28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024

“Achei justo”, diz George Pittar sobre sua bateria contra Ethan Ewing

O jovem australiano George Pittar se viu no centro de uma polêmica que incendiou as redes sociais essa semana por conta de uma bateria disputada contra seu compatriota Ethan Ewing durante o Rip Curl Pro Bells Beach.

Pittar, que conquistou uma vaga como convidado no evento, enfrentou Ethan Ewin em uma disputa acirrada na terceira fase do evento e acabou perdendo de virada nos instantes finais do confronto. Para muitos, o resultado não foi justo e os protestos evocaram um possível favorecimento da WSL a determinados surfistas. A novidade é que dessa vez não eram brasileiros, mas australianos que protestaram.

Contudo, apesar do resultado controverso, Pittar demonstrou declarou que considerou justo o desfecho da competição. “Assisti à bateria novamente e achei que ele me venceu. Ele precisava da nota e surfou muito bem a onda”, declarou o jovem surfista à Stab.

Uma opinião que contrasta com a reação inflamada de muitos fãs nas redes sociais, que criticaram duramente a WSL e os critérios de julgamento. Pittar, no entanto, prefere manter uma visão equilibrada, reconhecendo tanto os méritos de seu oponente quanto suas próprias falhas durante a bateria.

Além disso, ele aproveitou a oportunidade para destacar a importância do estilo clássico de surf, evidenciado por atletas como Ethan Ewin. “O estilo de surf de Ethan é o que eu aspiro alcançar. Ele elevou o nível do esporte com sua abordagem única e habilidades excepcionais”, comentou Pittar.

A entrevista está disponível apenas para assinantes no site da Stab – Clique AQUI.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias