verde-amarela no Vans US Open of Surfing, com João Chianca passando em primeiro lugar e Matheus Navarro em segundo. Os dois barraram o havaiano Brodi Sale e outro brasileiro, Marco Fernandez.

A disputa seguinte foi a melhor dos dois primeiros dias do WSL Challenger Series da Califórnia. O australiano Jacob Willcox e o brasileiro Ian Gouveia usaram os aéreos para bater o recorde de pontos do sábado, ambos somando uma nota 7,50 das suas melhores ondas. Willcox venceu por 14,40 pontos, contra 14,17 do pernambucano, que despachou dois norte-americanos na briga pela segunda vaga para a próxima fase, Jett Schilling e o ex-top do CT, Conner Coffin.

Vans US Open Surfing
Jadson André estreou com vitória na primeira bateria do domingo na Califórnia. Foto: @WSL / Beatriz Ryder

O paulista Edgard Groggia também avançou em segundo lugar na vitória do australiano confirmado no CT 2023, Ryan Callinan. Não fosse a participação tripla na bateria com João Chianca, Matheus Navarro e Marco Fernandez, o Brasil teria garantido 100% de classificação no domingo. O argentino Santiago Muniz também estreou no segundo dia, porém ficou em último lugar na classificação do marroquino Ramzi Boukhiam e do australiano Julian Wilson, que parece ter abandonado a aposentadoria anunciada em 2019.

Dez brasileiros na 2ª fase do Vans US Open of Surfing

Com os resultados do domingo, dez brasileiros passaram suas primeiras baterias em Huntington Beach e vão disputar a segunda fase do Vans US Open of Surfing. O primeiro a competir será Mateus Herdy, que defende vaga no grupo dos 10 indicados pelo ranking do WSL Challenger Series, para a elite do Championship Tour de 2023. O catarinense é o penúltimo da lista e está na terceira das doze baterias, com os norte-americanos Jake Marshall e Levi Slawson e o australiano Liam O´Brien.

Na quinta bateria, tem Willian Cardoso e Eduardo Motta, junto com o peruano Lucca Mesinas e outro norte-americano, Michael Dunphy. Na sétima, Thiago Camarão compete sozinho contra três surfistas de outros países, assim como Alejo Muniz na oitava, defendendo a última posição no G-10. Alejo começou bem essa batalha, eliminando o líder do ranking e vencedor das duas últimas etapas do WSL Challenger Series, Rio Waida, da Indonésia.

Vans US Open Surfing
Edgard Groggia conquistou a última classificação brasileira no domingo. Foto:: @WSL / Kenny Morris

VAGAS NO G-10 – Depois, tem uma participação tripla do Brasil na nona bateria, com Jadson André, Ian Gouveia e Matheus Navarro novamente, tendo que disputar apenas duas vagas para a terceira fase. Nolan Rapoza é o outro adversário dos três e o norte-americano está na porta de entrada do G-10. Ele é o terceiro na fila das principais ameaças para os brasileiros Mateus Herdy e Alejo Muniz, atrás apenas do australiano Morgan Cibilic e do marroquino Ramzi Boukhiam.

Estes dois e o vice-líder do ranking, o italiano Leonardo Fioravanti, estão na 12.a e última bateria da segunda fase do Vans US Open of Surfing, completada por Edgard Groggia. Antes, na décima, tem João Chianca precisando de um bom resultado para tentar recuperar a vaga no CT, perdida no corte da elite no meio da temporada. Ele vai enfrentar o francês Joan Duru e os australianos Jacob Willcox e Jordan Lawler. Chumbinho não foi bem nas três primeiras etapas e chegou na Califórnia em 62.o lugar no ranking.

INÍCIO DO FEMININO – Logo após o encerramento da primeira fase masculina, foi iniciada a categoria feminina com as oito primeiras baterias fechando o domingo em Huntington Beach. Das seis participantes da América do Sul no Vans US Open of Surfing, apenas as peruanas Sol Aguirre e Daniella Rosas competiram. As outras quatro estão na segunda metade da primeira fase, que ficou para abrir a segunda-feira na Califórnia.

A atual líder do ranking regional da WSL Latin America esse ano e tricampeã sul-americana Pro Junior, Sol Aguirre, foi uma das convidadas da World Surf League para a etapa norte-americana. Ela estreou na primeira bateria da competição feminina e achou boas ondas para mostrar o seu surfe e se classificar em segundo lugar, somando notas 5,67 e 5,00.

Vans US Open Surfing
Sol Aguirre se classificou na primeira bateria feminina do Vans US Open of Surfing. Foto: @WSL / Beatriz Ryder

A peruana eliminou a portuguesa Francisca Veselko e a sul-africana Sarah Baum, no confronto vencido pela top do CT, Courtney Conlogue, por 12,43 pontos. Já a bicampeã sul-americana profissional da WSL Latin America em 2019 e da temporada 2020/2021, Daniella Rosas, terminou em último lugar na sexta bateria, que classificou a costa-ricense Leilani McGonagle e outra estrela da elite do CT, Lakey Peterson.

Atual campeã sul-americana da WSL Latin America, Sophia Medina, compete na 15.a bateria com a japonesa Sara Wakita, a australiana Holly Williams e a espanhola Ariane Ochoa. E na 16.a e última, Laura Raupp enfrenta a líder do ranking, Caitlin Simmers, a também norte-americana Ella McCaffray e a espanhola Nadia Erostarbe.

PRÓXIMAS BATERIAS DOS SUL-AMERICANOS NO VANS US OPEN:

PRIMEIRA FASE – 3.a=33.o lugar (US$ 1.000 e 700 pts) e 4.a=49.o lugar (US$ 775 e 600 pts):
——–realizada até a 8.a bateria no domingo:
10: Nikki Van Dijk (AUS), Dimity Stoyle (AUS), Yolanda Hopkins (PRT), Summer Macedo (BRA)
11: Bettylou Sakura Johnson (HAV), Sawyer Lindblad (EUA), Arena Rodriquez Vargas (PER), Maud Le Car (FRA)
15: Sara Wakita (JPN), Sophia Medina (BRA), Holly Williams (AUS), Ariane Ochoa (ESP)
16: Caitlin Simmers (EUA), Laura Raupp (BRA), Nadia Erostarbe (ESP), Ella McCaffray (EUA)

SEGUNDA FASE – 3.o=25.o lugar (US$ 1.500 e 750 pts) e 4.o=37.o lugar (US$ 1.000 e 650 pts):
03: Jake Marshall (EUA), Liam O´Brien (AUS), Mateus Herdy (BRA), Levi Slawson (EUA)
05: Lucca Mesinas (BRA), Willian Cardoso (BRA), Michael Dunphy (EUA), Eduardo Motta (BRA)
07: Ian Gentil (HAV), Evan Geiselman (EUA), Thiago Camarão (BRA), Mihimana Braye (TAH)
08: Alejo Muniz (BRA), Shun Murakami (JPN), Keanu Kamiyama (JPN), Joel Vaughan (AUS)
09: Jadson André (BRA), Nolan Rapoza (EUA), Ian Gouveia (BRA), Matheus Navarro (BRA)
10: João Chianca (BRA), Jacob Willcox (AUS), Jordan Lawler (AUS), Joan Duru (FRA)
12: Morgan Cibilic (AUS), Leonardo Fioravanti (ITA), Ramzi Boukhiam (MAR), Edgard Groggia (BRA)

RESULTADOS SUL-AMERICANOS EM HUNTINGTON BEACH:

PRIMEIRA FASE – 3.a=33.o lugar (US$ 1.000 e 700 pts) e 4.a=49.o lugar (US$ 775 e 600 pts):
——–realizada até a 8.a bateria no domingo:
1.a: 1-Courtney Conlogue (EUA), 2-Sol Aguirre (PER), 3-Francisca Veselko (PRT), 4-Sarah Baum (AFR)
6.a: 1-Leilani McGonagle (CRI), 2-Lakey Peterson (EUA), 3-Hinako Kurokawa (JPN), 4-Daniella Rosas (PER)

PRIMEIRA FASE – 3.o=49.o lugar (US$ 775 e 300 pts) e 4.o=73.o lugar (US$ 600 e 250 pts):
——–baterias que abriram o domingo:
17: 1-Jadson André (BRA), 2-Joan Duru (FRA), 3-Dylan Moffat (AUS), 4-Timothee Bisso (FRA)
19: 1-João Chianca (BRA), 2-Matheus Navarro (BRA), 3-Brodi Sale (HAV), 4-Marco Fernandez (BRA)
20: 1-Jacob Willcox (AUS), 2-Ian Gouveia (BRA), 3-Jett Schilling (EUA), 4-Conner Coffin (EUA)
22: 1-Ryan Callinan (AUS), 2-Edgard Groggia (BRA), 3-Joshe Faulkner (AFR), 4-Eli Hanneman (HAV)
23: 1-Ramzi Boukhiam (MAR), 2-Julian Wilson (AUS), 3-Carlos Munoz (CRI), 4-Santiago Muniz (ARG)
——–resultados do sábado:
03: 1-Kei Kobayashi (EUA), 2-Imaikalani Devault (HAV), 3-Koa Smith (HAV), 4-Robson Santos (BRA)
08: 1-Eithan Osborne (EUA), 2-Mateus Herdy (BRA), 3-Adur Amatriain (ESP), 4-Nat Young (EUA)
09: 1-Lucca Mesinas (PER), 2-Kyuss King (AUS), 3-Shion Crawford (HAV), 4-Hiroto Ohhara (JPN)
10: 1-Willian Cardoso (BRA), 2-Cole Houshmand (EUA), 3-Frederico Morais (PRT), 4-Joshua Moniz (HAV)
11: 1-Tristan Guilbaud (FRA), 2-Michael Dunphy (EUA), 3-Alex Ribeiro (BRA), 4-Lucas Silveira (BRA)
12: 1-Kanoa Igarashi (JPN), 2-Eduardo Motta (BRA), 3-Charly Quivront (FRA), 4-Nicolas Vargas (PER)
13: 1-Ian Gentil (HAV), 2-Shun Murakami (JPN), 3-Barron Mamiya (HAV), 4-Marco Giorgi (URU)
15: 1-Keanu Kamiyama (JPN), 2-Thiago Camarão (BRA), 3-Slade Prestwich (AFR), 4-Deivid Silva (BRA)
16: 1-Alejo Muniz (BRA), 2-Evan Geiselman (EUA), 3-Rio Waida (IDN), 4-Peterson Crisanto (BRA)

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias