Publicidade:

Atleta de skate torna-se profissão reconhecida em carteira

A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) divulgou esta semana que a partir de agora, atletas de skate poderão ser registrados em carteira profissional (CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social) em nova profissão reconhecida como “Atleta de Skate”.

Na prática, isso significa, entre outras garantias, o recolhimento de contribuição junto ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e aposentadoria como skatista.

Ou seja, como em qualquer outra profissão regulamentada, os atletas de skate poderão recolher prestações previdenciárias e se aposentarem com essa profissão anotada em seus holerites.

+ Jake Davis cria suas ondas em San Clemente

+ Depois de “Propeller” Vans lança “Alright, OK”

+ Da Califórnia ao Tahiti com Eithan e Dane em 16 mm

A conquista dessa nomenclatura e código para os profissionais do skate teve início durante o mês de outubro de 2020, através de requerimentos e esclarecimentos enviados pela CBSk ao Ministério do Trabalho.

“Além de uma conquista para as gerações do presente e do futuro, a entrada dos skatistas no rol de profissões do Brasil é um passo importante para continuarmos quebrando os paradigmas que a sociedade ainda possa ter sobre o skate”, destacou destaca Eduardo Musa, presidente da CBSk.

Para mais informações acesse cbsk.com.br


Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias